Bolsas sobem forte com sensação de otimismo; dólar atinge baixa de quase um ano atrás | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$4,05
Euro R$4,69
Libra R$5,23
Peso R$0,14
Bitcoin R$27.294,30
Ethereum R$1.183,98
Litecoin R$235,46
Ripple R$1,40
Bovespa 81.533,08
CDI 2,64% a.a
Selic 6,40% a.a
Poupança 0,50% a.a
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Bolsas sobem forte com sensação de otimismo; dólar atinge baixa de quase um ano atrás


São Paulo, 29/06 (Enfoque) –

Nesta quarta-feira, mais clima de recuperação e alívio após o referendo britânico sobre o Brexit, que acabou surpreendendo, e venceu com cerca de uma diferença de 1,2 milhões de votos. As bolsas mundiais apresentaram números positivos durante todo o dia, com destaque para o mercado interno, que, com ambiente externo propício à risco, e com expectativa dos Bancos Centrais anunciarem mais estímulos, fez com que o dólar perdesse força a ponto de atingir a maior queda de junho desde a implantação do Plano Real, em 1994. A baixa do dia é a maior dentro de quase um ano. Enquanto isso, o Ibovespa sobe forte mais uma vez impulsionado pelo sentimento de recuperação, e bolsa encerra o dia com mais de 51 mil pontos.
 
O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) variou 1,69%, em junho. Em maio, o índice variou 0,82%. Em junho de 2015, a variação foi de 0,67%. A variação acumulada em 2016, até junho, é de 5,91%. Em 12 meses, o IGP-M registrou alta de 12,21%. O IGP-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

A taxa de desocupação no trimestre móvel encerrado em maio de 2016 foi estimada em 11,2% para o Brasil, ficando acima da taxa do trimestre móvel encerrado em fevereiro (10,2%) e superando, também, a do mesmo trimestre do ano anterior (8,1%). A população desocupada (11,4 milhões de pessoas) cresceu 10,3% (aproximadamente 1,1 milhão pessoas) em relação ao trimestre dezembro de 2015 a fevereiro de 2016 e subiu 40,3% (mais 3,3 milhões de pessoas) no confronto com igual trimestre de 2015. Já a população ocupada (90,8 milhões de pessoas) apresentou estabilidade quando comparada com o trimestre dezembro de 2015 a fevereiro de 2016 (menos 285 mil pessoas). Em comparação com igual trimestre de 2015, foi registrada queda de 1,4% (menos 1,2 milhão de pessoas). O número de empregados com carteira assinada no setor privado apresentou queda de 1,2% frente ao trimestre dezembro de 2015 a fevereiro de 2016 (menos 428 mil pessoas). Na comparação com igual trimestre do ano anterior, a redução foi de 4,2% (menos 1,5 milhão de pessoas). O rendimento médio real habitualmente recebido em todos os trabalhos (R$ 1.982) ficou estável frente ao trimestre dezembro de 2015 a fevereiro de 2016 (R$ 1.972) e caiu 2,7% em relação ao mesmo trimestre do ano passado (R$ 2.037). A massa de rendimento real habitualmente recebida pelas pessoas ocupadas em todos os trabalhos (R$ 175,6 bilhões) ficou estável frente ao trimestre dezembro de 2015 a fevereiro de 2016, e apresentou redução de 3,3% frente ao mesmo trimestre do ano anterior.

O setor público apresentou suas contas e o deficit é de R$ 150,5 bilhões nos últimos 12 meses. O valor total apresentado representa, em média, 2,51% do PIB, quebrando todos os recordes desde o início da série, feito pelo Banco Central em 2002.

Com o dólar caindo abaixo dos R$ 3,30, está sendo registrada, até o momento, a maior queda para os meses de junho desde a implantação do Plano Real, em 1994. Até às 15h06, a moeda americana despencava 1,45%, valendo R$ 3.2570. Tal baixa é a menor dentro de um período de quase um ano. Enquanto isso, o Ibovespa subia mais de 2%, atingindo a casa dos 51 mil pontos. Otimismo e recuperação segue a tendência dos mercados internacionais, que vieram apresentando recuperações após o referendo britânico abrir “crateras” nas bolsas. Expectativa é que os Bancos Centrais anunciem ainda mais estímulos.

O índice de Vendas Pendentes de Casas revelou, nesta quarta-feira, uma queda forte de 3,7% referente ao mês de maio. A previsão já era negativa, representada por -1,0%, mas acabou sendo ainda maior no resultado final. Entretanto, os valores de abril fazem com que cenário seja mais desfavorável ainda, pois, neste mês, houve um crescimento considerável de 5,1%.

Os Estoques de Petróleo registraram -4,1 milhões de barris no índice referente a quarta semana de junho. A queda se intensificou se comparada com a da semana passada, que registrou menos 0,9 milhão de barris estocados de petróleo.

O índice de Renda Pessoal e Gastos dos EUA apresentou um aumento de 0,2% no mês de maio, conforme divulgado na manhã desta quarta-feira. A previsão era minimamente maior, de 0,3%. No mês de abril, o crescimento, após revisão, fechou em 0,5%, mostrando que a onda de aumento perdeu um pouco de força no mês passado.

Com o mesmo sentimento das bolsas internacionais, o Ibovespa continua processo de recuperação e sobe forte nesta quarta-feira, subindo 1,99% aos 51.002 pontos. O dólar confirmou a maior queda referente aos meses de junho desde o Plano Real e encerrou o dia desvalorizando 1,97%, valendo R$ 3.2400, maior queda dentro de quase um ano. E no fechamento das bolsas americanas, a confirmação de que o dia seria positivo, mais uma vez. Dow Jones encerra a jornada desta quarta-feira ganhando 1,67%, com 17.694,7 pontos, enquanto o SP500 sobe 1,70%, pontuando 2.070,75. Confira, abaixo, os gráficos:

 

(por Oscar Brandtneris)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 29/06/2016 17:30:52

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora







Mais lidos

Trabalhar em casa: 28 profissões para ganhar dinheiro
Trabalhar em casa e ganhar dinheiro no conforto do lar é um sonho para muitas pessoas. No Brasil, o ...
Cartões de crédito sem anuidade: veja os 10 melhores
Procurando cartões de crédito sem anuidade? Eles definitivamente conquistaram o seu espaço na eco ...
10 marcas mais valiosas do mundo em 2018
O ano está chegando na metade e as empresas não param de crescer. Esse é o resultado da pesquisa ...
Os jogadores mais bem pagos do mundo em 2018
Quem são os jogadores mais bem pagos do mundo? Muito provavelmente você vai responder Cristiano Ro ...
Cartão de crédito com aprovação imediata existe?
Quem não quer ter um cartão de crédito hoje em dia para realizar as compras? Muitas instituiçõe ...




Publicidade