Início Notícias Carreiras IBGE abre 253 vagas temporárias para o Censo. Veja editais e como...

IBGE abre 253 vagas temporárias para o Censo. Veja editais e como se inscrever!

0
Agentes do IBGE
5
(1)

O IBGE está com mais de 200 vagas temporárias abertas para pessoas com ensino médio completo. As oportunidades são para trabalhar como agente censitário no Censo Demográfico 2022.

Os interessados serão avaliados por meio de uma prova de título, que basicamente é uma avaliação curricular. Quanto maior for o grau de escolaridade do candidato, mais pontos ele acumula – mas qualquer um com ensino médio pode concorrer.

Os editais foram divulgados nesta semana, mas por se tratarem de processos seletivos simplificados o calendário é apertado. Para algumas das vagas, o prazo de inscrição já encerra no próximo dia 31 de maio. 

Quer saber mais sobre as vagas, salários, avaliação e prazos? Então continue lendo o artigo!

Quais são as vagas temporárias abertas no IBGE?

O IBGE tem divulgado diversos editais com vagas temporárias para o Censo. Por isso, vale a pena acompanhar a página Trabalhe Conosco no site do instituto, a fim de ficar por dentro de novas oportunidades. 

Porém, atualmente, existem especificamente 253 vagas de nível abertas. Elas estão divididas em dois editais (2022/8 e 2022/9). Confira o quadro de oportunidades:

CARGONº DE VAGAS
Agente Censitário de Administração e Informática133
Agente Censitário Municipal (ACM)164
Agente Censitário Supervisor (ACS)56

Essas vagas estão distribuídas por diversos estados e municípios em todo o Brasil. Para consultar a distribuição das localidades, basta acessar o quadro de vagas no Anexo I do edital, disponível no site do IBGE: 

Os agentes censitários de Administração e Informática, e também os agentes supervisores recebem R$1.700 para trabalhar 40 horas por semana.

Já os agentes municipais recebem R$2.100 para trabalhar a mesma carga horária. 

Os agentes censitários do IBGE são os profissionais que atuam na pesquisa do Censo, auxiliando os recenseadores. 

Os supervisores, como o nome sugere, supervisionam diretamente a aplicação da pesquisa. Eles acompanham os recenseadores nas ruas, tiram suas dúvidas, se certificam do cumprimento das atividades e da produtividade etc.

Os agentes censitários municipais são responsáveis por garantir a cobertura de sua área territorial, o cumprimento dos prazos e a qualidade das informações coletadas.

Já os de Administração e Informática trabalham em atividades mais focadas nessas áreas. Todas essas vagas do IBGE são temporárias. 

+ Como planejar a transição de carreira? Confira 6 dicas

Como realizar inscrição para as vagas temporárias do IBGE?

Cada edital para as vagas temporárias do IBGE tem seu próprio calendário, por isso os prazos de inscrição são diferentes para cada cargo:

  • Para agentes de Administração e Informática as inscrições vão até 31 de maio
  • Para ACS e ACM o prazo vai até 1° de junho

As inscrições podem ser realizadas na mesma página do edital, no site do IBGE, gratuitamente. Basta preencher um formulário com dados pessoais e curriculares:

IBGE tem mais de 200 vagas temporárias abertas para trabalhar no Censo

Como será o processo de seleção?

Ao contrário de um concurso público, esses processos seletivos do IBGE para vagas temporárias são simplificados. Isso significa que os candidatos não precisarão passar por nenhuma prova escrita.

A seleção e classificação será feita por meio de análise de títulos. Ou seja, a banca vai avaliar os dados curriculares do candidato: qual é o nível de escolaridade, se já terminou ou não a graduação. 

+ Veja quais são as mais de 100 profissões com os melhores salários

Quanto maior é o grau de escolaridade, maior é a pontuação que recebe e melhor fica a sua posição na classificação final. 

Sendo assim, quem tem o nível superior tem mais chances de conseguir. Mas quem tem apenas o nível também pode ser classificado, mesmo que não fique em 1º lugar.

Confira como é a distribuição de pontos:

  • Ensino médio = 5 pontos
  • Curso de graduação incompleto = 7 pontos
  • Curso de graduação completo = 10 pontos

Vale destacar que essa pontuação não é cumulativa, nem pode ultrapassar os 10 pontos. Ou seja, se um candidato tiver dois diplomas de graduação, por exemplo, apenas um contará, ele não receberá 20 pontos por isso. 

Gostou do conteúdo? Descubra mais dicas e conteúdo seguindo o FinanceOne no Facebook, Instagram, TikTok e Linkedin!

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar este post.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui