Índice Nacional da Construção Civil varia 0,38% em janeiro | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,2739
Bitcoin R$ 28.850,00
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,877
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Índice Nacional da Construção Civil varia 0,38% em janeiro


São Paulo, 08/02 (Enfoque) –

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, variou 0,38% em janeiro, ficando 0,11 ponto percentual abaixo da taxa de dezembro de 2016 (0,49%). O acumulado nos últimos doze meses foram para 6,46%, resultado pouco abaixo dos 6,64% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em janeiro de 2016, o índice foi 0,55%. A publicação completa da pesquisa pode ser acessada aqui.

O custo nacional da construção, por metro quadrado, que em dezembro fechou em R$ 1.027,30, em janeiro subiu para R$ 1.031,21, sendo R$ 531,93 relativos aos materiais e R$ 499,28 à mão de obra.

A parcela dos materiais apresentou variação de 0,14% e aumentou 0,13 ponto percentual em relação ao mês de dezembro (0,01%). Já o valor da mão de obra, apresentou variação de 0,64%, caindo 0,38 ponto percentual em relação ao último mês do ano de 2016 (1,02%). Os acumulados em doze meses ficaram em 2,66% (materiais) e 10,80% (mão de obra).

Região Norte registra maior variação mensal

A região Norte, com 1,01%, ficou com a maior variação regional em janeiro. As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,61% (Nordeste), 0,22% (Sudeste), 0,13% (Sul) e 0,12% (Centro-Oeste).

Os custos regionais, por metro quadrado, foram: R$ 1.049,45 (Norte); R$ 954,49 (Nordeste); R$ 1.075,93 (Sudeste); R$ 1.069,08 (Sul) e R$ 1.039,08 (Centro-Oeste).

Amazonas registra a maior alta

Decorrente de pressão exercida pelo reajuste salarial do acordo coletivo, Amazonas, com 3,64%, e Amapá, com 3,17%, foram os estados que apresentaram as maiores variações mensais. A seguir veio Pernambuco, com 2,28%, sob impacto da segunda parcela de reajuste definida na convenção coletiva.

O SINAPI, criado em 1969, tem como objetivo a produção de informações de custos e índices de forma sistematizada e com abrangência nacional, visando a elaboração e avaliação de orçamentos, como também acompanhamento de custos.

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 08/02/2017 09:01:22







Mais lidos

Cerca de 7 milhões de brasileiros têm FGTS atrasado
FGTS atrasado é uma realidade para cerca de 7 milhões de brasileiros. De acordo com a Procuradoria...
Brasileiros no Japão: emissão de vistos cresce 145%
Muitos brasileiros estão buscando novas oportunidades em outros países, e o motivo desse fluxo mig...
BC aumenta oferta do swap cambial e dólar fecha em queda
Após seis altas consecutivas, o dólar fechou em queda nos últimos dias esta semana. Para o alívi...
Franquia Havaianas: quanto custa e como abrir a sua
Quem quer se tornar um franqueado tem diversas opções, dos mais variados segmentos. Nesse setor, a...
Profissões do mercado financeiro que mais pagam
O mercado financeiro atrai cada vez mais profissionais de outras áreas. Com formação em cursos c...
7 filmes sobre Bitcoin que você deve assistir
Entender sobre criptomoedas, um dos investimentos da moda, é o que muita gente vem buscando. Afinal...




Publicidade