Câmbio - Efeito Trump e cena interna obriga BC a voltar ao mercado | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,225
Euro R$ 3,960
Bitcoin R$ 36.699,99
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,513
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Câmbio – Efeito Trump e cena interna obriga BC a voltar ao mercado


São Paulo, 11/11 (Enfoque) –

O dólar fechou a jornada de quinta-feira com forte alta, em dia que foi marcado pela “queda da ficha” nos investidores após a eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos. Com isso, a divisa voltou a ser negociada acima de R$ 3,35. A ausência do Banco Central no mercado de câmbio e também notícias que podem ligar o presidente Michel Temer ao recebimento de caixa 2 na campanha de 2014 ajudaram para a maior alta dólar da década.

Um ajuste é sempre natural após fortes movimentos no dia anterior. No entanto, o cenário político do Brasil e dos Estados Unidos, com a alta possibilidade de um aumento mais forte dos juros americano, podem fazer com que o clima negativo persista.

Mercado Externo

A sexta-feira não reserva grandes indicadores de destaque na agenda econômica. Destaque apenas para o índice de confiança do consumidor da Universidade de Michigan. Com isso, todas as atenções estão voltadas para os primeiros passos de Trump como presidente eleito.

Mercado Interno

A notícia de que o presidente Michel Temer teria recebido um cheque de R$ 1 milhão pode implicar a continuidade do mandato caso o Tribunal Superior Eleitoral julgue pela cassação da chapa Dilma-Temer de 2014. Além disso, o balanço negativo da Petrobras e a atuação do Banco Central no mercado de câmbio podem influenciar o rumo dos negócios.

Swap

Após dois dias fora do mercado de câmbio, o Banco Central decidiu voltar a atuar nesta sexta-feira, com uma sessão de swap cambial reverso, das 11h30 às 11h40. Desta vez, serão oferecidos até 15 mil contratos, com vencimento em fevereiro e março de 2017.

Reserva Cambial                 

As reservas cambiais do Brasil registraram na quarta-feira (9) posição consolidada de US$ 375.559 milhões, sendo que terça-feira (8) a posição era de US$ 376.001 milhões. A variação foi negativa em US$ 442 milhões. Confira o gráfico:

 

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 11/11/2016 08:17:01







Mais lidos

Ainda dá tempo de investir em criptomoedas?
Depois da resolução divulgada pela CVM (veremos isso mais adiante), o mercado das criptomoedas fic...
7 dicas para arrumar emprego pelo LinkedIn
Arrumar emprego, hoje, é a meta de muitas pessoas. Crise, desemprego e portas se fechando assombram...
Quero dar baixa no MEI: o que eu faço?
Para dar baixa no MEI, o procedimento é simples e feito pela internet. Se você decidiu fechar o se...
Como abrir conta para filhos e investir no futuro deles?
Que pai ou mãe não está pensando no futuro dos filhos? Investir para o benefício deles é uma op...
Investir em imóveis para alugar vale a pena?
Uma forma de investimento que talvez muitos nem considere hoje são os imóveis. Investir em imóvei...
Melhores países para brasileiros trabalharem
[caption id="attachment_66944" align="alignright" width="273"] Confira três países que oferecem bo...




Publicidade