Especialista não acredita em acordo para pôr fim a manifestações no Egito | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$3,91
Euro R$4,48
Libra R$4,99
Peso R$0,13
Bitcoin R$25.487,16
Ethereum R$1.152,01
Litecoin R$224,85
Ripple R$1,27
Bovespa 81.533,08
CDI 2,64% a.a
Selic 6,40% a.a
Poupança 0,50% a.a
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Especialista não acredita em acordo para pôr fim a manifestações no Egito

A probabilidade de que seja feito um acordo que dê fim às manifestações no Cairo é pequena, na opinião do professor do Instituto de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) Pedro Bocayuva. Segundo ele, a crise no Egito é profunda e deve levar o presidente Hosni Mubarak a sair do poder.

“[O fim da crise no Egito] Depende bastante das circunstâncias que vão ocorrer na rua em termos de níveis de confronto [egípcios e tropas do exército], níveis de desgaste, fome e paralisia econômica. E, de um ponto de vista internacional, é preciso ter muita cautela quando se pensar em intervenção”, destacou o professor, em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional.

Segundo o especialista, o presidente Mubarak ficou 30 anos no poder com a ajuda de regimes militares. “Ele [Mubarak] firmou acordos políticos depois da Guerra do Yom Kippur [Guerra do Ramadã, em 1973] com Israel e Estados Unidos quando o mundo árabe estava em crise. É um país exportador de petróleo com uma riqueza significativa e vigia isso com repressão militar direta.”

Desde o último dia 25 de janeiro, ocorrem no Egito manifestações contra a permanência do presidente Hosni Mubarak no poder. Após demitir todo o gabinete de ministros, Mubarak nomeou pela primeira vez, desde 1981, seu vice-presidente, o ex-chefe de inteligência Omar Suleiman. Milhares de pessoas ainda ocupam a Praça Central de Tahrir, no Cairo, ponto mais intenso das manifestações.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil garantiu que tem mantido contato com os brasileiros que estão no Egito e ajudado aqueles que querem antecipar o retorno ao país. O Itamaraty aconselha brasileiros a não viajar para o Egito e divulgou, em nota, que prestará toda ajuda necessária aos que ainda permanecem no país.



Fonte: Enfoque Informações Financeiras

Recebido em:
02/02/2011 12:14:04

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora







Mais lidos

Trabalhar em casa: 28 profissões para ganhar dinheiro
Trabalhar em casa e ganhar dinheiro no conforto do lar é um sonho para muitas pessoas. No Brasil, o ...
Cartões de crédito sem anuidade: veja os 10 melhores
Procurando cartões de crédito sem anuidade? Eles definitivamente conquistaram o seu espaço na eco ...
10 marcas mais valiosas do mundo em 2018
O ano está chegando na metade e as empresas não param de crescer. Esse é o resultado da pesquisa ...
Cartão de crédito com aprovação imediata existe?
Quem não quer ter um cartão de crédito hoje em dia para realizar as compras? Muitas instituiçõe ...
Os jogadores mais bem pagos do mundo em 2018
Quem são os jogadores mais bem pagos do mundo? Muito provavelmente você vai responder Cristiano Ro ...




Publicidade