Entrada de turistas argentinos no Brasil cresce quase 30% | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,2693
Bitcoin R$ 28.598,20
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,874
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Entrada de turistas argentinos no Brasil cresce quase 30%

O número de turistas argentinos no Brasil em 2011 aumentou 29,33% em comparação com 2010. No mesmo período, o número de visitantes norte-americanos caiu 7,3%, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). O Brasil recebeu, no ano passado, cerca de 272 mil turistas estrangeiros a mais do que em 2010, o que significa um crescimento de 5% no período.
Em 2011, o Brasil recebeu 1,593 milhão de turistas argentinos. O pais platino é a principal origem dos vistantes estrangeiros que fazem turismo em território nacional. No entanto, em relação a 2010, houve queda de mais de 46 mil visitas provenientes dos Estados Unidos, o segundo país que mais envia turistas para o Brasil. O número caiu de 641 mil visitantes em 2010 para 594 mil em 2011
O Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) está preocupado em identificar as causas dessa queda, de acordo com o presidente da entidade, Flávio Dino, pois o que está aumentando é o fluxo de turistas brasileiros para os Estados Unidos e a perda de divisas para o Brasil com a redução das visitas de norte-americanos. Ele diz que, à primeira vista, a estimativa é de que isso acontece por causa da crise econômica que afetou os Estados Unidos nos últimos anos, mas a Embratur quer identificar melhor a questão.
Ao anunciar, nesta sexta-feira (4), os números do turismo no ano passado, Dino informou que em 2011 o faturamento do setor foi US$ 6,6 bilhões, contra US$ 5,9 bilhões em 2010. Ele destaca que houve crescimento de divisas maior que o crescimento quantitativo de turistas, que estão ficando mais tempo no Brasil e gastando mais.
O presidente da Embratur vê tendência de crescimento do fluxo turístico em 2012, o que está se confirmando nos últimos meses, havendo expectativa favorável para o resto do ano. A América do Sul é o continente que, de forma global, mais envia turistas ao Brasil, tendo o fluxo crescido no ano passado 10,2% em relação a 2010 (2,628 milhões contra 2,384 milhões). A previsão é que a maior parte dos 600 mil turistas que virão ao Brasil para os megaeventos esportivos, previstos para os próximos anos, sejam provenientes da América do Sul.
A Europa é o segundo continente no ranking mundial do fluxo turístico para o Brasil. No ano passado, vieram 1,621 milhão de turistas europeus ao país, com crescimento de 29,8% sobre 2010, quando foram registradas a entrada de 1,614 milhão de pessoas.
Dos países da América do Norte vieram ao Brasil no ano passado 729 mil turistas, com queda de 13,4% sobre 2010, quando o número chegou a 773 mil visitantes, com impacto maior pela queda das visitas de norte-americanos. Em números globais, visitaram o Brasil em 2009 mais de 4,8 milhões de turistas, número que se elevou em 2010 para 5,161 milhões, subindo em 2011 para 5,433 milhões.

Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
04/05/2012 16:06:30

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras







Mais lidos

Foi demitido? Saiba como obter o seguro desemprego
O seguro desemprego tem sido um recurso importante para os milhares de desempregados no Brasil. Os d...
Como começar a investir com R$3 mil?
Investir com pouco dinheiro é uma questão para muitas pessoas. Parece que para fazer uma aplicaç...
Restituição do Imposto de Renda 2018: veja cronograma
Em 2018, os milhares de contribuintes tiveram até 30 de abril para declarar o Imposto de Renda. Ago...
Cerca de 7 milhões de brasileiros têm FGTS atrasado
FGTS atrasado é uma realidade para cerca de 7 milhões de brasileiros. De acordo com a Procuradoria...
Brasileiros no Japão: emissão de vistos cresce 145%
Muitos brasileiros estão buscando novas oportunidades em outros países, e o motivo desse fluxo mig...
BC aumenta oferta do swap cambial e dólar fecha em queda
Após seis altas consecutivas, o dólar fechou em queda nos últimos dias esta semana. Para o alívi...




Publicidade