Início Notícias Finanças Pessoais Confira 5 dicas para se proteger de boleto falso e não cair...

Confira 5 dicas para se proteger de boleto falso e não cair no golpe

0
homem olhando para mesa e com as mão na cabeça preocupado
0
(0)

O leque de golpes criados para fazer vítimas é grande. E entre os vários tipos de golpes que existem, um se destaca mais entre a população: é o boleto falso. Usado de uma maneira muito simples, o golpe existe há muito tempo, mas continua sendo uma forma dos golpistas de aplicarem o golpe e traz muita dor de cabeça para quem cai.

E o golpe do boleto falso pode chegar de diversas maneiras: através do e-mail, por WhatsApp e até mesmo no formato de boleto impresso. Há também os golpistas que entram em contato via call center para obter informações de contratos legítimos de instituições financeiras.

Pensando nisso, é possível se precaver do golpe de boleto falso? O que é necessário verificar? Vamos listar 5 dicas para você não cair na fraude do boleto falso. Continue a leitura para saber mais!

O que é um boleto bancário

Antes de falar sobre a fraude do boleto falso, é preciso entender o que é um boleto bancário para pagamento. De forma simples, o boleto bancário nada mais é do que um documento de cobrança que pode ser gerado por qualquer empresa.

Por isso, ele apresenta alguns benefícios: possibilita às pessoas que não têm cartão de crédito ou que não possuem conta em banco a comprarem um produto ou adquirir um serviço.

Isso porque, com a emissão do boleto, o cliente pode pagar uma determinada conta utilizando dinheiro em espécie.

Agora que você já sabe sobre o que é um boleto bancário, falaremos a seguir como se prevenir de cair no golpe do boleto falso.

+ Boletos em atraso: saiba como calcular multa e juros

+ Entenda o que significa cada campo do boleto bancário

Como não cair no golpe do boleto falso

Há alguns indícios que ajudam a identificar se o documento é falso ou não antes que você se torne uma vítima deste tipo de cilada. A seguir, confira algumas dicas:

1. Verifique o código de barras

É possível conferir algumas características nos boletos falsos que podem ser verificadas por quem está em dúvida se o documento é ou não verdadeiro.

O primeiro passo, por exemplo, é verificar os últimos dígitos do código de barras do valor que deve ser pago. Caso eles sejam diferentes, é muito provável que o boleto não seja verdadeiro.

Além disso, se após verificar os últimos dígitos você ainda continuar duvidando, então veja se os primeiros dígitos do código de barras são do banco emissor.

O código da Caixa Econômica, por exemplo, é 104. Por isso, os boletos começam com 104. É possível consultar a numeração de todas as instituições bancárias no site da FEBRABAN.

2. E-mails com urgência: “atenção! pague este boleto”

Outra estratégia clássica do golpe do boleto é utilizar um e-mail alarmista para enviar o documento falso. Normalmente, os golpistas enviaram supostas cobranças com títulos alarmistas.

Caso você receba uma mensagem de cobrança que você não se lembra de ter passado o e-mail para a empresa e, além disso, apresenta títulos com teor urgente, então desconfie! Geralmente, os golpistas utilizam os seguintes títulos: “Urgente! Você tem até hoje para pagar essa dívida” ou “Sua conta será suspensa por falta de pagamento”.

3. Confirme qual empresa está cobrando pelo boleto

Se o boleto é emitido por uma instituição financeira, veja a reputação dela no Reclame Aqui, por exemplo, para se certificar em primeiro lugar que ela realmente existe.

Caso a cobrança esteja sendo feita através de uma empresa especializada, veja junto ao credor se ela está autorizada a negociar o débito.

Confira as dicas de como não cair no golpe do boleto falso

Nas compras online, a dica é: prefira realizar o pagamento utilizando outros meios e faça sempre as compras em locais seguros. Plataformas como Mercado Pago, por exemplo, oferecem mais segurança na hora da transação.

+ Como cancelar compras no Mercado Pago? Confira o passo a passo

4. Atenção aos erros de gramática no boleto

A nossa quarta dica é sobre ortografia e gramática! Em alguns casos, o boleto falso pode apresentar alguns erros, mas que em uma primeira leitura tendem a passar despercebidos.

Por isso, cheque com atenção os dados pessoais, como nome completo e CPF, por exemplo. E, além disso, verifique se há erros ortográficos, pois são erros comuns em casos de golpes, sobretudo de boletos bancários.

5. Baixe o boleto no próprio site da empresa

Por último, mas não menos importante: dê preferência para baixar o boleto bancário diretamente no site da empresa.

Como falamos acima, duvide sempre de boletos que chegam por e-mail, especialmente se você não lembra de ter fornecido o e-mail para a empresa ou banco emissor.

E você? Já caiu ou conhece alguém que tenha caído no golpe do boleto falso? Compartilhe conosco, e com os demais leitores, a sua opinião ou experiência sobre o assunto!

E se você quer continuar por dentro do assunto, leia agora mesmo: os 3 tipos de boletos bancários e suas diferenças.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Nascida na Zona Oeste do Rio, me divido entre jornalismo e marketing digital. Com três anos de experiência em Comunicação, já trabalhei em redação de jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Hoje, faço gestão de mídias sociais e produção de conteúdo. Amo assuntos sobre as áreas cultural e política. Reclamo do transporte público.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui