Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Latam - Ofertas Imperdíveis

Como funciona um consórcio imobiliário?

Escrito por: Priscila Gomes em 27 de fevereiro de 2019

O consórcio imobiliário vem se tornando uma das modalidades de aquisição de imóveis mais utilizadas por quem quer realizar o sonho ter a casa própria.

Mas antes de investir nesse tipo de financiamento, é preciso entender como ele funciona. Você sabe o que é um consórcio imobiliário? Entenda!

Como funciona um consórcio imobiliário?

Como funciona um consórcio imobiliário

Em um consórcio, um grupo de pessoas físicas ou jurídicas se junta para comprar um bem de alto valor. No caso do consórcio imobiliário, os bens a serem adquiridos são imóveis.

Todos os meses os integrantes desse grupo pagam uma parcela referente à aquisição do item que pretende adquirir. Uma empresa fica responsável por administrar o consórcio e, para isso, cobra uma taxa de administração dos participantes.

A cada mês, um item é sorteado e o contemplado recebe uma carta de crédito. Se desejar, o consorciado pode ofertar um lance antecipando o valor das prestações.

O que fizer o maior lance fica com a carta de crédito. Mas, você deve estar se perguntando: o que é essa tal carta de crédito? Calma, a gente te explica.

A carta de crédito funciona como uma espécie de vale compras. Ela é um documento entregue pela administradora do consórcio ao contemplado e nela consta o valor total do item que ela deseja para que ela possa adquirir seu bem.

Vamos a um exemplo?

Suponha que você esteja participando de um consórcio de imóveis com o objetivo de conseguir uma casa no valor de R$80 mil.

Caso seja sorteado ou selecionado por melhor lance, você receberá uma carta de crédito no valor de R$80 mil, permitindo que compre o imóvel a esse preço.

Tipos de lances em um consórcio imobiliário

Caso o consorciado queria ofertar lances para antecipar o recebimento da carta de crédito, ele poderá fazer isso de três maneiras:

Lance livre

Modalidade em que o consorciado oferece o valor que desejar. Fica com a carta de crédito quem der o maior lance.

Lance fixo

Nesse modo o valor do lance é pré-estabelecido por contrato.

Lance embutido

Nessa modalidade o consorciado abre mão de uma parte do montante que receberia na carta de crédito para pagar o lance.

Voltado ao nosso exemplo: se o participante do consórcio optar por essa opção e der R$30 mil como lance, ele receberá a carta no valor de R$50 mil em vez de R$80 mil.

Como funciona um consórcio imobiliário?

Entenda as vantagens de um consórcio imobiliário

É sempre importante lembrar que um consórcio exige disciplina e muito planejamento.

Esse é um investimento de médio a longo prazo e isso deve ser levado em consideração para que o pagamento das parcelas não sobrecarregue o orçamento.

No entanto, esse tipo de financiamento pode apresentar algumas vantagens em relação a outros. Conheça algumas delas:

Acessibilidade

Muitos financiamentos se tornam extremamente burocráticos porque exigem comprovações detalhadas de renda dentre outras limitações, o que não acontece em um consórcio.

Custo

Um dos principais atrativos de um consórcio é o fato de não ter juros, o que diminui os custos comparados a outros financiamentos.

Em contrapartida, quem pretende optar por essa modalidade deve ficar atento à taxa de administração cobrada pela administradora.

Parcelamento

Em um consórcio imobiliário não é preciso pagar nenhum valor de entrada, diferentemente dos financiamentos habitacionais, que exigem o pagamento de uma quantia à vista.

Responsabilidade

Esse tipo de investimento apresenta vantagens que vão além da questão econômica. Mas, durante um consórcio o participante se vê na obrigação de economizar e manter em dia o pagamento das parcelas mensais.

Com esse objetivo em mente se torna mais fácil controlar os gastos e usar o dinheiro de forma mais inteligente.

Cuidados antes de contratar um consórcio

Quem deseja participar de um consórcio imobiliário deve ficar atento a algumas precauções. A primeira delas é com o risco de inadimplência.

É importante lembrar que o consórcio é formado por um grupo de pessoas e que todos os membros devem estar comprometidos com o pagamento das parcelas e demais especificações presentes no contrato.

Também é preciso ser criterioso quanto à escolha da administradora. A empresa deve ser autorizada e fiscalizada pelo Banco Central do Brasil, órgão que regulamenta esse setor.

Fique atento, também, se o método usado pela administradora atenderá às suas necessidades. Além de verificar quais são os critérios da empresa em casos de inadimplência.

A dica é procurar saber as experiências de consorciados que já utilizam o serviço da administradora em questão.

É sempre importante ler atentamente o contrato de adesão e estar ciente das especificações de cada cláusula. Você investirá tempo e dinheiro nessa opção de financiamento.

Então, assegure-se de que o investimento é confiável.

Por fim, esteja atento a possíveis fraudes. Uma prática comum é a venda de cotas contempladas. A atividade não é ilegal, mas é arriscada.

Caso essa opção seja oferecida a você confira com a sua administradora sobre a veracidade da carta de crédito antes de adquiri-la.

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

taxa de administração do consórcio
consórcio de dinheiro
carta-de-credito-do-consorcio
vantagens de adquirir um consórcio