Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,200
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Euro R$ 3,760
Libra R$ 4,220
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do Dólar Hoje e Euro hoje


Ibovespa cede 0,43% nesta segunda-feira, mas sustenta 75 mil pontos

SÃO PAULO  –  O Ibovespa cedeu nesta segunda-feira mais uma vez à realização de lucros e acomodação dos investidores, embora tenha conseguido sustentar o patamar dos 75 mil pontos, em dia de liquidez reduzida com o feriado nos Estados Unidos que deixou os bancos no país fechados. O índice encerrou em queda de 0,43%, aos 75.727 pontos, limitando as perdas registradas ao longo do pregão, depois de atingir a mínima intradia de 75.181 pontos. O giro financeiro foi de R$ 4,8 bilhões.

Analistas, porém, continuam sustentando que, ao se manter no atual nível, o Ibovespa ainda segue em ritmo positivo no curto prazo e pode aproveitar a volta da liquidez no exterior para renovar o fôlego. O feriado de quinta-feira (12) no Brasil, no entanto, também pode fazer o mercado ficar mais ameno, sem grandes movimentações.

Para Pedro Galdi, analista de investimento da corretora Magliano, o índice ainda precisa de novos desdobramentos do lado político ou dados econômicos para recuperar o impulso. Sem isso, uma “realização saudável” continua em foco. “É difícil saber até onde essa realização pode ir, mas a tendência em si não mudou para o mercado, porque os elementos econômicos ainda estão firmes”, afirma.

As siderúrgicas, com destaque para a CSN (-3,41%, a R$ 9,90) e a Vale ON (-1,99%, a R$ 31,50) foram, mais uma vez, as grandes responsáveis pela baixa do Ibovespa. Segundo operadores, o movimento é de correção. No mês, a CSN tem alta de 3,02%, enquanto a Usiminas PNA ainda sobe 18%; com o recuo de hoje. Mas a Vale tem perda acumulada de 1,2%.

Pela manhã, relatório de análise gráfica do Itaú BBA destacou que a tendência de curto prazo para o índice continua, especialmente se mantido o nível dos 75.600 pontos. A primeira resistência para o Ibovespa, segundo o banco, está ainda nos 78 mil pontos, a partir do qual o movimento de alta deve seguir até o próximo objetivo de 82 mil pontos. “O mercado perdeu o suporte inicial em 76.400 pontos e poderá continuar o movimento de realização. Porém, se voltar a subir e superar a máxima em 78.000 pontos, voltará a força para cima”, afirmou o Itaú BBA, na análise.

Fonte: Valor Econômico

Ricardo Eletro - Finance One
LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Mais lidos

Dólar abre a semana em alta e fecha a R$ 3,1851
SÃO PAULO  -  O dólar cravou o maior patamar de fechamento em quase duas semanas frente ao real ...
Ibovespa cede 0,43% nesta segunda-feira, mas sustenta 75 mil pontos
SÃO PAULO  -  O Ibovespa cedeu nesta segunda-feira mais uma vez à realização de lucros e acomo...
Cenário externo puxa juros futuros de médio e longo prazo para cima
SÃO PAULO  -  As taxas de juros dos contratos de médio e longo prazos voltaram a apontar para ci...
Com horário de verão, bolsa fechará às 18h a partir de segunda-feira
SÃO PAULO  -  Com o início do horário de verão no Brasil a partir do próximo domingo (15), o ...
Ibovespa recua e dólar fica perto de R$ 3,19 com cena externa no foco
SÃO PAULO  -  O Ibovespa opera em queda nesta segunda-feira, dia de volume fraco de negócios por...
Ibovespa opera em baixa com Vale e siderúrgicas
SÃO PAULO  -  O Ibovespa volta a operar em queda nesta segunda-feira, dia de volume fraco de neg...

Publicidade