Economia do setor público para honrar compromissos do país foi de R$ 19,7 bilhões em abril | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,256
Euro R$ 4,011
Bitcoin R$ 35.000,00
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,552
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Economia do setor público para honrar compromissos do país foi de R$ 19,7 bilhões em abril

(Ag. Brasil) – Setor público economizou O setor público economizou R$ 19,789 bilhões, no mês de abril para honrar compromissos financeiros, inclusive o pagamento de juros, contra R$ 11,950 bilhões no mesmo período de 2009, informou hoje (27) o Banco Central (BC).

O resultado primário é a diferença entre as receitas e as despesas, excluídos os juros da dívida pública. No mês passado, os gastos com juros nominais somaram R$ 14,485 bilhões, contra os R$ 12,890 bilhões registrados em abril de 2009.

Segundo relatório do BC, o aumento da arrecadação do governo federal contribuiu para o resultado. “Destaca-se, no mês, o desempenho observado na arrecadação de tributos federais, que apresentou crescimento de 22,9%, comparativamente a abril de 2009”, diz o relatório.

Se forem incluídos os gastos com juros, tem-se o resultado nominal, que no mês foi superavitário em R$ 5,304 bilhões. Em abril de 2009, o setor público havia registrado déficit nominal de R$ 940 milhões.

De janeiro a abril, o superávit primário é de R$ 36,617 bilhões, resultado que corresponde a 3,41% do Produto Interno Bruto (PIB), soma dos bens e serviços produzidos no país. No mesmo período de 2009, o setor público o superávit primário foi de R$ 30,760 bilhões. Nos 12 meses encerrados em abril (resultado anualizado), o superávit primário corresponde a 2,17% do PIB (R$ 70,375 bilhões).

No primeiro quadrimestre, o Governo Central ( Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social) contribuiu com R$ 25,453 bilhões para o superávit primário. Os governos regionais (estados e municípios) apresentaram primário de R$ 12,790 bilhões, enquanto as empresas estatais tiveram déficit primário de R$ 1,626 bilhão.

Os gastos com juros nominais ficaram em R$ 59,464 bilhões nos quatro primeiros meses deste ano, contra R$ 52,838 bilhões observados no mesmo período de 2009.

De janeiro a abril, houve déficit nominal de R$ 22,847 bilhões , contra R$ 22,078 bilhões registrados em igual período do ano passado.



Fonte: Enfoque Informações
Financeiras
Ltda.


Recebido em:
27/05/2010 11:39:36

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras







Mais lidos

Blockchain: o que é e como funciona
Provavelmente você já ouviu falar em Blockchain por causa das moedas digitais. Mas, afinal, o que ...
Como ganhar dinheiro com renda fixa?
Os investimentos em renda fixa costumam ser para um perfil de investidor mais conservador. Geralment...
10 criptomoedas além do Bitcoin que você precisa conhecer
Você já deve ter escutado algo sobre Biticoin. As criptomoedas estão revolucionando o mercado fin...
Índices da bolsa de valores que você precisa conhecer
Se você está pensando em investir na bolsa, mas não sabe por onde começar, entender os termos e ...
Inteligência Artificial: é possível aplicar no mercado financeiro?
A inteligência artificial é uma realidade cada vez mais presente no mercado financeiro. As chamada...
Técnicas para melhorar a produtividade no trabalho
A produtividade no trabalho é algo cada vez mais cobrado pelas empresas. Aquelas que estabelecem um...




Publicidade