Índice Nacional da Construção Civil varia 0,38% em janeiro | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,285
Euro R$ 3,874
Bitcoin R$ 55.280,00
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,388
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Índice Nacional da Construção Civil varia 0,38% em janeiro


São Paulo, 08/02 (Enfoque) –

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, variou 0,38% em janeiro, ficando 0,11 ponto percentual abaixo da taxa de dezembro de 2016 (0,49%). O acumulado nos últimos doze meses foram para 6,46%, resultado pouco abaixo dos 6,64% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em janeiro de 2016, o índice foi 0,55%. A publicação completa da pesquisa pode ser acessada aqui.

O custo nacional da construção, por metro quadrado, que em dezembro fechou em R$ 1.027,30, em janeiro subiu para R$ 1.031,21, sendo R$ 531,93 relativos aos materiais e R$ 499,28 à mão de obra.

A parcela dos materiais apresentou variação de 0,14% e aumentou 0,13 ponto percentual em relação ao mês de dezembro (0,01%). Já o valor da mão de obra, apresentou variação de 0,64%, caindo 0,38 ponto percentual em relação ao último mês do ano de 2016 (1,02%). Os acumulados em doze meses ficaram em 2,66% (materiais) e 10,80% (mão de obra).

Região Norte registra maior variação mensal

A região Norte, com 1,01%, ficou com a maior variação regional em janeiro. As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,61% (Nordeste), 0,22% (Sudeste), 0,13% (Sul) e 0,12% (Centro-Oeste).

Os custos regionais, por metro quadrado, foram: R$ 1.049,45 (Norte); R$ 954,49 (Nordeste); R$ 1.075,93 (Sudeste); R$ 1.069,08 (Sul) e R$ 1.039,08 (Centro-Oeste).

Amazonas registra a maior alta

Decorrente de pressão exercida pelo reajuste salarial do acordo coletivo, Amazonas, com 3,64%, e Amapá, com 3,17%, foram os estados que apresentaram as maiores variações mensais. A seguir veio Pernambuco, com 2,28%, sob impacto da segunda parcela de reajuste definida na convenção coletiva.

O SINAPI, criado em 1969, tem como objetivo a produção de informações de custos e índices de forma sistematizada e com abrangência nacional, visando a elaboração e avaliação de orçamentos, como também acompanhamento de custos.

(por Gabriel Codas)


Fonte: Enfoque
Publicado em: 08/02/2017 09:01:22







Mais lidos

Principais Indicadores de Valor de uma Empresa
Quando você está no processo de compra e venda de empresas, precisa pensar nas dívidas que essa e...
Como escolher o plano de saúde?
Diante de tantas opções, a contratação de um plano de saúde pode gerar muitas dúvidas. Antes d...
Leilão de imóveis: entenda os leilões judiciais e extrajudiciais
O leilão de imóveis pode se judicial ou extrajudicial. No caso do judicial, como o próprio nome d...
Tesouro Direto ou CDB: qual a melhor aplicação?
Já falamos aqui que dinheiro só na poupança não rende. E aí, apostar em uma Renda Fixa é uma b...
Alugar ou comprar imóvel 2018?
Esse é um momento de alugar ou comprar imóvel? Na dúvida, algumas questões devem ser avaliadas. ...
Investimento além da poupança: formas de aplicar seu dinheiro
A poupança viu uma melhora de cenário em novembro de 2017. Quando em outubro houve retirada líqui...




Publicidade