Início Notícias Finanças Pessoais Cadastro Positivo: o que é e como consultar?

Cadastro Positivo: o que é e como consultar?

0
Mulher fazendo anotações utilizando calculadora
Tempo de leitura: 4 minutos
0
(0)

Você já escutou falar no Cadastro Positivo? Sabe o que é, como funciona e como realizar a consulta? Para quem não sabe ele é um histórico do seu comportamento de crédito.

A plataforma reúne todas as informações sobre como você quita as contas. Levando em consideração a pontualidade e a conduta como pagador de boletos. Ele é como um currículo financeiro.

O Cadastro Positivo foi criado para reunir o histórico de tomada de crédito e pagamento. Ele começou a funcionar em 2020 e pode ser consultado por comerciantes, prestadores de serviços ou até mesmo bancos.

O objetivo com isso é democratizar o mercado de crédito, mostrando dados além dos disponíveis anteriormente limitados à informação se o cliente tinha nome sujo ou não.

Essa é uma forma de construir uma boa imagem no mercado de crédito.

Entenda a importância do Cadastro Positivo

Toda pessoa que busca solicitar um empréstimo ou realizar o parcelamento de um carro, imóvel ou outra compra tem o pedido autorizado ou negado, com base no histórico do crédito. 

Uma pessoa pode ter o nome negativado por diversos motivos, contas em atrasos, empréstimos que não foram pagos, entre outros. 

Com o Cadastro Positivo, a avaliação de crédito é personalizada e existe a possibilidade de taxas de crédito mais baixas. O que é o oposto do que acontece com pessoas com notas baixas, onde o crédito pode ficar mais caro e mais difícil.

O presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, explicou que o risco da tomada de crédito será analisado de forma mais individualizada, tornando o modelo mais justo. 

“Um dos motivos das taxas de juros serem altas é a ausência de algumas informações sobre os hábitos de pagamentos dos consumidores.”

Roque Pellizzaro ainda acrescentou que com mais conhecimento é possível separar os tomadores de crédito com alto ou baixo risco.

Além de identificar comportamentos intermediários e estipular taxas de juros adequadas para cada perfil.

Como funciona e como fazer o Cadastro Positivo?

O Cadastro Positivo existe desde 2011, porém sempre teve uma procura pequena. Mas, recentemente, uma Lei Complementar autorizou com que a adesão fosse automática.

Ou seja, dessa forma todos os brasileiros automaticamente já possuem um cadastro sem precisar conceder nenhuma informação. Mas como funciona a administração desses dados?

O Cadastro Positivo ajuda as empresas e bancos a saberem se os clientes são bons pagadores ou não

É simples, quem cuida do histórico são as empresas de crédito, como o Serasa, por exemplo. Isso permite com que instituições realizem a consulta antes de fechar negócio.

Além disso, se você quiser não constar no cadastro é possível pedir para sair. Mas, perderá as vantagens que existem em estar nele.

Cadastre sua empresa no Serasa Experian!

Vantagens do Cadastro Positivo no Serasa

Para explicar mais sobre o Cadastro Positivo e deixar com que as pessoas entendam os benefícios, o Serasa listou algumas das vantagens:

  • Com Cadastro Positivo você vai poder mostrar tudo o que você fez de bom na vida financeira.
  • Se você for um profissional autônomo e precisar de um financiamento, por exemplo, mesmo que não tenha uma comprovação de renda formal, poderá conseguir o crédito graças ao seu Cadastro Positivo.
  • Vai melhorar bastante a inclusão financeira do brasileiro. O cálculo inicial é de que mais de 22 milhões de consumidores que não tem acesso ao crédito passem a ter com o cadastro.
  • Para quem já tem acesso a crédito, é muito provável que a oferta aumente e as taxas de juros diminuam.
  • A ideia é que com mais pessoas tendo acesso ao crédito, a concorrência de operadoras de crédito aumente, a inadimplência diminua e os juros sejam mais justos para todos.

O que de fato mudou com a nova lei?

A lei que tornou o Cadastro Positivo automático foi a Lei 12.414/2011, alterada a partir do dia 9 de julho de 2019. Nela, tanto pessoas físicas como jurídicas que tenham empréstimos, financiamentos, compras a prazo ou de consumo terão o cadastro já automático.

O Serasa informa que esse sistema foi aplicado e bem sucedido em mais de 70 países. Mas ressalta que mesmo com a legislação dessa forma o consumidor continua tendo a sua própria nota de crédito.

Porém, essa nota fica mais abrangente, com mais fontes enviando suas informações. No entanto, é válido destacar que apenas o score é que permanece disponível para análise do perfil.

Os demais dados somente ficam abertos em caso de autorização, abrindo o seu histórico de crédito. Ele poderá ser consultado por comerciários, prestadores de serviços e bancos e financeiras.

E aí, você já conhecia o Cadastro Positivo? Já conferiu se os seus dados estão disponíveis e podem ser consultados? Se este conteúdo te ajudou, compartilhe com os amigos nas redes sociais.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui