Europa domina noticiário e bolsas têm fortes quedas na semana | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,2693
Bitcoin R$ 28.607,02
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,874
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Europa domina noticiário e bolsas têm fortes quedas na semana

A terceira semana de maio foi marca por fortes perdas nas bolsas de valores de todo o mundo. Entre os motivos para tanta desvalorização está o temor de um maior controle dos governos nos mercados financeiros. Medidas neste sentido surgiram na Alemanha e também nos Estados Unidos.

A piora do desempenho das bolsas começou quando a Alemanha decidiu proibir as operações de vendas descobertas. Além disso, os representantes do país defenderam que medidas semelhantes fossem adotas por outros países da Europa. Com isso, os mercados voltaram a acumular perdas.

No caso dos EUA, o Senado do país aprovou uma medida para ampliar a reforma que o governo quer fazer em todo o sistema financeiro do país. Inicialmente, os mercados, principalmente em Wall Street, não reagiram bem. No entanto, no decorrer da sexta-feira houve uma recuperação.

Mercado Interno

No Brasil, o forte crescimento da economia começa a preocupar. No relatório Focus, analistas apostam em avanço do PIB 6,3% em 2010. Com isso, a elevação do IPCA, a inflação oficial, também voltou a se expandir, indo para 5,54%%, se distanciando do centro da meta estipulada pelo Banco Central.

Chamaram a atenção também dos investidores dois importantes indicadores de inflação. No caso da segunda prévia de maio do IGP-M, o avanço dos preços chegou a 0,95%, ante 0,50% de abril. O IPCA (15) subiu para 0,63%, contra 0,48% da pesquisa anterior.

O fechamento de sexta-feira no azul do principal índice da bolsa paulista fez com o mercado brasileiro reduzisse as perdas da semana. No acumulado do período, o Ibovespa perdeu 5,0% e encerrou com 60.259 pontos. Confira o gráfico de longo prazo do índice:

 

Maiores Altas da Semana

Ativo

Código

Último

Variação

LOJAS RENNER

LREN3

43,57

6,82%

MRV

MRVE3

11,53

6,03%

CPFL ENERGIA

CPFE3

37,80

4,28%

GAFISA

GFSA3

10,86

1,59%

SOUZA CRUZ

CRUZ3

67,27

1,46%


Maiores Baixas da Semana

Ativo

Código

Último

Variação

MMX MINER

MMXM3

9,19

-13,71%

TAM S/A

TAMM4

24,91

-11,51%

B2W VAREJO

BTOW3

29,78

-10,33%

USIMINAS

USIM3

44,59

-9,77%

USIMINAS

USIM5

45,61

-9,05%

Mais Negociadas da Semana

Ativo

Código

ÚltimO

Volume

Segmento

VALE

VALE5

R$ 40,10

3.971.910.080,00

Minerais Metálicos

PETROBRAS

PETR4

R$ 27,69

2.757.534.560,00

Exploração e/ou Refino

OGX PETROLEO

OGXP3

R$ 15,23

1.638.300.064,00

Exploração e/ou Refino

ITAUUNIBANCO

ITUB4

R$ 33,50

1.158.042.976,00

Bancos

BMFBOVESPA

BVMF3

R$ 11,06

1.111.291.696,00

Serviços Financeiros

Mercado Externo

A Europa foi, mais uma vez, o grande centro da pauta dos investidores internacionais na terceira semana de maio. Mais uma vez a preocupação com a contaminação das economias do bloco penalizou as bolsas e o euro, que chegou ao menor valor ante ao dólar em quatro anos.

Declarações feitas por representantes do governo alemão prejudicaram o mercado. Primeiro foi a vez da chanceler Angela Markel, que afirmou que o euro estava seriamente ameaçado e que a situação da Europa era a mais grave em décadas. Já o ministro das Finanças, Wolfgnag Schaeuble, defendeu medidas rígidas de controle e declarou que os mercados estão descontrolados.


Entre os indicadores da economia dos EUA, destaque para o registro de deflação tanto no índice de preços ao produtor, quanto no de preços ao consumidor. Além disso, dados do mercado imobiliário mostram que o setor está longe de uma total recuperação da crise que teve início em 2007.

Neste cenário, os principais índices acionários da Europa acumularam perdas. No caso do Dow Jones, o recuo foi de 4%, encerrando sexta-feira aos 10.193,4 pontos. Já o S&P 500 caiu 4,2% aos 1.087,69 pontos. Confira os gráficos de longo prazo:

Mercado Cambial

 

A crise que atingiu o mercado cambial em todo mundo afetou principalmente o euro ante ao dólar. Em um contexto de incertezas, os investidores buscaram a segurança em aplicações mais seguras, como é o caso da divisa norte-americana.

No Brasil, o dólar registrou ganho na semana de 3,1% a R$ 1,8610 para a venda e R$ 1,859 para a compra. Confira o gráfico de longo prazo:




Fonte: Enfoque Informações
Financeiras
Ltda.


Recebido em:
21/05/2010 17:15:55

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras







Mais lidos

Foi demitido? Saiba como obter o seguro desemprego
O seguro desemprego tem sido um recurso importante para os milhares de desempregados no Brasil. Os d...
Como começar a investir com R$3 mil?
Investir com pouco dinheiro é uma questão para muitas pessoas. Parece que para fazer uma aplicaç...
Restituição do Imposto de Renda 2018: veja cronograma
Em 2018, os milhares de contribuintes tiveram até 30 de abril para declarar o Imposto de Renda. Ago...
Cerca de 7 milhões de brasileiros têm FGTS atrasado
FGTS atrasado é uma realidade para cerca de 7 milhões de brasileiros. De acordo com a Procuradoria...
Brasileiros no Japão: emissão de vistos cresce 145%
Muitos brasileiros estão buscando novas oportunidades em outros países, e o motivo desse fluxo mig...
BC aumenta oferta do swap cambial e dólar fecha em queda
Após seis altas consecutivas, o dólar fechou em queda nos últimos dias esta semana. Para o alívi...




Publicidade