Início Criptomoeda Conheça as 16 melhores plataformas para compra e venda de Bitcoin

Conheça as 16 melhores plataformas para compra e venda de Bitcoin

35
Três criptomoedas
4.2
(277)

Realizar a compra e venda de Bitcoin é bem simples. Na maioria das vezes, as negociações ocorrem em sites chamados “exchanges”, que são plataformas de negociação de criptomoedas.

Um dos primeiros passos para quem decide investir em Bitcoin ou outras moedas virtuais é escolher uma boa corretora. Muitos optam por empresas estrangeiras nesse caso, mais experientes e de maior porte nesse segmento. Mas como escolher uma confiável e boa?

Neste artigo, separamos 16 corretoras renomadas do exterior, com algum histórico e indicações e as razões pelas quais são boas opções para iniciar com o Bitcoin. Confira!

1 – Binance

Caso pretenda comprar criptomoedas com taxas mais favoráveis e com a possibilidade de armazenamento em carteiras, o Binance é atualmente uma das soluções mais estáveis e seguras.

Esta plataforma oferece uma seleção completa de moedas digitais para compra e venda, desde as mais estáveis às mais desconhecidas, dando liberdade ao investidor para tomar as suas decisões.

Além disso, oferece várias opções de investimento, desde a compra e venda, às poupanças e outras soluções com maior risco. Tem também disponível um cartão bancário que pode pedir de forma gratuita para fazer compras com as suas criptomoedas.

2 – Foxbit

Primeiramente, a Foxbit possui sede em São Paulo e foi criada por João Canhada e Guto Schiavon em 2014. Ela realiza negociações em Bitcoin, Ether, Litecoin, TrueUSD e XRP.

Além disso, a abertura de conta é gratuita e pode ser realizada pelo celular.

3 – Coinext

A Coinext é uma das principais exchanges de bitcoin brasileiras. Fundada em 2018 por três sócios, logo em seu primeiro ano foi a exchange que mais ganhou mercado (Market share) no Brasil, segundo relatório da XDEX.

As moedas listadas lá são as maiores do criptomercado. Ou seja, Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Ripple, Bitcoin Cash e USD Tether.

4 – Revolut

Uma das formas mais simples de negociar criptomoedas é através da conta Revolut. A abertura de uma conta é gratuita e simples e permite facilmente aceder ao trading de ações e cryptos.

Através da aplicação, pode transformar o saldo à ordem em moedas digitais, podendo depois usufruir da sua valorização e desvalorização para tirar dividendos.

Neste caso, é importante referir que através desta plataforma não é possível guardar as criptomoedas em carteiras externas, ficando apenas limitado à sua compra e venda no Revolut.

5 – Novadax

Antes de mais nada, a NovaDAX é uma exchange brasileira que atua globalmente e oferece diversos serviços para negociação de criptomoedas.

A exchange faz parte do grupo chinês – Abakus – e atua com um time de atendimento, comercial e marketing local. Por isso, une o melhor dos dois países – tecnologia de ponta e ótimo atendimento ao público.

Então, o grupo Abakus tem escritórios em vários países como, Estados Unidos, Brasil, Suíça, diversos países no sudeste asiático e a matriz em Pequim, na China.

6 – BitcoinToYou

A BitoinToYou é uma das exchanges de bitcoin brasileiras mais tradicionais do mercado, funciona desde 2010 para facilitar a compra e venda de ativos digitais.

Sobretudo, com uma base de 350 mil clientes ativos, ela é uma das maiores do país. A exchange conta também com atuação internacional.

Dessa forma, une a tradição com boas oportunidades de negócios.

7 – Mercado Bitcoin

Fundada em 2013, o Mercado Bitcoin está entre as 50 exchanges mais confiáveis do mundo, segundo o Blockchain Transparency Institute (BTI).

Além disso, a empresa já conta com mais de 1.800.000 clientes e, apenas em 2019, aproximadamente R$12 bilhões foram negociados pela plataforma.

8 – BitcoinTrade

A corretora foi fundada em 2017 e é considerada uma das mais seguras da América Latina, já que possui armazenamento off-line, o que reduz o risco da perda de criptomoedas.

Ainda assim, a BitcoinTrade também possui o certificado EV SSL de autenticidade e utiliza dupla verificação em suas operações.

9 – Braziliex

Em primeiro lugar, a Braziliex é uma exchange brasileira fundada em 2017. É conhecida por disponibilizar EthereumTetherLitecoin e mais 10 Altcoins disponíveis no mercado de criptomoedas para negociação além do Bitcoin.

10 – Brasil Bitcoin

Fundada em 2018, a corretora já negociou mais de R$300 milhões desde sua fundação, bem como realizou mais de 300 mil transações e conta com mais de 70 mil clientes.

11 – BitBlue

Outra opção de plataforma para compra e venda de Bitcoin é a fintech BitBlue. Para quem não conhece, ela é o braço de operações de criptomoedas da operadora B&T. 

Uma das principais vantagens da plataforma, que foi lançada em 2018, é a integração dos principais ativos com o sistema bancário. Isso possibilita agilizar a transferência de valores, além disso as taxas de ordem são abaixo da média do mercado.

Vale ressaltar ainda que a corretora de Bitcoin exige dos clientes identificação e está sempre investindo em tecnologia da informação. O principal objetivo é oferecer uma maior proteção e segurança nas transações realizadas.  

12 – Walltime

A Walltime foi eleita a melhor plataforma de exchange quatro vezes pelos investidores. Ela está em operação no Brasil desde 2013 e é considerada a mais segura do país.

Uma das grandes vantagens da Walltime é a facilidade de mexer na plataforma, além de ela ser totalmente em português o que deixa mais simples a usabilidade e experiência do usuário.

E para garantir a segurança do cliente, todos os fundos depositados são guardados em diversas carteiras criptografadas.

13 – Coinex

Fundada em 2017, a CoinEx é uma exchange de ativos digitais com presença global em mais de 100 países, onde conta com mais de 2 milhões de usuários cadastrados. Por isso, a plataforma conta com diversos idiomas disponíveis, incluindo o português.

A plataforma da corretora permite a compra e venda de mais de 500 criptomoedas, que resultam em 768 pares de negociação.

14 – Bitstamp

Considerada uma das corretoras mais seguras do mundo, a Bitstamp opera com Bitcoin e mais algumas das principais criptomoedas. O processo de verificação das contas, contudo, é bastante demorado – até pela questão da segurança.

15 – BitMEX

Uma opção interessante para investidores mais experientes no mercado de Bitcoin e criptomoedas, pois além de operações normais com moedas virtuais, oferece possibilidades de investimento em futuros e derivativos do segmento.

16 – Bitso

A Bitso é uma exchange de criptomoedas com mais de 3 milhões de usuários ativos e que ganhou popularidade por prezar pela segurança e pela transparência nas operações. Na Bitso, você encontra mais de 25 moedas para comprar, vender e guardar.

Os diferenciais da Bitso são:

  • É regulada e licenciada por Gibraltar, um dos territórios com as regulações mais rígidas e avançadas na área de criptomoedas do mundo;
  • As criptomoedas possuem seguro – se suas moedas forem roubadas, o seguro cobre;
  • Possui suporte com acesso fácil e idioma em português;
  • A plataforma é amigável e oferece tutoriais;
  • Aceita depósitos em PIX;
  • As taxas de depósito e saque são baixas ou gratuitas;
  • O aplicativo está disponível para IOS e para Android;
  • Não existe valor mínimo para sacar e depositar reais.

Como escolher a melhor exchange para compra e venda de Bitcoin?

O primeiro passo para garantir que você realize suas operações em uma exchange segura é conhecer o seu histórico e reputação.

Com os investimentos em criptomoedas se tornando mais comuns nos últimos anos, surgiram no país várias corretoras falsas, que promovem golpes e acabam deixando o investidor no prejuízo.

Portanto, é necessário pesquisar o histórico da exchange. Cheque dados básicos sobre ela, por exemplo:

  • CNPJ;
  • Contatos telefônicos;
  • E-mail;
  • Endereço físico.

Também é recomendado procurar saber sobre o histórico dos sócios da exchange para compra e venda de Bitcoin, assim como verificar nos sites dos tribunais da Justiça se existem processos contra os donos ou a exchange.

Outro fator importante é a oferta de criptomoedas. Se o seu objetivo é diversificar os investimentos para incluir criptomoedas que vão além das mais populares, é imprescindível conhecer quais as criptomoedas oferecidas.

Também procure conhecer as regras envolvendo a retirada dos investimentos. E, claro, a liquidez é um ponto que merece a atenção antes de escolher a exchange.

Aquelas que apresentam um baixo volume de negociação também terão uma baixa liquidez, ou seja, terão mais dificuldade em converter o ativo digital em caixa.

Portanto, se o seu investimento exige uma urgência maior ao converter para uma moeda fiduciária, é interessante optar por uma exchange de liquidez maior.

Ranking da Forbes com as melhores corretoras de criptomoedas do mundo

Para facilitar a compra e venda de Bitcoin para você, a revista Forbes elaborou o ranking das 60 melhores corretoras de criptomoedas do mundo.

O Forbes Digital Assets classificou as corretoras de acordo com dez critérios diferentes (vide a Metodologia de classificação abaixo) que vão das providências de segurança cibernética e taxas de negociação ao apoio institucional e à conformidade regulatória, à qual atribuímos um peso maior.

Confira as 10 primeiras:

1 – Coinbase
2 – Kraken
3 – Robinhood
4 – Crypto.com
5 – FTX
6 – Binance
7 – Huobi Global
8 – Gemini
9 – GMO Coin
10 – eToro

+ Exchanges de criptomoedas: entenda o que são e como funcionam

Compra e venda de Bitcoin de pessoas físicas

Também é possível realizar a compra e venda de Bitcoin de pessoas físicas. Nesse sentido, os interessados deverão ter as suas respectivas carteiras bitcoin e contas bancárias em caso de troca por moeda fiduciária.

Contudo, a transferência bancária para a disponibilidade de moeda fiduciária pode levar dias. Além de ter a necessidade de várias confirmações de transação na rede.

Bitcoin é uma moeda digital sem a interferência de bancos

Esse processo visa garantir a disponibilidade da criptomoeda na carteira Bitcoin. Porém, essa demora, em muitos casos, é onde acontecem os casos de fraude.

A fraude ocorre porque uma das partes não cumpre o seu compromisso. Ou uma das partes não envia a transferência bancária ou cancela logo de notificar a sua contraparte.

Caixas automáticos e lojas físicas

Em alguns países já existe a possibilidade de Compra e venda de Bitcoin em caixas automáticos. Dependendo da sua capacidade, é possível trocar criptomoedas por dinheiro (o mais comum) ou também vender bitcoins por ele.

Para utilizar uma caixa de bitcoins, o usuário deve ter uma carteira de criptomoedas em qualquer dispositivo de fácil mobilidade.

+ Caixas eletrônicos de criptomoedas: saiba o que são e como funcionam

Também existem milhares de lojas físicas ou quiosques ao redor do mundo. Elas permitem comprar bitcoins com dinheiro ou cartões de débito.

Tal como os caixas automáticos, os quiosques cobram uma porcentagem fixa da quantia da transação executada (tipicamente 5% e 16%).

Gostou do nosso conteúdo? Confira agora como funciona a mineração de criptomoedas.

O que achou disso?

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 277

Seja o primeiro a avaliar este post.

O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

35 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom, na minha lista particular eu só acrescentaria a BitPreço, esse marketplace descomplicou pra mim o Bitcoin.

    • Olá, Elievelton. Tudo bem?
      Ficamos muito felizes em ajudar. Fique de olho aqui no FinanceOne que sempre publicamos novos conteúdos sobre Bitcoin.

    • Olá, Samya. Tudo bem?
      Nesse caso, recomendamos que você entre em contato com as plataformas. Isso porque os valores e taxas são variáveis.

  2. Gostaria de poder pagar a fatura do cartão com saldo em Cripto.
    Já passou da hora de cartões de todas as bandeiras, aceitarem os pagamentos pelas blockchains, as bandeira que conseguir primeiro, vai fazer história e vai sair na frente.

  3. Infelizmente essas cripto-moeda Bitcoin é tudo trama depois que você colocar o dinheiro lá, ou converter mesmo, você não recebe mais nenhum centavo, só quem tem acesso é os corretores e as pessoas físicas nunca que consegue entrar, foi o que aconteceu com uma pessoa próxima que conheço, e tudo propaganda enganosa.

    • Olá, José! Tudo bem?
      O mercado de criptomoedas é altamente rentável para muitas pessoas. No entanto, é fundamental entender como funciona e os riscos envolvidos. Se teve problemas com a corretora, recomendamos que entre em contato com ela para tentar solucionar a situação.

  4. É tudo propaganda enganosa, dizem que perderam a licença, só para enganar os clientes, dizem que o dinheiro só sai do banco se declarar e fica pedindo mais dinheiro, quem cair nas lábias desses povos, vão perder todo dinheiro.

    • Eu já vi de tudo nesses comentários, mas sinceramente, você é a pessoa mais desinformada do planeta a respeito do mundo dos criptoativos.

    • Esses comentários sempre existiram e vão existir, em 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015… 2019, 2020… e futuramente em 2030… 2040… 2050… nem adianta perder tempo com esse povo.

  5. Interessante saber dessa lista, só faltou a bitpreço pra ser um artigo completo e sem viés nenhum. De qualquer forma, parabéns pelo artigo.

  6. Não tenho conhecimento do funcionamento, porém gostaria de saber se e possível investir em várias criptomoedas de uma só vez . , Assim como em acoes

  7. Boa noite.

    Meu nome é Luciano,
    Vendi algumas NFT’s para um cidadão e ele me pagou em BTC em uma plataforma chamada Trustpay.club, porém estou com dificuldades para transferir para minha conta da Binance.
    Gostaria de saber se vocês conhecem essa plataforma e se é confiável porque eles estão querendo que eu faça um “depósito de seguro” em BTC para que eu possa fazer transferências para uma conta externa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui