Dólar fecha em queda de 0,31% a R$ 1,9150

Em uma jornada marcada pela queda nos mercados acionários e a expectativa do anúncio da mudança da regra da caderneta de poupança, o Banco Central encerrou o dia com queda de 0,31% a R$ 1,9150, a menor cotação do dia. Confira o gráfico:



Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
03/05/2012 16:43:33

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Dólar volta a operar no azul e vale R$ 1,9130

Após atingir o maior valor em mais de 6 meses na última sessão, quando voltou a recuperar a casa de R$ 1,90, o dólar comercial opera em alta mais uma vez na manhã desta quarta-feira, dia de agenda cheia e divulgação de importantes dados da economia global.
Neste momento, a moeda norte-americana avança 0,53%, e vale R$ 1,9130. Veja gráfico abaixo:


Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
02/05/2012 11:22:06

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

BC compra dólares a R$ 1,8448

O Banco Central realizou no início da tarde desta terça-feira um leilão para compra de dólares no mecado à vista de câmbio.
A operação, que durou, das 12h23 às 12h28, teve como taxa média aceita pela autoridade monetária R$1,8448

Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
17/04/2012 12:31:35

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
CVC - Hoteis - Finance One

BC compra dólares a R$ 1,8371

O Banco Central realizou no início da tarde desta segunda-feira um leilão  para compra de dólares no mercado à vista de câmbio. A operação, que durou das 12h18 às 12h23, teve como taxa média aceita pela autoridade monetária R$ 1,8371.



Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
16/04/2012 12:25:05

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Leilão do BC negocia dólar a R$ 1,84

O Banco Central (BC) mantém as atuações diárias no câmbio e voltou a comprar moeda americana em leilão no mercado à vista.
 
De acordo com comunicado do Departamento de Operações de Reservas Internacionais (Depin), a operação teve início às 11h48 e terminou às 11h53. A taxa negociada foi de R$ 1,84.
 
 
 
 

Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
13/04/2012 11:56:19

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Mudanças no IOF têm “caráter prudencial”, diz em nota Ministério da Fazenda

(Ag. Brasil) – A nova medida do governo para proteger o real na guerra cambial “tem caráter prudencial”, informou o Ministério da Fazenda. Decreto publicado hoje (12) no Diário Oficial da União eleva de três para cinco anos a cobrança de 6% do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas liquidações de operações de câmbio contratadas a partir dessa data, para ingresso de recursos no país (empréstimos externos).

De acordo com nota do Ministério da Fazenda, divulgada no início da tarde, a medida reforça a decisão de “reduzir o fluxo de capital especulativo que entra no país para obter ganhos com a diferença entre os juros praticados nos países avançados e a taxa básica de juros brasileira”.
A nota diz ainda que a ampliação do prazo reforça a decisão do governo, anunciada no dia 1º de março pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, de restringir a entrada de capital estrangeiro para aplicações de curto prazo no país.
De acordo com o decreto, a medida vale “nas liquidações de operações de câmbio contratadas a partir de 12 de março de 2012, para ingresso de recursos no país, inclusive por meio de operações simultâneas, referentes a empréstimo externo sujeito a registro no Banco Central, contratado de forma direta ou mediante emissão de títulos no mercado internacional com prazo médio mínimo até 1,8 mil dias: 6%”.

Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
12/03/2012 13:34:57

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
CVC - Hoteis - Finance One

Governo toma nova medida contra excessiva valorização do real frente ao dólar

(Ag. Brasil) – Decreto publicado hoje (12) no Diário Oficial da União eleva de três para cinco anos a cobrança de 6% do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas liquidações de operações de câmbio contratadas a partir dessa data, para ingresso de recursos no país (empréstimos externos). No dia 1º, o governo já tinha elevado de dois para três anos o prazo para a incidência do imposto nos empréstimos externos. Na prática, isso significa que o dinheiro terá de ficar mais tempo no país para evitar a taxação.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, já tinha avisado que o governo iria adotar medidas para defender o real e que a equipe econômica não ficará assistindo à guerra cambial de forma impassível.
De acordo com o decreto, a medida vale “nas liquidações de operações de câmbio contratadas a partir de 12 de março de 2012, para ingresso de recursos no país, inclusive por meio de operações simultâneas, referentes a empréstimo externo sujeito a registro no Banco Central, contratado de forma direta ou mediante emissão de títulos no mercado internacional com prazo médio mínimo até 1.800 dias: 6%”.
No ano passado, o governo já havia anunciado a cobrança de IOF nessas operações de empréstimos de empresas e bancos no exterior. Inicialmente, ficou estabelecido que empréstimos com menos de 360 dias pagariam IOF. Depois, o prazo foi estendido para 720 dias (dois anos). Na época, a ideia do governo era não só conter a queda da moeda, mas também a excessiva oferta de crédito na economia brasileira.
A valorização excessiva do real prejudica as exportações pois os produtos brasileiros ficam mais caros no exterior, dificultando a venda nos mercados estrangeiros que, diante da crise, têm desvalorizado muitas vezes superficialmente suas moedas. Por outro lado, afeta a indústria nacional que tem dificuldade de concorrer com produtos estrangeiros cada vez mais baratos diante da desvalorização do dólar.

Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
12/03/2012 09:16:10

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
CVC - Hoteis - Finance One

Leilão do BC negocia dólar a R$ 1,7346

O Banco Central (BC) mantém as atuações diárias no câmbio e voltou a comprar moeda americana em leilão no mercado à vista.
 
De acordo com comunicado do Departamento de Operações de Reservas Internacionais (Depin), a operação teve início às 15h55 e terminou às 16h00. A taxa negociada foi de R$ 1,7346.

Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
05/03/2012 16:02:27

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
CVC - Hoteis - Finance One

Leilão do BC negocia dólar a R$ 1,7260

 
O Banco Central (BC) mantém as atuações diárias no câmbio e voltou a comprar moeda americana em leilão no mercado à vista.
 
De acordo com comunicado do Departamento de Operações de Reservas Internacionais (Depin), a operação teve início às 16h04 e terminou às 16h09. A taxa negociada foi de R$ 1,7260.

Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
02/03/2012 16:13:20

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
LATAM - Ofertas Brasil - Finance One

Leilão do BC negocia dólar a R$ 1,7112

 
O Banco Central (BC) mantém as atuações diárias no câmbio e voltou a comprar moeda americana em leilão no mercado à vista.
 
De acordo com comunicado do Departamento de Operações de Reservas Internacionais (Depin), a operação teve início às 14h59 e terminou às 15h04. A taxa negociada foi de R$ 1,7112.

Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
23/02/2012 15:11:22

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Quinta Preço Certo - Netfarma
CVC - Hoteis - Finance One