Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Como investir em Dólar: veja dicas

Escrito por: Redação em 12 de dezembro de 2017

Moedas estrangeiras como o Dólar podem ser uma ótima forma de investir e fazer render seu dinheiro.

Mas, se toda vez que você vê uma nova alta se pergunta como investir em Dólar, esse artigo promete ajudar bastante.

O Dólar é considerado uma moeda forte e ocupa a primeira posição na preferência dos investidores.

É possível, por exemplo, comprar e vender a moeda nos melhores momentos da Bolsa de Valores para obter bons lucros.

investir em dolar
Entenda como funciona e se vale a pena investir em Dólar

Será que vale a pena investir em Dólar?

Para responder a essa pergunta, vamos estabelecer um extremo comparativo. 

Se você, por exemplo, tivesse comprado o Dólar na cotação mínima (R$2,19 em abril de 2014) e vendido na máxima (R$4,19 em setembro de 2015), teria lucrado 90%. E isso em apenas 18 meses!

Em 2015, o Dólar foi considerado o melhor investimento do ano, com uma alta de 48,49%.

Porém, é importante saber que o Dólar é um investimento em Renda Variável. Isto é, exposto ao chamado risco de mercado.

Sobre os riscos, falaremos um pouco adiante. Por enquanto, o que você precisa ter em mente é a velha máxima: comprar na baixa e vender na alta.

Tipos de cotação do Dólar

Antes de pensar no Dólar como um possível investimento, é bom conhecer os tipos de cotação, para investir com segurança.

No Brasil, existem vários tipos, como descritos a seguir:

Dólar comercial – Usado em transações cambiais quem envolvem instituições financeiras e grandes empresas, como os bancos.

Dólar turismo – Usado para negociações entre instituições financeiras (como bancos e casas de câmbio) e pessoas físicas, normalmente para viagens e compras no exterior.

Dólar futuro – É a cotação do contrato futuro do Dólar na Bolsa de Valores. Esses contratos futuros fazem parte de uma categoria de ativos chamada de derivativos.

Dólar ptax ou Dólar à vista – É uma taxa média ponderada de negociação do Dólar entre as próprias instituições financeiras, funcionando como um indexador da variação cambial. Os contratos de Dólar futuro seguem o valor da ptax futura.

Para realizar suas transações, você pode utilizar o conversor de moedas do Finance One ou também o do próprio Banco Central.

Investimento em Dólar é para você?

investidor dolar
Investir em Dólar pode ser uma boa alternativa

Já falamos aqui que o Dólar é considerado um tipo de investimento em Renda Variável.

Ou seja, seus rendimentos são variáveis conforme a época que são negociados. 

O perfil de investidor, portanto, deve aceitar os riscos envolvidos.

Em épocas de crise, por exemplo, o cenário costuma ser favorável.

É quando a moeda norte-americana apresenta valorização, porque os investidores estrangeiros retiram o Dólar e outras moedas estrangeiras do país e migram seus investimentos para países considerados mais seguros. 

Dessa forma, há uma oferta menor de Dólares no Brasil e o preço da moeda sobe. No dia 2 de outubro, a cotação estava em R$4,17. Valor alto e bom para comercializar. 

Alguns especialistas não consideram o Dólar como um investimento, mas uma proteção, conhecida no meio como hedge.

Esse investimento é mais indicado para quem busca diversificação e proteção em sua carteira ou para finalidades específicas, como viagens ao exterior.

São poucos os investidores que conseguem obter lucros significativos no mercado cambial.

Porém, em geral, são os que têm técnica e estratégia. Além de muito conhecimento e paciência.

Riscos de investir em Dólar

Como em todo investimento de Renda Variável, o Dólar está exposto ao chamado risco de mercado

Isto é, o risco da variação do preço da cotação da moeda (muda de uma hora para outra). Dessa forma, o retorno nem sempre é garantido.

A depender do momento de compra e venda, você poderá ter lucro ou prejuízo, assim como nas ações na Bolsa de Valores.

É o que chamamos de volatilidade.

5 formas de investir em Dólar

Agora que você já sabe todos as vantagens e desvantagens de apostar no Dólar, é hora de conhecer as formas de investir na moeda.

A seguir, confira a seguir uma lista com cinco maneiras de aplicações em Dólar.

1. Papel Moeda

Com certeza foi a primeira forma que você pensou, certo? Mas, não é a mais vantajosa. 

Comprar Dólar em espécie nas casas de câmbio vai te fazer pagar taxas, como por exemplo, o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e o spread (diferença entre valor de compra e valor de venda).

Por outro lado, não é nada seguro e nem um pouco rentável guardar dinheiro em casa. Existem outras opções melhores.

2. Fundos Cambiais

Os fundos cambiais, por sua vez, são mais práticos, fáceis e simples.

Em geral, são fundos de investimentos com, ao menos, 80% dos seus recursos diretamente relacionados à variação de preços de moedas estrangeiras. Às vezes, podendo incluir outras moedas e não só o Dólar.

O restante dos recursos é aplicado em títulos e operações de Renda Fixa. Esse investimento envolve custos como Imposto de Renda, taxas de administração e IOF (para operações com duração menor que 30 dias).

3. Ações de exportadoras

Essa é uma maneira de investir indiretamente no Dólar. Como por exemplo, comprando ações de empresas que exportam seus bens de consumo para fora do país.

Os custos são calculados em reais (moeda local) e as receitas, em Dólar.

As operações podem ser de curto prazo (day trade) e médio e longo prazo (position trade).

Alguns dessas empresas na Bovespa: Usiminas, FIBR3 (Fibria), SUZB5 (Suzano), Braskem, Gerdau e Embraer.

Não há incidência de IOF e a tributação segue a alíquota da Renda Variável, uma das mais baixas.

4. Contratos Futuros

Você pode comprar contratos “cheios” ou “minicontratos” cambiais. Ou seja, acordos de compra e venda negociados na Bolsa, a serem concretizados no futuro, apostando na cotação futura da moeda.

Não têm carência (o investimento pode ser resgatado e aplicado a qualquer momento, inclusive no mesmo dia).

Além disso, não há cobrança de IOF e a tributação segue as alíquotas da Renda Variável.

5. Mercado de Forex

Também chamado de FX, é uma abreviação de Foreign Exchange Market. 

Suas operações envolvem a compra de uma moeda simultaneamente com a venda de outra.

Mais arriscado e indicado para experientes, esse mercado permite que em questão de minutos seus participantes tenham altos ganhos ou perdas enormes.

Dessa forma, concluímos que investir em Dólar é uma opção para quem procura uma diversificação do risco dos ativos brasileiros.

Além de pessoas que têm dívidas em moeda estrangeira ou para quem quer apenas especular com o seu valor.

Redação

Criado em 2003, o FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

calcular o valor do 13º salário
Como sacar FGTS e outras dúvidas
Como cancelar compra com cartão de crédito?
Retrospectiva 2018
Black Friday chegando: como não cair em ciladas