Início Notícias Economia PIS na Carteira de Trabalho Digital: saiba como consultar

PIS na Carteira de Trabalho Digital: saiba como consultar

0
carteira de trabalho em mãos
0
(0)

Para consultar o PIS na Carteira de Trabalho Digital, são necessários poucos passos. Para isso, é necessário apenas um smartphone que faça leitura do aplicativo, conexão de internet e alguns dados pessoais solicitados pela plataforma.

Tem curiosidade para saber como realizar essa tarefa? Então continue a leitura. Vamos mostrar para você o que é necessário para consultar o PIS na Carteira de Trabalho Digital. Confira!

Carteira de Trabalho Digital: o que é?

Antes de mais nada, a CTPS Digital é uma ferramenta criada pelo Governo Federal com o objetivo de modernizar a carteira de trabalho. Ela é completamente gratuita e acessível na palma da mão, através do seu celular.

Para fazer uso desse recurso, basta apenas acessar a loja de aplicativos do seu celular e procurar por Carteira de Trabalho Digital. Vale lembrar que neste caso, o desenvolvedor precisa ser o Governo do Brasil.

Para baixar o app através de celulares Android, basta clicar neste link. Já para smartphones com sistema iOS, basta clicar aqui. Inclusive o app foi o vencedor do Concurso Inovação no Setor Público 2020.

Como consultar o PIS na Carteira de Trabalho Digital

Com o app da CTPS Digital já baixado em seu celular, chega o momento de acessar. Por isso, basta abrir o aplicativo e digitar as informações digitadas.

Agora, a CTPS em papel é facultativa graças a Carteira de Trabalho Digital

Nesse primeiro momento, o app solicita o seu cadastro junto ao Governo Federal. Então, basta apenas confirmar seu CPF e a senha de acesso a conta.

Caso as informações dadas por você batam com as que o Governo Federal possui, você será direcionado para o ambiente da Carteira de Trabalho Digital.

Sendo assim, lá, o usuário vai encontrar informações pertinentes quanto às suas passagens profissionais, dados pessoais e até mesmo sobre o abono salarial.

Para saber qual o número do seu PIS, basta fazer o seguinte passo a passo:

  • Acessar a área interna da carteira, através de seus dados pessoais;
  • Clicar no botão Contratos, na barra inferior do seu celular;
  • Em seguida, clique em alguma passagem de trabalho;
  • Por fim, basta descer a página e encontrar os números referentes ao PIS. Para facilitar, essa informação estará logo abaixo das informações de remuneração.

Portanto, caso perceba que seu contrato não possui o número do PIS, será necessário entrar em contato com o empregador.

Como esse é um número que o próprio empregador registra no momento da contratação, pode acontecer, por exemplo, a inconsistência de dados por parte do contratante.

Além disso, através da carteira de trabalho digital também é possível entender se você está habilitado ou não para receber o abono salarial. Ou seja, o recebimento do PIS.

+ PIS/Pasep não habilitado: como abrir recurso

O que é o PIS?

Como seu próprio nome já fiz, o Programa de Integração Social (PIS) serve para que os empregados da iniciativa privada tenha acesso a benefícios determinados por lei.

Nesse sentido, todo trabalhador contratado pelo regime de Consolidação de Leis Trabalhistas (CLT) possui seu próprio PIS, que é uma numeração de 11 dígitos.

Portanto, para o recebimento do abono salarial por meio do PIS, é necessário que esse colaborador pertença a alguns critérios. Confira a seguir:

  • Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Comprovar ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;
  • Ter exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.

Saiba quais os benefícios da Carteira de Trabalho Digital

Os benefícios esperados com a Carteira de Trabalho Digital são:

  1. Maior aproveitamento das vagas disponíveis, reduzindo o tempo médio de atendimento;
  2. Agilidade no acesso às informações trabalhistas consolidadas em um único ambiente, possibilitando ao trabalhador fiscalizar seus vínculos trabalhistas;
  3. Integração das bases de dados do Ministério da Economia;
  4. Facilitar a vida dos trabalhadores que terão o documento à mão sempre que precisarem fazer uma consulta. E todas as experiências profissionais formais estarão no aplicativo;
  5. Empresas que já usam o eSocial poderão contratar funcionários sem a necessidade de exigir deles o documento físico.
  6. As anotações que antes ficavam na CTPS de “caderninho azul” passarão a ser realizadas eletronicamente.

Agora que você já sabe como encontrar seu PIS na Carteira de Trabalho Digital, veja também o passo a passo para recuperar a senha do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital. Confira!

*Colaboração: Camila Miranda

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Carioquíssima de Campo Grande, com um pézinho em São Paulo. Jornalista, Produtora de Conteúdo e [insira aqui outras funcionalidades de um jornalista]. Apaixonada por livros, filmes e pelo universo cultural. Curiosa e antenada nas novidades do mercado financeiro.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui