Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,129
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Euro R$ 3,745
Libra R$ 4,234
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do Dólar Hoje e Euro hoje


Superávit comercial supera os US$ 45 bilhões no acumulado do ano


São Paulo, 19/12 (Enfoque) –

A balança comercial brasileira alcançou superávit de US$ 45,005 bilhões com o resultado da terceira semana de dezembro. O superávit registrado no período foi de US$ 864 milhões, resultado de exportações no valor de US$ 3,969 bilhões e importações de US$ 3,105 bilhões.

No mês, as exportações somam US$ 8,785 bilhões e as importações, US$ 7,057 bilhões, com saldo positivo de US$ 1,728 bilhão. No ano, as exportações totalizam US$ 178,088 bilhões e as importações, US$ 133,083 bilhões, gerando saldo positivo de US$ 45,005 bilhões.

Análise da semana

A média das exportações da terceira semana chegou a US$ 793,8 milhões, 15,3% acima da média de US$ 688,2 milhões até a segunda semana, em razão do aumento de 24% nas exportações de produtos manufaturados e de 20,6% nas vendas de produtos básicos. Por outro lado, decresceram as vendas de produtos semimanufaturados (-13,8%).

Entre os produtos manufaturados, foram destaque aviões, automóveis de passageiros, açúcar refinado, veículos de carga e produtos laminados planos de ferro e aço. Já entre os produtos básicos, minério de ferro, petróleo em bruto, farelo de soja, soja em grão e milho em grão contribuíram para o resultado positivo.

Do lado das importações, houve crescimento de 10% sobre igual período comparativo, explicado, principalmente, pelo aumento nos gastos com combustíveis e lubrificantes, equipamentos eletroeletrônicos, adubos e fertilizantes, instrumentos de ótica e precisão e plásticos e obras.

Análise do mês

Nas exportações, comparadas as médias até a terceira semana de dezembro de 2016 (US$ 732,1 milhões) com a média de dezembro de 2015 (US$ 762,9 milhões), houve queda de 4%, em razão da diminuição nas vendas de produtos básicos (-9,8%) e manufaturados (-2,2%). Por outro lado, aumentaram as vendas de produtos semimanufaturados (3,5%).

Em relação a novembro de 2016 (média diária de US$ 811 milhões), houve diminuição de 9,7%, em virtude da queda nas vendas das três categorias de produtos: manufaturados (-15,7%), semimanufaturados (-4,9%) e básicos (-4,2%).

Nas importações, a média diária até a terceira semana de dezembro de 2016 (US$ 588 milhões) ficou 22,7% acima da média de dezembro de 2015 (US$ 479,2 milhões). Nesse comparativo, aumentaram os gastos, principalmente, com equipamentos eletroeletrônicos, veículos automóveis e partes, instrumentos de ótica e precisão, equipamentos mecânicos e farmacêuticos.

Ante novembro de 2016, houve crescimento de 2,6%, pelos aumentos em combustíveis e lubrificantes, instrumentos de ótica e precisão, farmacêuticos, equipamentos mecânicos e adubos e fertilizantes.

Divulgação

A Secex informa que não haverá divulgação dos dados da balança comercial na próxima segunda-feira, 26 de dezembro

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 19/12/2016 15:04:13

Ricardo Eletro - Finance One
CVC - Hoteis - Finance One

Mais lidos

Dólar acumula alta de 0,45% na semana
SÃO PAULO  -  O comportamento do câmbio doméstico foi novamente direcionado pelo exterior. Em d...
Ibovespa registra queda de 0,48% na semana, com realização de lucros
SÃO PAULO  -  Os investidores decidiram realizar lucros nos últimos dias e o Ibovespa encerrou a...
Mercado de juros futuros tem dia de ajustes de olho em Selic e fiscal
SÃO PAULO  -  O mercado de juros futuros tomou a sessão desta sexta-feira para executar alguns a...
Ibovespa recua e dólar está abaixo de R$ 3,13 seguindo cena externa
SÃO PAULO  -  Depois de registrar a mínima intradia dos 75.029 pontos, o Ibovespa opera no come...
Com cautela no exterior, Ibovespa segue em queda com correção
SÃO PAULO  -  O mercado local aproveita mais uma vez as intensas altas registradas nas últimas s...
Dólar cai seguindo ajuste no mercado externo e sai na casa de R$ 3,13
SÃO PAULO  -  O dólar volta a cair nesta sexta-feira, num movimento alinhado ao exterior. Após ...

Publicidade