Início Notícias Finanças Pessoais Como usar bem o 13º salário? Confira as dicas do Sicredi

Como usar bem o 13º salário? Confira as dicas do Sicredi

2
Várias notas de dinheiro e uma carteira de trabalho em cima
5
(2)

Milhões de brasileiros recebem até o dia 20 de dezembro a segunda parcela do tão aguardado 13º salário. E o destino de 16% dos entrevistados em uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) já é certo: o pagamento de dívidas.

Em contrapartida, 34% querem poupar os recursos do 13º. Para se ter ideia, em 2019, 24% dos brasileiros pretendiam poupar em 2020, esse número passou para 30%. Ou seja, reflexo da preocupação com a crise econômica com o desemprego.

De acordo com Márcia Silva, gerente de investimentos na Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP, o primeiro passo é planejar o que vai fazer com o benefício, lembrando que o valor também é descontado na folha de pagamento. 

“Faça uma planilha dividindo as prioridades e organize quanto você precisará para pagar dívidas, se houver, ou comprar um presente de amigo secreto, por exemplo, e nunca perca de vista a possibilidade de investir”.

Para os endividados, Márcia orienta que é muito importante escolher os valores mais altos e que geram juros maiores para priorizar o pagamento.

“Com o dinheiro em mãos, é possível, em muitos casos, negociar as dívidas e conseguir um bom desconto, e até efetuar o pagamento integral à vista”.

+ Saiba como economizar no amigo secreto

13º salário: especialista alerta para as contas do início do próximo ano

A especialista também alerta que vale lembrar das contas do início do próximo ano.

“Na hora que recebem o décimo terceiro, muitos acabam se esquecendo dos gastos de janeiro do ano seguinte, como IPVA, IPTU, matrícula escolar, entre outros. Diante disso, é importante planejar o orçamento doméstico ao longo do ano. Com um bom planejamento anual, o benefício pode ser melhor aproveitado no final do ano, como para fazer uma viagem”, explica.

Se as dívidas foram quitadas e o valor das despesas de início do ano está reservado, a dica de ouro é investir. “Caso sobre parte do 13º vale buscar um rendimento extra ao invés de gastá-lo desnecessariamente”, ressalta.

+ 5 dicas para economizar na viagem de fim de ano

Ainda de acordo com a especialista, é sempre bom ter em carteira de investimentos de curto prazo e que podem ser resgatados rapidamente, sempre que necessário.

Durante esse período de pandemia, muitos precisaram recorrer a reserva para cobrir despesas inesperadas.

Planejamento é fundamental para usar bem o 13º salário

Saiba como usar bem o 13º salário

Pensando em como ajudar você com o seu 13º salário, a especialista Márcia cita algumas dicas. Veja quais são!

1. Planejamento

Se planejar é o primeiro passo. Entender e decidir quais as prioridades e definir os tipos de investimentos e quanto aplicar são passos necessários para montar uma carteira sólida e diversificada, além de criar uma boa reserva de emergência.

2. Alinhe seu orçamento

Organize as contas. É importante entender quais são as suas despesas fixas e possíveis emergências. Se estiver gastando mais que o orçamento, fica mais complicado economizar.

+ Poupar, economizar e investir: entenda as diferenças

3. Desperdício

Evitar despesas desnecessárias também ajuda a aumentar a reserva. Mesmo que já tenha atingido o objetivo inicial com o 13º salário, coloque dinheiro extra, porque nunca se sabe por quanto tempo pode-se precisar desse recurso.

4. Poupe e invista

Todo dinheiro extra que entra no orçamento é uma ótima oportunidade para começar a poupar e investir. Lembrando sempre que não existe um investimento perfeito, existe o que funciona para cada pessoa.

5. Gaste com responsabilidade

Depois de tempos tão difíceis, de viver uma pandemia, é normal querer usar esse dinheiro como uma forma de recompensa. E mais do que isso: para proporcionar momentos felizes, seja com viagens, festas ou presentes.

Contudo, não precisa abrir mão da possível recompensa que esse dinheiro significa nesse momento, mas precisa consumir com conscicência.

Faça uma reserva de emergência com o 13º salário

Caso não tenha mais contas em atraso e nem pagamentos para adiantar, a dica é utilizar o máximo possível do 13º para dar entrada na reserva de emergência e se planejar para alimentá-la mês a mês.

O quanto será depositado para iniciar a reserva depende de cada situação financeira. O importante é fazer um planejamento consciente e realista.

O primeiro passo é conhecer todas as fontes de renda e todas as despesas. Após esse diagnóstico, o segundo passo é verificar se é possível reduzir as despesas e então estabelecer um valor possível para ser utilizado na construção da reserva.

A ideia é que, a cada novo salário, a reserva financeira seja o primeiro destino do dinheiro. Com isso, o restante para pagamento de contas, gastos do dia a dia e lazer pode ser utilizado sem desperdícios.

E aí, esse conteúdo te ajudou? Você conseguiu compreender aproveitar o 13º salário e investir? Então compartilhe com amigos e familiares!

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar este post.

O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui