Crédito para compra de veículos e imóveis continua aumentando, indica BC | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,2693
Bitcoin R$ 27.799,96
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,874
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Crédito para compra de veículos e imóveis continua aumentando, indica BC

O crédito habitacional e o destinado à compra de veículos continuam a apresentar expansão, com prazos recordes de financiamento, segundo dados do Banco Central (BC) divulgados hoje (26).

No mês passado, o saldo do crédito habitacional chegou a R$ 104,070 bilhões, um aumento de 3,3% em relação a março deste ano e de 49,7% na comparação com abril de 2009. No caso de pessoas físicas, o prazo para esse tipo de financiamento chegou 3.578 dias corridos, o maior da série histórica do BC, iniciada em julho de 1994.

Para a compra de veículos, o prazo médio chegou a 623 dias corridos, também um recorde histórico. Segundo o BC, o saldo das operações de leasing e financiamentos de veículos chegou, no mês passado, a R$ 64,1 bilhões, uma alta de 2,5% na comparação com março e de 14,7% em relação a abril de 2009.

O crédito consignado, por sua vez, deve apresentar redução no ritmo de concessões para os servidores públicos, na avaliação do chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes. “A trabalhadores da iniciativa privada têm ainda muito espaço para demandar essa modalidade”, disse.

Em abril, o saldo do crédito consignado para servidores públicos chegou a R$ 102,652 bilhões, enquanto para os da iniciativa privada ficou em R$ 16,188 bilhões. Na comparação com abril de 2009, houve alta de 37,8% no setor público e de 37% para os funcionários das empresas privadas.

Lopes destacou que os juros do crédito consignado são “realmente baixos” na comparação com outras taxas do mercado. Em abril, essa taxa média ficou em 26,9% ao ano.

Ele recomenda que os consumidores só usem o cheque especial, que tem taxa alta, como “recurso de última instância”. “É uma modalidade caríssima. E as famílias evitam utilizar esse tipo de recurso”. Segundo o BC, em abril, a taxa do cheque especial ficou em 161,3% ao ano.



Fonte: Enfoque Informações
Financeiras
Ltda.


Recebido em:
26/05/2010 14:12:03

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras







Mais lidos

Foi demitido? Saiba como obter o seguro desemprego
O seguro desemprego tem sido um recurso importante para os milhares de desempregados no Brasil. Os d...
Como começar a investir com R$3 mil?
Investir com pouco dinheiro é uma questão para muitas pessoas. Parece que para fazer uma aplicaç...
Restituição do Imposto de Renda 2018: veja cronograma
Em 2018, os milhares de contribuintes tiveram até 30 de abril para declarar o Imposto de Renda. Ago...
Cerca de 7 milhões de brasileiros têm FGTS atrasado
FGTS atrasado é uma realidade para cerca de 7 milhões de brasileiros. De acordo com a Procuradoria...
Brasileiros no Japão: emissão de vistos cresce 145%
Muitos brasileiros estão buscando novas oportunidades em outros países, e o motivo desse fluxo mig...
BC aumenta oferta do swap cambial e dólar fecha em queda
Após seis altas consecutivas, o dólar fechou em queda nos últimos dias esta semana. Para o alívi...




Publicidade