Início Notícias Investimentos Fiagros: saiba o que é, como funciona e como investir

Fiagros: saiba o que é, como funciona e como investir

0
homem olhando para mesa e com as mão na cabeça preocupado
0
(0)

Uma nova aplicação está chamando a atenção dos investidores que são os Fundos de Investimentos nas Cadeias Produtivas Agroindustriais ou como também são conhecidos os Fiagros. Mas o que significa isso?

Esse tipo de investimento nada mais é do que um financiamento do agronegócio, com uma boa rentabilidade. Vale lembrar que a agricultura é um dos principais setores de economia do país.

E quem ainda não conhece esse tipo de aplicação, não se preocupe, porque ele realmente é novo no mercado. Ele entrou na Bolsa de Valores em agosto de 2021.

Desde então, vem crescendo no mercado financeiro e chamando mais a atenção dos investidores para esse tipo de aplicação.

Mas o que são os investimentos em Fiagros?

Assim como os Fundos Imobiliários (FIIs), os Fiagros juntam o dinheiro de um grupo de investidores para aplicar o dinheiro no agronegócio. É importante ressaltar que eles são papéis que tanto pessoas físicas quanto jurídicas podem investir no setor.

Outro ponto interessante é que essas aplicações podem ser tanto nos imóveis de agricultura quanto nas atividades de produção do setor. Sendo assim, existem dois locais para você investir e ganhar dinheiro no mercado.

+ Saiba se fundos de agronegócio valem a pena

Para cuidar desse investimento para você existe um administrador de fundo. Ele é responsável por cuidar dos interesses de cada membro do grupo de investidores. É ele que decide quais são os melhores momentos para se investir.

E isso acontece por meio de cotas. Quem deseja investir em Fiagros precisa comprar uma cota para poder participar do grupo e ganhar com os rendimentos da aplicação.

Os Fiagros são investimentos no agronegócio

Além disso, para garantir a viabilidade dos investimentos, todos precisam seguir as regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). São três tipos de aplicações que podem ser realizadas, sendo elas:

-> Direitos Creditórios: voltado para a agroindústria que aplicam os direitos creditórios, ele está no termo da Instrução CVM 356;

-> Participações: fundos em participações em sociedade, está no termo de Instrução CVM 578;

-> Imobiliários: fundos com ativos imobiliários, que está no termo de Instrução CVM 472. 

Como funcionam os Fiagros?

Para investir em Fiagros, primeiramente, você terá que providenciar uma conta em uma corretora de sua preferência. Afinal, eles são negociados no mercado da Bolsa de Valores.

No Fiagros, os patrimônios dividem-se em cotas. Essas, são colocadas à disposição para que sejam negociadas no mercado da B3, à vista.

+ Entenda como investir no agronegócio, setor que está em alta

Neste processo, é dada ao investidor a oportunidade de comprar uma ou mais cotas. Essas cotas pagam mais dividendos e ainda registram variação.

As vantagens do Fiagro

Assim como todo investimento, o Fiagro possui diversas vantagens. Esses atrativos, inclusive, têm atraído bastante os investidores. Veja a seguir alguns deles:

  • Proteção inflacionária.
  • Diversificação da carteira (setor é descorrelacionado).
  • Crescimento populacional (aumento da demanda por produtos agrícolas).
  • Renda (geração consistente de caixa).
  • Potencial de apreciação dos ativos.

Além disso, os Fiagros são considerados isentos ao Imposto de Renda sobre os dividendos distribuídos aos investidores. 

Entretanto, o investidor precisa ficar atento a um detalhe: caso se concretize uma venda de uma cota que se valorizou, ela precisa de comprovada, sim, em Imposto de Renda.

O valor do ticket médio dos Fiagros também costuma ser uma grande vantagem para os investidores, já que as cotas podem ser negociadas a valores bem acessíveis.

Gostou? Então complemente a sua leitura: veja mais de 10 investimentos seguros e que rendem bem mais do que a poupança para você escolher!

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui