Em semana mista, bolsas dos EUA e Brasil acabam encerrando positivas com cenário favorável | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,3844
Bitcoin R$ 25.152,13
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 5,014
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Em semana mista, bolsas dos EUA e Brasil acabam encerrando positivas com cenário favorável


São Paulo, 05/08 (Enfoque) –

As bolsas do Brasil e Estados Unidos encerram a semana mistas, mas terminam a jornada desta sexta-feira subindo. Por aqui, o Ibovespa começou a semana perdendo força, mas se recuperou no meio da semana e subiu acima dos 58 mil pontos na maior alta, atingindo a mesma casa de 15 meses atrás. Hoje, por sua vez, os ganhos foram mais discretos, entretanto, fizeram firmar-se o clima de otimismo em relação ao cenário político, que mostra fortes chances do impeachment de Dilma Rousseff se confirmar ainda em agosto.

Enquanto isso, Wall Street sobe forte nesta sexta, perto de 1%, junto com dados positivos do mercado de trabalho em relação às vagas de trabalho, que mais uma vez surpreenderam após resultados baixíssimos que fizeram o Fed esperar pelo aumento nas taxas de juros. Entretanto, taxa de desemprego foi superior, mesmo que discretamente, em relação ao que era previsto. Além disso, noticiário mundial também favoreceu o cenário, com destaque para o corte de juros anunciado pelo BC da Inglaterra.

Com a recuperação dos ânimos no cenário interno e também pelo ânimo transmitido pelos mercados internacionais, o dólar comercial perde valor e está abaixo da casa dos R$ 3,20, com perda de força frente ao real confirmada nesta sexta-feira, valendo, agora, R$ 3,16. Com isso, esta é a maior baixa registrada desde a terceira semana de julho do ano passado.

Mercado Externo

Destaque positivo nos EUA, nesta semana, foi o índice de Vagas de Emprego, que fechou em 255 mil oferecidas em julho, enquanto a previsão era de apenas 185 mil. Em contrapartida, desemprego sobe 0,1%, e Fed deve prosseguir com cautela em relação ao aumento nos juros.

O ISM Manufacturing de julho registrou 52,6 pontos, sendo que a aposta do mercado era de 53,2 pontos. No levantamento do último mês, o resultado havia sido de 53,2 pontos. Já o índice do custo da construção dos EUA, apurado pelo Departamento de Comércio, teve queda de 0,6% sendo que o mercado aposta em alta de 0,6%. Os números de maio foram revistos de -0,8% para -0,1%.

Lá fora, destaque para os números da renda pessoal e dos gastos, referente ao mês de junho. No caso dos ganhos pessoais, a alta foi de 0,2%, sendo que a expectativa era de 0,3%, ante resultado de maio de 0,2%. Já os gastos dos consumidores avançaram 0,4% diante de aposta de 0,3% e resultado anterior de 0,4%.

A consultoria ADP informou que foram criados em julho um total de 179 mil postos de trabalho, sendo que os analistas esperavam um resultado pouco pior, 165 mil. Os números de junho foram mantidos em 172 mil. Já o índice de atividade do setor de serviços, o ISM Services teve, em julho, uma ligeira piora, indo de 56,5 pontos para 55,5 pontos. O mercado apostava em uma queda do indicador, em 56 pontos.

Na quinta-feira (4), o número de Pedidos de Auxílio-Desemprego saltaram para 269 mil nesta semana, um pouco acima dos 265 mil estimados pelos economistas e especialistas norte-americanos. Enquanto isso, os Pedidos às Fábricas recuaram 1,5% em junho, enquanto no mês de maio a porcentagem era negativa em 1,2% após revisão.

Mais uma vez, os dados do índice de Vagas de Emprego surpreendeu nos EUA, apresentando 255 mil vagas oferecidas em julho, enquanto a previsão era de apenas 185 mil. No mês anterior, valores também surpreenderam após péssimos resultados de maio, fechando com 292 mil vagas oferecidas após revisão dos valores. Enquanto isso, a Taxa de Desemprego, por sua vez, foi um pouco acima do esperado em julho, apresentando o percentual de 4,9%, enquanto se esperava 4,8%. Números divulgados hoje, também relacionados ao mês de julho, foi o mesmo de junho, mantendo-se estável.

Um pouco mais negativo do que era esperado, o valor da Balança Comercial norte-americana apresentou déficit de US$ 44,5 bilhões, contra os US$ -41 bi que faziam parte da previsão feita pelos economistas, valor que também corresponde ao fechamento do mês de maio.

Nesta sexta-feira, encerrando a semana, Wall Street fecha positiva. Dow Jones ganha 1,04%, com 18.543,4 pontos, enquanto o índice SP500 sobe 0,86%, aos 2.182,87 pontos. Veja, abaixo, os gráficos demonstrativos de cada um dos índices:

Mercado Interno

Por aqui, cenário político, principalmente, puxou a bolsa para cima e elevou seus ganhos até patamares de 15 meses atrás. Com aprovação do Senado sobre a continuação do processo de impedimento de Dilma Rousseff, além das falas positivas sobre as dívidas públicas e juros do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e do presidente do BC, Ilan Goldfajn.

O Banco Central divulgou mais uma edição do Relatório Focus nesta segunda semana de julho. O documento apontou a manutenção da projeção do IPCA indo em 7,21% no ano de 2016, enquanto a projeção para o final de 2017 caiu de 5,29% para 5,20%, descendo pela quinta semana consecutiva.

As apostas do BC para a cotação do dólar apresentaram nova queda queda de R$ 3,34 para R$ 3,30, sendo que há seis semana o valor era de R$ 3,60. Para o próximo ano, o valor ficou em R$ 3,50. No caso da Selic, a expectativa de 2016 a aposta foi elevada de 13,25% para 13,50%, enquanto a de 2017 apresentou estabilidade e ficou em 11%.

O mercado melhrou a aposta do PIB de -3,27% para -3,24%. Para o ano que vem, a projeção ficou em 1,1%.
O IPC-S de 31 de julho de 2016 apresentou variação de 0,37%, 0,01 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada na última divulgação. Com este resultado, o indicador acumula alta de 4,89%, no ano e, 8,37%, nos últimos 12 meses.

Nesta apuração, quatro das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo Transportes (-0,07% para 0,25%). Nesta classe de despesa, cabe mencionar o comportamento do item gasolina, cuja taxa passou de -0,88% para 0,22%.

O IPC-S de 31 de julho de 2016 registrou variação de 0,37%, 0,01 ponto percentual (p.p.) acima da taxa divulgada na última apuração. Três das sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.

A produção industrial cresceu 1,1% em junho de 2016 na comparação com o mês imediatamente anterior, na série com ajuste sazonal. É o quarto resultado positivo seguido nesse tipo de comparação, acumulando crescimento de 3,5% nesse período. Mesmo assim, a indústria recuperou apenas parte da perda registrada ao longo de 2015 e ainda encontra-se 18,4% abaixo do nível recorde alcançado em junho de 2013.

O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1) do mês de julho apresentou variação de 0,34%, taxa 0,23 ponto percentual (p.p.) abaixo da apurada em junho, quando o índice registrou variação de 0,57%. Com este resultado, o indicador acumula alta de 5,64%, no ano e, 9,14%, nos últimos 12 meses. Em julho, o IPC-BR registrou variação de 0,37%. A taxa do indicador nos últimos 12 meses ficou em 8,54%, nível abaixo do registrado pelo IPC-C1.

Com 15 votos favoráveis e apenas 5 contra, o Senado aprovou o relatório do senador Antonio Anastasia sobre o impeatchment de Dilma Rousseff nesta quinta-feira (4), o que fará o processo e o julgamento prosseguirem. Com isso, situação está chegando perto da reta final, com decisão prevista para acontecer ainda em agosto.

Em entrevista concedida ao jornal Valor Econômico, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que se o PIB subir 2%, não haverá aumento de impostos, pelo menos por enquanto. Já o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, em entrevista ao jornal Estadão, disse que as contas públicas estão sendo colocadas em ordem, e que os processos tiveram avanços, afetando de forma positiva as pespectivas econômicas do país.

Sendo assim, Ibovespa encerra a jornada desta sexta subindo discretos 0,12%, sendo que a abertura foi negativa e os ganhos começaram a aparecer apenas no fim da manhã. Agora, a bolsa marca 57.661 pontos, ficando ainda mais perto da casa dos 58 mil em sua pontuação. Confira, nos gráficos, a variação:

 

MAIORES ALTAS

Ativo

Código

Último

Variação

GERDAU MET

GOAU4

3,07

12,87%

BRASKEM

BRKM5

20,84

12,41%

GERDAU

GGBR4

8,58

10,71%

RUMO LOG

RUMO3

6,63

8,33%

LOCALIZA

RENT3

42,31

4,99%

MAIORES BAIXAS

Ativo

Código

Último

Variação

KLABIN S/A

KLBN11

15,50

-8,13%

SUZANO PAPEL

SUZB5

9,22

-7,06%

FIBRIA

FIBR3

18,52

-6,42%

NATURA

NATU3

31,28

-6,07%

PETROBRAS

PETR3

13,27

-5,28%

MAIS NEGOCIADAS

Ativo Código Último Volume Segmento  
PETROBRAS PETR4 R$ 11,68 2.552.370.624,00 Exploração e/ou Refino  
ITAUUNIBANCO ITUB4 R$ 34,94 2.376.788.800,00 Bancos  
VALE VALE5 R$ 15,68 1.456.038.512,00 Minerais Metálicos  
BRADESCO BBDC4 R$ 29,14 1.145.594.112,00 Bancos  
USIMINAS USIM5 R$ 3,87 1.093.502.416,00 Siderurgia  

Cenário Cambial

Nesta sexta-feira, o dólar comercial abriu, mais uma vez, apresentando sinais de queda, com um percentual negativo em 0,41%, valendo R$ 3,19 no começo da manhã. Até às 13h40 desta tarde, a desvalorização da moeda americana frente ao real segue praticamente dentro do mesmo valor, caindo 0,44%. Perdendo a força dentro da casa dos R$ 3,20, o dólar alcançou a mesma baixa de julho do ano passado.

Nesta sexta-feira, perda de força se confirma com mais uma queda, desta vez, de 0,91%. Com mais essa perda forte, a moeda americana agora vale R$ 3,1680. Confira o gráfico:

 

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 05/08/2016 17:20:00







Mais lidos

Dólar em alta? Saiba até onde a moeda pode chegar
O cenário é de dólar em alta. Mas afinal, até onde vai esse movimento? Segundo os especialistas,...
Salário mínimo no Japão chega a R$5.035
Muitos brasileiros estão indo morar fora do país por inúmeros motivos. Alguns deles: a violência...
Será mesmo que existe a queda do bitcoin?
Será mesmo que existe a queda do bitcoin? Bem, nos últimos dois anos talvez, não se falou em outr...
Educação Financeira será tema dos gibis Turma da Mônica
A Educação Financeira, tema ainda distante do dia a dia de muitos brasileiros, será abordada de u...
Um guia para proteger o cartão de crédito
A facilidade no uso do cartão de crédito vem conquistando os milhares de clientes que hoje já ade...
Testes da gasolina obrigatórios para verificar a qualidade
Com os últimos acontecimentos envolvendo os postos de gasolina, a atenção se voltou para o servi...





Notice: Undefined variable: hidden in /var/www/finance-one/wp-content/themes/financeone_estrategia/single.php on line 46

Publicidade