Bolsas acentuam perdas; Bovespa cai mais de 1% e volta aos 62 mil pontos

A Bolsa de Valores de São Paulo opera em queda acentuada na tarde desta segunda-feira, dia de perdas globais.

Neste momento, a Bolsa Paulista registra desaceleração de 1,04%, e é cotada aos 62755 pontos. Lideram a lista de maiores altas do índice as ações da Natura, com +2,32%, da Redecard, com alta de 1,75%, e da Copel, com +1,58%.

 

Em sentido oposto, os ativos da Brasken perdem 4,21% e estão no topo da lista de maiores quedas, seguidas pelas ações da Rossi residencial, com -3,92%, e da TAM, com queda de 3,69%.

 

Veja gráfico do ibov abaixo:

 

 



Fonte: Enfoque Informações
Financeiras
Ltda.


Recebido em:
17/05/2010 12:48:40

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras
MercadoPago-01-300x250_cheio-Finance-One
CVC - Hoteis - Finance One

Bovespa opera estável, aos 63431 pontos, em dia de cautela nos mercados

A
Bolsa de Valores de São Paulo opera em leve alta na manhã
desta segunda-feira, dia de instabilidade dos mercados
acionários globais, que acompanham a divulgação de
resultados da economia global.

 

Entre
eles, A atividade manufatureira da região de Nova York melhorou
em um ritmo mais lento em maio, informou nesta segunda-feira o Banco
Central de Nova York. O índice Empire State Manufacturing,
medido pelo ISM, desacelerou para 19,1 em maio, contra 31,9 de abril.

 

No
Brasil, destaque para o Relatório Focus. Pela 17ª semana
consecutiva, os analistas ouvidos pelo Banco Central elevaram a
projeção do IPCA para o final de 2010. Segundo o
levantamento, o índice oficial de inflação
deverá fechar o ano em 5,54%, contra 5,50% estimado na semana
passada. Para 2011, a aposta foi mantida em 4,8%.

 

Neste momento, a Bovespa tem +0,03%, aos 63431 pontos. Veja gráfico abaixo:



Fonte: Enfoque Informações
Financeiras
Ltda.

Recebido em:
17/05/2010 10:52:33

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

CVC - Promo Verão - Finance One
LATAM - Destinos Nacionais - Finance One

BM&FBOVESPA inicia hoje a negociação dos novos contratos de etanol com liquidação financei

A BM&FBOVESPA inicia hoje a negociação dos novos contratos futuro e de opções sobre futuro de etanol. O contrato futuro de etanol hidratado com liquidação financeira e formação de preço da região de Paulínia (SP) está autorizado para negociação a partir do vencimento junho de 2010 e pode ser negociado pelo código ETH, das 9h às 15h15. Cada contrato futuro é cotado em reais, tem 30 metros cúbicos (30.000 litros) e vencimento no último dia útil do mês de vencimento do contrato. A oscilação de preço máxima diária será de 6,5% para mais ou para menos, em relação ao preço de ajuste do dia anterior.

A partir de hoje também estão disponíveis para negociação os contratos de opção de compra e venda sobre futuro de etanol hidratado. As opções são do tipo americano e podem ser exercidas a partir do dia útil seguinte ao de negociação da opção até a data do vencimento desta. A unidade, o código, os horários de negociação e os vencimentos são os mesmos válidos para o contrato futuro.


Liquidação do contrato terá indicador criado pela Bolsa e Cepea

Assim como os contratos futuros de boi gordo e milho, o novo contrato de etanol terá liquidação financeira. Ela será realizada utilizando o Indicador de Preços Disponível do Etanol Hidratado Paulínia (SP) Esalq-BM&FBOVESPA. O indicador passou a ser divulgado em 31 de março de 2010, e é coletado pelo Centro de Pesquisas em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP).

A formação de preço na região de Paulínia foi escolhida por ser o maior polo de distribuição de combustíveis no Brasil. O novo contrato foi discutido com toda a cadeia produtiva do etanol por meio da Câmara Consultiva de Açúcar e Etanol da BM&FBOVESPA.


Instrumentos para redução de risco de preço e proteção

O objetivo da BM&FBOVESPA com o lançamento dos novos contratos é contribuir para a redução do risco de preço dos participantes do mercado de etanol no Brasil, um dos setores mais dinâmicos da economia latino-americana. Os novos contratos devem trazer mais participantes para o mercado de etanol e promover a eficiência na comercialização do produto.

A liquidação financeira possibilita atrair a participação de usinas e distribuidores de combustível, por permitir a fixação de preços e a oportunidade de arbitragem entre os preços do mercado físico e do mercado futuro. Participantes como pessoas físicas, tesourarias de bancos e investidores estrangeiros também podem contribuir para o crescimento das negociações.

O contrato de etanol anidro, com liquidação física, cotado em dólar e com formação de preço no Porto de Santos, continuará sendo negociado na BM&FBOVESPA.



Fonte: Enfoque Informações
Financeiras
Ltda.


Recebido em:
17/05/2010 08:50:33

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras
CVC - Promo Verão - Finance One
CVC - Hoteis - Finance One