No Egito, eleitores vão às urnas escolher futuro presidente entre 12 candidatos

(Ag. Brasil) – Pela primeira vez nos Egito, desde a renúncia do ex-presidente egípcio Hosni Mubarak há 15 meses, 51 milhões de eleitores vão às urnas hoje (23) e amanhã (24) para escolher o futuro presidente. As eleições devem ocorrer em dois turnos, e os primeiros resultados vão ser anunciados no domingo (27). O segundo turno ocorrerão nos dias 16 e 17 de junho. No total, 12 candidatos disputam as eleições.

Desde a renúncia de Mubarak, em fevereiro de 2011, uma Junta Militar governa o Egito. Manifestantes, no entanto, queixam-se do governo informando que há privilégios aos militares e dificuldades para pôr em prática medidas democráticas. Autoridades brasileiras acompanham o processo eleitoral no país e devem se manifestar oficialmente depois do segundo turno.
Há, ainda, dúvidas sobre o processo de transição política no país. O marechal Hussein Tantawi, chefe da Junta Militar, disse que pretende fazer a transmissão do cargo ao presidente eleito em junho.
País mais populoso do chamado mundo árabe, o Egito tem 82 milhões de habitantes, que escolherão um entre 12 candidatos, depois de dez nomes terem sido rejeitados e uma pessoa ter desistido de concorrer às urnas. No país, situado no Norte da África, a votação termina por volta das 20 horas (15 horas em Brasília). As eleições ocorrem no momento em que o clima de tensão e revolta ainda persiste na região.
Os principais candidatos que estão na disputa são o secretário-geral da Liga Árabe e ex-ministro dos Negócios Estrangeiros de Mubarak Amr Moussa, o último primeiro-ministro de Mubarak, Ahmad Chafiq, um religioso muçulmano, mas que se apresenta como independente, Abdel Moneim Abul Foutouh, e o candidato da Irmandade Muçulmana, Mohammed Morsi.
Também concorrem à Presidência da República no Egito Hamdine Sabbahi (do partido Nnacionalista Árabe), o religioso muçulmano Selim Al Awa e o ativista de direitos humanos Khaled Ali. De acordo com analistas políticos, o resultado das eleições está nas mãos dos eleitores indecisos.
Na última pesquisa de opinião, elaborada pelo instituto Baseera, em 16 de maio, 2,2 mil pessoas foram ouvidas. Shafiq aparece na frente com 19,3%, seguido por Mussa, com 14,6%, e Abul Fotouh com 12,4%. Mas 33% dos entrevistados se disseram indecisos.


Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
23/05/2012 08:31:45

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)