Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,128
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Euro R$ 3,753
Libra R$ 4,244
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do Dólar Hoje e Euro hoje


Ibovespa sobe 1% na sexta-feira e 2% na semana

SÃO PAULO  –  A elevação no preço das commodities no mercado internacional fez com que o Ibovespa fechasse em alta na sexta-feira. O índice subiu 1,09% aos 68.715 pontos e movimentou R$ 6,7 bilhões.

De acordo com operadores, o mercado de ações passou por uma correção de preços. Alguns papéis que foram considerados baratos tiveram aumento nas ordens de compra. Já as ações que mais caíram no dia foram justamente as que mais subiram na véspera, o que reforça a percepção de que os investidores ainda estão reticentes em assumir posições de longo prazo. Nesta semana, o Ibovespa subiu apenas 431 pontos entre o patamar de segunda-feira, de 68.284 pontos, e a sexta-feira, alta de 2,01%.

Com a alta de 3% dos contratos futuros de petróleo WTI no mercado internacional para US$ 48,51 o barril, as ações da Petrobras subiram. Os papéis preferenciais tiveram alta de 4,21% e os papéis ordinários, de 3,24%. 

Como juntas, as ações da Petrobras respondem por 8,108% da composição do Ibovespa, o movimento de alta influenciou de maneira positiva o índice. As ações ordinárias da Vale subiram 1,12%, acompanhando a alta de 3,4% no preço do minério de ferro cuja tonelada subiu para US$ 77,94.

Já a ação da BB Seguridade subiu 4,27%, a maior alta do dia entre os papéis do Ibovespa. De acordo com operadores, os papéis da empresa passam por uma correção já que os preços foram considerados baratos. A alta de hoje anula o resultado negativo do ano. A ação agora sobe 3,46% desde janeiro. 

O movimento de correção também é percebido pelas as ações dos bancos, que fecharam em baixa ontem, e hoje tiveram valorização. O destaque é para os papéis ordinários do Bradesco que subiram 3,76%.

Já as ações que mais caíram foram justamente as que mais subiram ontem. Os papéis da Kroton recuram 1,70% e os papéis da Suzano Papel e Celulose tiveram baixa de 0,41%. Esse movimento dos investidores reforça a pouca disposição em assumir posições de longo prazo. Com isso, o Ibovespa continua oscilando entre 68 mil e 69 mil pontos, mas sem forças para tentar alcançar os 70 mil pontos.

Fonte: Valor Econômico

Ricardo Eletro - Finance One
LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Mais lidos

Dólar resiste à pressão externa e cai com sinais de fluxo positivo
SÃO PAULO  -  O dólar terminou a sessão em queda, deixando para trás a pressão observada mais...
Dólar resiste à pressão externa e cai com sinal de fluxo positivo
SÃO PAULO  -  O dólar terminou a sessão em queda, deixando para trás a pressão observada mais...
Ibovespa oscila em dia de Fed, mas retoma os 76 mil pontos
SÃO PAULO  -  Em um dia que pressão por realização de lucros e reunião do Federal Reserve, o ...
Juros futuros reduzem queda após Fed, mas mantêm viés de baixa
SÃO PAULO  -  Os juros futuros reduziram a queda durante a tarde desta quarta-feira, seguindo a r...
Banco Central ganha R$ 1,275 bilhão com swaps em setembro até dia 15
BRASÍLIA  -  O Banco Central (BC) registra ganho de R$ 1,275 bilhão com as operações de swap c...
Mercados têm dia calmo, de olho nos juros dos EUA; Ibovespa recua
SÃO PAULO  -  Os mercados financeiros nacionais operam de olho na decisão do banco central dos E...

Publicidade