Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,183
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Euro R$ 3,753
Libra R$ 4,199
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do Dólar Hoje e Euro hoje


Bolsas de NY: Dow Jones fecha acima dos 22 mil pontos

SÃO PAULO  –  O Dow Jones voltou a fazer história nesta quarta-feira ao fechar pela primeira vez acima da marca de 22 mil pontos. E esse novo capítulo de alta do índice de “blue chips” americanas não teria sido escrito sem ajuda da Apple, empresa de maior valor de mercado nas bolsas de Nova York.

Após ajustes, o Dow Jones terminou em alta de 0,24%, a 22.016,24 pontos. O índice alcançou na máxima intradia 22.036,10 pontos.

O S&P 500 conseguiu virar nos minutos finais e terminou em alta de 0,05% a 2.477,57 pontos, praticamente igualando o recorde de fechamento de 2.477,83 pontos. O Nasdaq encerrou sem variação a 6.362,64 pontos.

No S&P 500, os setores industrial, de serviços públicos e de tecnologia sustentaram o índice no positivo com altas de, respectivamente, 0,44%, 0,43% e 0,28%.

As ações da companhia da maçã, um dos 30 componentes do Dow Jones, subiram 4,72% no maior ganho individual do índice. A alta da Apple sozinha compensou as cinco maiores quedas.

A capitalização de mercado da Apple atingiu US$ 782,34 bilhões, com o papel valendo US$ US$ 157,14.

Com os 22 mil pontos de hoje, o Dow Jones registrou o terceiro marco de mil pontos do ano, série que começou com os 20 mil conquistados em 25 de janeiro. Pouco mais de um mês mais tarde, em primeiro de março, o indicador ultrapassaria os 21 mil pontos.

Apesar do avanço decisivo da Apple nesta quarta-feira, no caminho entre os 21 mil e os 22 mil pontos, a maior contribuição veio dos papéis da Boeing, que acrescentaram 380 pontos ao Dow Jones no intervalo, seguidos dos de McDonald’s, com adição de 171 pontos, das ações de UnitedHealth, que somaram 166 pontos e da dona do iPhone, com contribuição de 126 pontos.

Segundo Drexel Hamilton, analista da Brian White, as ações da Apple devem manter tendência de alta em meio ao ciclo de lançamento do smartphone que vai marcar os 10 anos do lançamento do iPhone. “Acreditamos que os investidores agora vão se sentir mais confiantes com o papel diante do ciclo do futuro iPhone 8, com lançamento esperado para os próximos meses”, afirmou.

Fonte: Valor Econômico

Ricardo Eletro - Finance One
LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Mais lidos

Dólar abre a semana em alta e fecha a R$ 3,1851
SÃO PAULO  -  O dólar cravou o maior patamar de fechamento em quase duas semanas frente ao real ...
Ibovespa cede 0,43% nesta segunda-feira, mas sustenta 75 mil pontos
SÃO PAULO  -  O Ibovespa cedeu nesta segunda-feira mais uma vez à realização de lucros e acomo...
Cenário externo puxa juros futuros de médio e longo prazo para cima
SÃO PAULO  -  As taxas de juros dos contratos de médio e longo prazos voltaram a apontar para ci...
Com horário de verão, bolsa fechará às 18h a partir de segunda-feira
SÃO PAULO  -  Com o início do horário de verão no Brasil a partir do próximo domingo (15), o ...
Ibovespa recua e dólar fica perto de R$ 3,19 com cena externa no foco
SÃO PAULO  -  O Ibovespa opera em queda nesta segunda-feira, dia de volume fraco de negócios por...
Ibovespa opera em baixa com Vale e siderúrgicas
SÃO PAULO  -  O Ibovespa volta a operar em queda nesta segunda-feira, dia de volume fraco de neg...

Publicidade