Início Notícias Finanças Pessoais Saiba o que é educação financeira e para que serve

Saiba o que é educação financeira e para que serve

0
pais e filhos com cofre de dinheiro
5
(2)

Lidar com o dinheiro fica mais fácil quando há familiaridade com o assunto. Por isso, entender sobre educação financeira é essencial para quem deseja ter uma vida mais tranquila. 

Porém, apenas 21% dos brasileiros das classes A, B e C com acesso à internet tiveram alguma introdução à educação financeira na infância. O levantamento foi feito por meio da pesquisa Ibope Inteligência e encomendando pelo C6 Bank. 

A pesquisa mostrou também que 38% dos entrevistados aprenderam sobre o tema na adolescência, 27% tiveram contato na juventude e apenas 14% tiveram conhecimento de finanças pessoais na fase adulta.  

A educação financeira tem diversos benefícios, um deles é sobre controle de gastos

E se você já ouviu falar sobre o assunto, mas não faz ideia do que significa, não se preocupe! Neste texto você vai conseguir compreender esse conceito e por que precisa entendê-lo para melhorar sua vida financeira. 

Continue a leitura e saiba mais! 

O que é educação financeira?

A educação financeira é um conjunto de conhecimentos que auxiliam uma pessoa a entender e aprimorar sua relação com o dinheiro. 

O objetivo é que, depois de aprender, você possa ter consciência sobre o seu dinheiro, avaliando como alguns gastos afetam seu orçamento a longo prazo. 

O planejamento de um orçamento mensal é um ótimo exemplo disso. Depois de cada pagamento, separe o dinheiro que será reservado às despesas regulares, tais como: água, luz, gás e aluguel.

Você também deve acompanhar gastos menores, mesmo que eles sejam realizados com menor frequência. Esses valores podem se acumular rapidamente se você não tomar cuidado.

+ Educação financeira será obrigatória nas escolas

Qual a importância do conhecimento financeiro?

Idealize um cenário onde todas as pessoas tenham consciência sobre o quanto ganham, controlem os gastos, economizem e não comprem por impulso. É difícil imaginar, não é?

Esse cenário está longe de ser a realidade de muitos brasileiros. E é possível enxergar a consequência disso no dia a dia: descontrole com o dinheiro e um acumulado de dívidas.

Por isso, o conhecimento financeiro proporciona que você lide melhor com o seu dinheiro sem ser controlado por ele.

E para avaliar a sua vida financeira — se ela vai mal ou está bem — , responda as seguintes perguntas:

  • suas contas estão em dia?
  • você poupa, pelo menos, 10% da sua receita líquida?
  • há alguma reserva para emergência?
  • seus gastos são planejados com antecedência?
  • seu orçamento mensal é acompanhado com frequência?

Se você responder “não” para mais de uma pergunta, então é hora de reavaliar sobre sua vida financeira.

Comece a organizar o que entra e sai da sua conta, por exemplo. Reveja quais despesas são importantes. Desse jeito, você consegue fazer um balanço de quais serão cortadas ou não.

Lembre-se: uma boa organização é fundamental para assumir o controle da sua situação econômica.

Quais as vantagens da educação financeira?

Agora que você já sabe o que é uma educação financeira e para que ela serve, chegou a hora de conferir os seus benefícios. Vamos lá?

Poupar despesas inesperadas

O que mais prejudica qualquer planejamento é quando as despesas não esperadas aparecem no final do mês.

Às vezes, são as compras no cartão de crédito ou juros de um empréstimo que você esqueceu de anotar.

Por essa razão, uma das primeiras sugestões aqui é aprender a evitar esse tipo de surpresa.

Desfrutar melhor o orçamento

Se você tem controle do dinheiro da forma correta, consegue tirar mais proveito do seu orçamento.

É claro que isso pode envolver algumas mudanças nas suas escolhas, mas com certeza você terá uma melhora nas despesas.

Acabar com as dívidas

Ter dívidas é um pesadelo para muitas pessoas, não é mesmo? Pior ainda é quando elas vão se acumulando.

Portanto, entender sobre educação financeira e aprender a ter equilíbrio nas contas sempre será importante na hora de lidar com dinheiro.

Agora que você sabe o que é educação financeira e quais são as suas vantagens, é hora de começar a aprender mais sobre o tema.

6 dicas para começar uma educação financeira

Agora que você já sabe o que é, a importância e as vantagens, chegou a hora de saber na prática como executar a educação financeira na sua família ou até mesmo colocar na sua rotina.

Veja a seguir algumas dicas primordiais para começar agora a sua educação financeira:

#1 Faça um planejamento: coloque no papel o quanto você ganha por mês e quais são todas as suas despesas. É de suma importância que elas não sejam maiores que a sua renda.

Feito isso, separe em colunas e ordem de prioridade. Coloque quais são os gastos fixos e quais são os variáveis. Feito o cálculo total, veja o que sobra e o que reamente está disponível para você investir ou guardar.

#2 Defina prioridades: dentre todas as suas despesas, você agora precisár elencar quais são as suas prioridades, ou seja, aquelas invevitáveis e que não podem ser cortadas em hipótese alguma.

Divida o seu planejamento entre as despesas prioritárias e as que são supérfuas. Feito isso, conseguirá distinguir o que pode ser cortado para ininiciar suas economias.

#3 Economize: agora que você já separou as suas despesar, chegou a hora de cortar. Analise de forma cautelosa e faça uma reflexão sobre os seus gastos atuais. Em seguida, veja o que de fato é extremamente necessário e elimine alguns itens da sua lista.

Isso vai ajudar você a conseguir ter dinheiro sobrando, evitar imprevistos e conseguir cumprir metar ou realizar objetivos que estão de escanteio por falta de planejamento.

Outras dicas impotantes para a sua educação financeira são:

  • Cuidado com o consumismo: gasta demais atrapalha o seu planejamento e organização mensal;
  • Evite dívidas: sempre que puder compre à vista e evite parcelar; e
  • Comece a investir: agora que você tem uma educação financeira, faça o seu dinheiro render e aplique ele. Comece em um investimento.

Aproveita a visita em nosso site e veja o texto que separamos para você: os sete aplicativos para finanças pessoais.

Leia mais no FinanceOne:

+ Cartão BMG Card: como funciona, limite, como solicitar e mais!
+ Follow on: entenda o que é e como funciona
+ Financiamento: entenda qual a taxa de juros ideal

*Colaboração Mateus Carvalho

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar este post.

Nascida na Zona Oeste do Rio, me divido entre jornalismo e marketing digital. Com três anos de experiência em Comunicação, já trabalhei em redação de jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Hoje, faço gestão de mídias sociais e produção de conteúdo. Amo assuntos sobre as áreas cultural e política. Reclamo do transporte público.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui