Mantega e Miguel Jorge devem analisar em Buenos Aires equilíbrio da balança comercial | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$3,99
Euro R$4,60
Libra R$5,14
Peso R$0,13
Bitcoin R$25.563,27
Ethereum R$1.106,43
Litecoin R$219,85
Ripple R$1,31
Bovespa 81.533,08
CDI 2,64% a.a
Selic 6,40% a.a
Poupança 0,50% a.a
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Mantega e Miguel Jorge devem analisar em Buenos Aires equilíbrio da balança comercial

(Ag. Brasil) – O governo Cristina Kirchner, ao contrário das expectativas de exportadores e importadores brasileiros e argentinos, não se manifestou ontem (1º) sobre a entrada em vigor de barreiras comerciais contra alimentos enlatados que tenham similares produzidos pela indústria local. As supostas barreiras, baseadas numa determinação apenas verbal do secretário de Comércio Interior, Guillhermo Moreno, deveriam valer a partir de 1º de junho.

No entanto, no começo da noite, a ministra da Indústria e Turismo, Débora Giorgi, divulgou comunicado à imprensa tocando indiretamente no assunto. Segundo ela, na semana que vem os ministros brasileiros da Fazenda, Guido Mantega, e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, estarão em Buenos Aires para analisar com o governo argentino o desenvolvimento de ferramentas comerciais que permitam equilibrar a balança comercial entre o Brasil e o país vizinho.

A ministra disse que informações divulgadas no início desta semana pela Secretaria de Comércio Exterior do Brasil mostram que a balança comercial é desfavorável ao país vizinho em US$ 920 milhões. “Parece incrível que continuemos escutando algumas vozes relacionadas ao setor de importação que colocam fantasmas na relação comercial entre o Brasil e a Argentina, que é profunda mas também precisa percorrer o caminho do equilíbrio”, disse, ao se referir ao que chamou de “contexto deficitário para a Argentina”.

O encontro ministerial anunciado por Débora Giorgi será em Buenos Aires, em dia ainda não marcado, e terá a participação do ministro argentino da Economia, Amado Boudou. Segundo ela, a reunião foi acertada entre os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Cristina Kirchner, na semana passada, quando eles se encontraram no Rio de Janeiro durante o Fórum Mundial da Aliança de Civilizações.

Os ministros brasileiros e argentinos discutirão um sistema de pagamentos em moeda local para a área de importação e exportação, a integração das cadeias produtivas e o financiamento de exportações com fundos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), além da eliminação de barreiras ao mercado brasileiro.

A ministra da Indústria disse ainda em seu comunicado que a atividade econômica na Argentina registrou crescimento de 6,4% no primeiro trimestre de 2010 e aumento de 9,2% no período de janeiro a abril. Segundo Giorgi, o crescimento industrial impulsiona a maior importação de bens de capital, partes e peças e insumos como ferro, que não é produzido no país.



Fonte: Enfoque Informações
Financeiras
Ltda.


Recebido em:
02/06/2010 10:22:24

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora







Mais lidos

Trabalhar em casa: 28 profissões para ganhar dinheiro
Trabalhar em casa e ganhar dinheiro no conforto do lar é um sonho para muitas pessoas. No Brasil, o ...
Cartões de crédito sem anuidade: veja os 10 melhores
Procurando cartões de crédito sem anuidade? Eles definitivamente conquistaram o seu espaço na eco ...
10 marcas mais valiosas do mundo em 2018
O ano está chegando na metade e as empresas não param de crescer. Esse é o resultado da pesquisa ...
Os jogadores mais bem pagos do mundo em 2018
Quem são os jogadores mais bem pagos do mundo? Muito provavelmente você vai responder Cristiano Ro ...
Cartão de crédito com aprovação imediata existe?
Quem não quer ter um cartão de crédito hoje em dia para realizar as compras? Muitas instituiçõe ...




Publicidade