Medida do BC gera tendência de aumento da cotação do dólar, diz diretor | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$3,91
Euro R$4,48
Libra R$4,99
Peso R$0,13
Bitcoin R$25.487,16
Ethereum R$1.224,58
Litecoin R$235,76
Ripple R$1,38
Bovespa 81.533,08
CDI 2,64% a.a
Selic 6,40% a.a
Poupança 0,50% a.a
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Medida do BC gera tendência de aumento da cotação do dólar, diz diretor

As instituições financeiras terão que comprar US$ 6,8 bilhões, se não quiserem recolher recursos em espécie ao Banco Central (BC) sem receber remuneração. Com o aumento da procura pela moeda, o dólar deve se valorizar.

“A princípio [a medida] vai gerar alguma demanda por dólar, o que tende a fazer com que a cotação suba”, disse o diretor de Política Monetária do BC, Aldo Mendes. O diretor enfatizou que se trata apenas de uma tendência, já que o mercado é muito complexo.

A ideia do Banco Central é reduzir a posição vendida das instituições financeiras de US$ 16,8 bilhões, situação observada em dezembro de 2010, para US$ 10 bilhões. No final de 2009, a posição era bem menor: US$ 2,9 bilhões. Para reduzi-la, os bancos terão recorrer ao mercado para comprar dólares.

A medida anunciada hoje (4) passa a ser aplicada em 4 de abril e estabelece que as instituições financeiras terão que recolher ao BC 60% sobre o valor da posição de câmbio vendida que exceder US$ 3 bilhões ou o montante equivalente ao patrimônio de referência do banco. Na avaliação de analistas, a posição vendida, ou seja, quando as instituições apostam na queda do dólar, pressiona a cotação da moeda para baixo. Quando a posição de câmbio é comprada, a expectativa é que o dólar se valorize.

Segundo o BC, atualmente 35 instituições estão com posição vendida e 55, com posição comprada. De acordo com o diretor, não há nenhuma instituição em situação preocupante. “A gente está olhando o sistema como um todo. Não existe nenhuma instituição que esteja puxando a média”, afirmou.

“O principal objetivo é de natureza prudencial. Não é bom que uma economia fique concentrada toda em um polo ou outro. A gente não consegue perceber qual será a taxa de câmbio futura”, acrescentou Mendes.

De acordo com ele, a medida não tem “nenhum objetivo ligado à política monetária”. As instituições terão de dispor de reais para comprar o dólar, mas, como tem prazo para fazer isso, o efeito será diluído, marginal”, afirmou o diretor.

Edição: Juliana Andrade

 



Fonte:Enfoque Informações Financeiras Ltda.

Recebido em:
06/01/2011 11:34:03

HeadLines Enfoque
Copr 2007 Enfoque Informações Financeiras

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora







Mais lidos

Trabalhar em casa: 28 profissões para ganhar dinheiro
Trabalhar em casa e ganhar dinheiro no conforto do lar é um sonho para muitas pessoas. No Brasil, o ...
Cartões de crédito sem anuidade: veja os 10 melhores
Procurando cartões de crédito sem anuidade? Eles definitivamente conquistaram o seu espaço na eco ...
10 marcas mais valiosas do mundo em 2018
O ano está chegando na metade e as empresas não param de crescer. Esse é o resultado da pesquisa ...
Cartão de crédito com aprovação imediata existe?
Quem não quer ter um cartão de crédito hoje em dia para realizar as compras? Muitas instituiçõe ...
Descubra quais são as 20 profissões em alta no Brasil em 2018
São muitas profissões. Mas, qual escolher? É necessário analisar alguns fatores. Entre eles, sua ...




Publicidade