Ibovespa ganha 3,34% na semana e mantém maior patamar desde 2011 | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,4167
Bitcoin R$ 32.126,00
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 5,054
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Ibovespa ganha 3,34% na semana e mantém maior patamar desde 2011

SÃO PAULO  –  O Ibovespa não teve força para seguir a trajetória de alta que chegou a desenhar pela manhã. Terminou a sexta-feira em leve queda, de 0,08%, aos 71.074 pontos, ainda perto das máximas desde janeiro de 2011. Ainda assim, encerrou a semana com ganho acumulado de 3,34, na quinta semana consecutiva de valorização.

O volume financeiro somou R$ 4,7 bilhões, abaixo da média diária do mês, de R$ 6,055 bilhões.

O que fez o índice virar de sinal no fim da sexta-feira foi o típico movimento de realização de lucros, que investidores conseguiram postergar alguns dias. A leitura dos agentes, no entanto, é que ainda há espaço para alguma valorização. A tendência positiva ainda está mantida e e o índice deve buscar o próximo ponto de resistência, perto de 73 mil pontos.

Os ganhos alcançados forem fortes e, em alguns papéis, foram capazes de romper níveis de resistência. Foi o caso de Vale, que superou com folga a marca dos R$ 30,00, o que provocou uma onda de redução de posições vendidas.

Segundo os dados mais recentes da bolsa, o volume de contratos em aberto de operações de empréstimo de ativos das ações ON da mineradora diminuiu 6% ontem em relação à véspera. Esse movimento confirma que parte do mercado comprou ações no mercado à vista para cobrir essas posições vendidas, graças ao impulso adicional que o papel teve nos últimos dias com a melhora da expectativa para o minério de ferro.

Petrobras também esteve entre os destaques da semana. Além da leitura positiva provocada pelo anúncio da privatização da Eletrobras, a empresa foi beneficiada pela notícia divulgada hoje pela notícia de reestruturação societária da BR Distribuidora, considerada um passo importante na direção da abertura de capital da companhia. Segundo analistas, a operação resolve um dos principais complicadores para a venda da BR: a dívida de R$ 6,3 bilhões da Eletrobras com a Petrobras, mas que estava contabilizada como recebível da distribuidora. Com a realização da cisão e a separação desse recebível, esse problema fica eliminado no processo de abertura de capital da companhia.

Eletrobras também segue no foco e consegue preservar boa parte dos ganhos obtidos na semana. O papel ON fechou a semana em alta de 44,1%, enquanto o PNB avançou 25,91%.

Fonte: Valor Econômico







Mais lidos

FGTS inativo: quem tem direito e como sacar
Todo trabalhador brasileiro com contrato formal, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho, a ...
Férias de julho no Brasil: para onde ir?
O meio do ano está chegando e é hora de decidir onde passar as férias em família. Mesmo com algu...
Como limpar seu nome no SPC e Serasa
Seu nome está no SPC e Serasa? Muitos brasileiros estão nessa situação. Em fevereiro, 61,7 milh...
Escolas de negócios: Brasil tem 3 das melhores do mundo
Três das melhores escolas de negócios do mundo em 2018 estão no Brasil. São elas: a Fundação ...
Como vender plano de saúde e ganhar dinheiro
Ganhar uma renda extra é o que muitos brasileiros têm buscado para superar a crise que o país vem...
Treasuries americanos: os títulos “mais seguros do mundo”
Muito conhecido no Brasil, o Tesouro Direto - Programa do Tesouro Nacional desenvolvido com a BM&...




Publicidade