Câmbio – Fala de Yellen pode pressionar dólar nesta quarta-feira


São Paulo, 28/09 (Enfoque) –

O dólar comercial encerrou a sessão de ontem em queda, em dia que foi mais favorável aos negócios após uma segunda-feira de incertezas no cenário externo. Com isso, a divisa fechou o dia sendo negociada a R$ 3,2320.

Na jornada de hoje, as atenções estarão voltadas mais uma vez para a presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, que irá falar durante uma reunião do Comitê de Serviços Financeiros da autoridade monetária.

Mercado Externo

O destaque desta quarta-feira na agenda comercial será o indicador de pedidos de bens duráveis referente ao mês de agosto. A aposta do mercado é para uma queda de 1,9% no índice. Além disso, os analistas e investidores estarão atentos ao pronunciamento de Janet Yelle, titular do Fed.

Mercado Interno

Os dias que antecedem as eleições municipais são marcados por uma Brasília esvaziada, com a expectativa do mercado para a apresentação do texto da PEC do Teto Fiscal sendo apresentado na sexta-feira. O mercado pode receber com maus olhos a decisão do governo de adiar a divulgação do texto da proposta de reforma da Previdência.

Swap

O Banco Central anunciou que irá realizar nesta quarta-feira mais um leilão de swap cambial reverso, com duração de 10 minutos e marcado para ter início às 9h30. Serão ofertados até 5 mil contratos com vencimento em novembro ou dezembro deste ano, ou ainda em janeiro de 2017.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na segunda-feira (26) posição consolidada de US$ 377.707 milhões, sendo que sexta-feira (23) a posição era de US$ 377.381 milhões. A variação foi positiva em US$ 326 milhões. Confira o gráfico:

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 28/09/2016 08:21:49

CVC - Hoteis - Finance One

Câmbio – Dados dos EUA ditam rumos do dólar durante a semana


São Paulo, 26/09 (Enfoque) –

O dólar comercial encerrou a última semana acumulando queda de 0,8% cotado a R$ 3,2440. O período foi marcado pela expectativa e divulgação do resultado da reunião do Fomc. O comitê do Federal Reserve decidiu pela manutenção dos juros e indicou um ritmo de elevação das taxas menor do que o esperado.

A semana que tem início hoje traz importantes dados econômicos, como é o caso do PIB dos Estados Unidos, na quinta-feira, além também de indicadores locais, como o IGP-M de setembro. O cenário político local pode também trazer alguma influência para os negócios.

Mercado Externo

Dados importantes da agenda econômica dos EUA são esperados para dar ideia ao mercado da saúde do país. Números positivos podem indicar uma recuperação melhor do que a esperada pelos analistas, o que poderia modificar a politica monetária do Fed.

Mercado Interno

Na semana que antecede a eleição municipal, deve ser apresentado no Congresso o texto da proposta de Emenda Constitucional que prevê a limitação dos gastos. Apesar das propostas de emendas, a expectativa é que seja apresentado o texto proposto pelo Poder Executivo.

Swap

O Banco Central anunciou que irá realizar nesta sexta-feira mais um leilão de swap cambial reverso, com duração de 10 minutos e marcado para ter início às 9h30. Serão ofertados até 5 mil contratos com vencimento em novembro ou dezembro deste ano, ou ainda em janeiro de 2017.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na quinta-feira (22) posição consolidada de US$ 377.674 milhões, sendo que quarta-feira (21) a posição era de US$ 376.878 milhões. A variação foi positiva em US$ 796 milhões. Confira o gráfico:

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 26/09/2016 07:45:42

LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Câmbio – Decisão do Fomc decidirá rumos do dólar comercial


São Paulo, 21/09 (Enfoque) –

Na véspera da decisão do Fomc, em um cenário de cautela – apesar de tranquilo, o dólar comercial encerrou a jornada com desvalorização, chegando ao final do dia a R$ 3,2550. Dados externos contribuíram para o resultado.

Para a quarta-feira, além da tão esperada reunião do Federal Reserve, o mercado também irá repercutir a decisão do Banco do Japão, que anunciou hoje uma importante mudança em sua política de compra de ativos, o que vai evitar uma queda dos juros de longo prazo no país.

Mercado Externo

Nas últimas semanas membros do Federal Reserve deram sinais de que a taxa de juros americanos poderia ser modificada na reunião de setembro. No entanto, depois de algumas sessões de volatilidade, o quadro parece mais tranquilo com o aumento das apostas na manutenção das taxas. Porém, a cautela segue presente no mercado.

Mercado Interno

A cena política mais tranquila, ainda mais com a aproximação das eleições municipais e um arrefecimento nas discussões acerca das reformas, faz com que os acontecimentos locais percam um pouco de relevância. Com isso, as atenções estão voltadas para o exterior, principalmente para os EUA.

Swap

O Banco Central anunciou que irá realizar nesta quarta-feira mais um leilão de swap cambial reverso, com duração de 10 minutos e marcado para ter início às 9h30. Serão ofertados até 5 mil contratos com vencimento em outubro, novembro ou dezembro deste ano, ou ainda em janeiro de 2017.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na segunda-feira (19) posição consolidada de US$ 376.876 milhões, sendo que sexta-feira (16) a posição era de US$ 376.790 milhões. A variação foi positiva em US$ 86 milhões. Confira o gráfico:

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 21/09/2016 08:07:04

LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Câmbio – Cautela permance presente na véspera do Fomc


São Paulo, 20/09 (Enfoque) –

No primeiro dia da semana mais esperada de setembro, o dólar comercial registrou leve valorização de 0,2%, encerrando a R$ 3,2760. O cenário com poucos indicadores econômicos e a expectativa da reunião do Fomc traz cautela para os investidores.

A terça-feira será mais um dia com agenda fraca, o que abre mais uma vez espaço para especuladores e também a sensibilidade para qualquer sinal, por menor que seja, dos próximos passos do Federal Reserve.  

Mercado Externo

A terça-feira tem como destaque a divulgação do índice de casas iniciadas no país em agosto. Além disso, tem início hoje a tão esperada reunião do Comitê de Mercado Aberto do Fed, o Fomc. Apesar das especulações dos últimos dias, a maior parte do mercado acredita que a autoridade monetária americana não irá alterar a taxa de juros neste momento.

Mercado Interno

Com os olhos voltados para o Fed, em um cenário interno econômico ainda pouco favorável, os investidores seguem cautelosos. As negociações no Congresso para aprovar medidas como o limite de gastos dos estados permanecem no radar dos analistas e do mercado.

Swap

O Banco Central anunciou que irá realizar nesta terça-feira mais um leilão de swap cambial reverso, com duração de 10 minutos e marcado para ter início às 9h30. Serão ofertados até 5 mil contratos com vencimento em outubro, novembro ou dezembro deste ano, ou ainda em janeiro de 2017.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na sexta-feira (16) posição consolidada de US$ 376.790 milhões, sendo que quinta-feira (15) a posição era de US$ 377.143 milhões. A variação foi negativa em US$ 353 milhões. Confira o gráfico:

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 20/09/2016 08:20:42

LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Reserva Cambial – Posição consolidada em 13/9: US$ 376.929 milhões


São Paulo, 15/09 (Enfoque) –

As reservas cambiais do Brasil registraram na segunda-feira (13) posição consolidada de US$ 376.929 milhões, sendo que sexta-feira (12) a posição era de US$ 377.497 milhões. A variação foi negativa em US$ 568 milhões. Confira o gráfico:

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 15/09/2016 08:18:52

LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Câmbio – Agenda cheia nos EUA determina rumos do dólar nesta quinta-feira


São Paulo, 15/09 (Enfoque) –

A jornada de quarta-feira foi marcada por uma maior tranquilidade nos mercados internacionais depois de uma terça-feira nervosa. Mas isso não impediu uma nova valorização do dólar comercial, em um cenário que ainda é incerto no que diz respeito às taxas de juros da economia dos Estados Unidos.

Com uma jornada recheada de indicadores de destaque nos Estados Unidos, os investidores devem ficar atentos aos números. Com isso, a divisa pode ter um dia de perdas ou ganhos, tudo na dependência dos resultados.

Mercado Externo

A quinta-feira é o dia de maior movimento na agenda econômica da semana. Diversos indicadores serão divulgados, o que uma ideia mais clara da situação dos EUA e dará pistas dos próximos passos do Federal Reserve. O destaque fica para os das vendas do varejo e da produção industrial, além dos índices de atividade dos escritórios regionais do Fed da Filadélfia e de Nova York.

Mercado Interno

Por aqui, o cenário político segue com maior atenção dos investidores. A denúncia contra o ex-presidente Lula feita pelo Ministério Público Federal pode levar ao enfraquecimento da oposição contra Michel Temer e abrir espaço para aprovação das medidas do ajuste fiscal.

Swap

O Banco Central anunciou que irá realizar nesta quinta-feira mais um leilão de swap cambial reverso, com duração de 10 minutos e marcado para ter início às 9h30. Serão ofertados até 5 mil contratos com vencimento em outubro, novembro ou dezembro deste ano, ou ainda em janeiro de 2017.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na segunda-feira (13) posição consolidada de US$ 376.929 milhões, sendo que sexta-feira (12) a posição era de US$ 377.497 milhões. A variação foi negativa em US$ 568 milhões. Confira o gráfico:

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 15/09/2016 08:09:25

CVC - Hoteis - Finance One

Câmbio – Após forte alta do dólar, BC reduz oferta de swap cambial reverso


São Paulo, 14/09 (Enfoque) –

A jornada de terça-feira foi marcada pela forte valorização do dólar comercial, em meio a um cenário de incertezas com o temor em relação ao consumo de commodities, principalmente o petróleo, após divulgação da Agência Internacional de Energia (EIA). Com isso, a divisa encerrou a jornada a R$ 3,3220.

A quarta-feira sinaliza ser uma dia de recuperação para os mercados, o que deve levar a um recuo na cotação da moeda. Um grande sinal foi dado ontem pelo Banco Central aos mercados, quando a autoridade monetária anunciou ao final do dia a redução nas ofertas de contrato de swap cambial reverso. Alguns analistas acreditam que seja um recado de que a divisa estaria próxima de um patamar estimado pelo BC.

Mercado Externo

Após dois dias sem indicadores de destaque na agenda econômica, a quarta-feira traz a divulgação do índice de preços dos produtos exportados e importados pelos EUA. Os números não são de grande relevância para o mercado, mas qualquer ponto muito fora da curva pode dar pistas dos próximos passos do Federal Reserve.

Mercado Interno

Por aqui, a agenda econômica também segue fraca, o que faz com que os investidores voltem as atenções para fora e para as questões políticas. A missão do governo do presidente Michel Temer é mostrar aos mercados que ele conseguirá colocar em rumo a aprovação das reformas.

Swap

O Banco Central anunciou que irá realizar nesta quarta-feira mais um leilão de swap cambial reverso, com duração de 10 minutos e marcado para ter início às 9h30. Serão ofertados até 5 mil contratos com vencimento em outubro, novembro ou dezembro deste ano, ou ainda em janeiro de 2017.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na segunda-feira (12) posição consolidada de US$ 377.497 milhões, sendo que sexta-feira (9) a posição era de US$ 377.394 milhões. A variação foi positiva em US$ 103 milhões. Confira o gráfico:

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 14/09/2016 07:59:59

LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Câmbio – Especulações sobre reunião do Fomc domniam atenções na semana


São Paulo, 12/09 (Enfoque) –

Depois de uma semana mais curta, e com altos e baixos, o dólar comercial acumulou ganhos de 0,8% nos quatro dias do período, encerrando assim a R$ 3,2750. O resultado foi motivado pela tensão geopolítica gerada pela Coreia do Norte apos testes nucleares bem como sinais negativos dados pelos bancos centrais da Europa e dos EUA.  

O exemplo das duas últimas semanas, o período é mais uma vez de uma agenda mais fraca, com os dados de destaque, como números da inflação e das vendas do varejo, além da produção industrial, sendo divulgados somente na quinta e na sexta-feira. Por aqui, a cena política deve dominar as atenções.

Mercado Externo

Os primeiros dias da semana serão marcados pela ausência de indicadores de destaque. No entanto, os números da inflação, ao produtor e ao consumidor, bem como das vendas do varejo e produção industrial devem servir de parâmetro para o mercado interpretar quais serão os próximos passos do Federal Reserve.

Mercado Interno

A agenda da semana até reserva a divulgação de importantes indicadores de inflação, mas é no cenário político em que os investidores estarão atentos. Principalmente no que se refere aos passos que serão dados pelo governo para aprovação de reformas consideradas fundamentais para a recuperação da confiança do mercado na economia brasileira.

Swap

O Banco Central anunciou que irá realizar nesta segunda-feira mais um leilão de swap cambial reverso, com duração de 10 minutos e marcado para ter início às 9h30. Serão ofertados até 10 mil contratos com vencimento em outubro, novembro ou dezembro deste ano, ou ainda em janeiro de 2017.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na quarta-feira (8) posição consolidada de US$ 378.258 milhões, sendo que terça-feira (6) a posição era de US$ 378.250 milhões. A variação foi positiva em US$ 8 milhões.

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 12/09/2016 08:03:09

LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Câmbio – IPCA determina rumos do dólar nesta sexta-feira


São Paulo, 09/09 (Enfoque) –

O dólar comercial registrou na jornada de ontem leve valorização, em uma dia de altos e baixos e após o feriado de 7 de Setembro e a queda expressiva de terça-feira. A ausência de indicadores externos e a temperatura política arrefecida por conta da semana mais curta, contribuem para um cenário mais incerto.

As atenções estão voltadas hoje para o resultado do IPCA de agosto, que pode servir de base para que o mercado tente antecipar os próximos passos do Banco Central. Além disso, as propostas apresentadas pelo governo para a reforma trabalhista e da previdência podem determinar as chances de sucesso ou fracasso do ajuste fiscal.

Mercado Externo

A semana que já foi mais curta por conta do feriado do Dia do Trabalho na segunda-feira nos Estados Unidos, termina com uma sexta-feira sem indicadores de destaque na agenda semanal, o que faz com que os investidores trabalhem com especulações e também seguindo fatores externos.

Mercado Interno

A agenda econômica desta sexta-feira traz como principal destaque a divulgação dos números do IPCA de agosto. No campo político, o governo do presidente Michel Temer começa a testar suas forças com a apresentação da proposta de reforma trabalhista e da previdência social.

Swap

O Banco Central anunciou que irá realizar nesta sexta-feira mais um leilão de swap cambial reverso, com duração de 10 minutos e marcado para ter início às 9h30. Serão ofertados até 10 mil contratos com vencimento em outubro, novembro ou dezembro deste ano, ou ainda em janeiro de 2017.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na terça-feira (6) posição consolidada de US$ 378.250 milhões, sendo que segunda-feira (5) a posição era de US$ 377.376 milhões. A variação foi positiva em US$ 257 milhões. Confira o gráfico:

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 09/09/2016 08:18:28

CVC - Hoteis - Finance One

BC realiza leilão de swap cambial nesta quinta-feira


São Paulo, 08/09 (Enfoque) –

O Banco Central anunciou que irá realizar nesta quinta-feira mais um leilão de swap cambial reverso, com duração de 10 minutos e marcado para ter início às 9h30. Serão ofertados até 10 mil contratos com vencimento em outubro, novembro ou dezembro deste ano, ou ainda em janeiro de 2017.

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 08/09/2016 07:58:45

CVC - Hoteis - Finance One