Início Criptomoeda Como minerar Litecoin? Vale a pena? É possível?

Como minerar Litecoin? Vale a pena? É possível?

0
moeda Litecoin
4
(4)

Está pensando em minerar Litecoin (LTC)? Embora essa não seja a forma mais rápida e simples de conseguir a moeda, você conseguirá através de computadores mais simples do que o Bitcoin.

Contudo, existem alguns pontos que você deve considerar antes de investir nessa criptomoeda. O primeiro deles é decidir se vai fazer isso sozinho ou se juntará a um pool de mineração.

O principal benefício da mineração solo é que você fica com todos os lucros. Entretanto, os pools são a maneira mais segura e barata de começar para aqueles que ainda estão aprendendo o básico quando se trata de mineração de criptomoedas.

Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre isso. Quer saber mais? Siga a leitura!

O que é Litecoin?

Antes de começar a entender como minerar Litecoin, vamos falar um pouco sobre essa moeda digital que ganha destaque desde 2011 quando foi criada por um ex-funcionário do Google, Charlie Lee.

Litecoin é uma moeda digital descentralizada, que compartilha o mesmo código do Bitcoin, apesar de possuir algumas diferenças marcantes.

Ou seja, não é emitida nem controlada por bancos centrais e é considerada mais segura do que contas bancárias. Isso porque, com a descentralização, ela se torna extremamente difícil de ser hackeada, assim como o Bitcoin.

Assim como as demais moedas digitais, o Litecoin tem a mesma funcionalidade do que o dinheiro físico. Sendo assim, é possível fazer transferências e realizar pagamentos. É usada também para fazer especulação financeira.

No mercado, o Bitcoin é considerado como o ouro e o Litecoin é a prata. Sendo que as principais características do Litecoin, que o difere do Bitcoin, é o maior número de operações por seguro e as menores taxas de transação.

+ 13 criptomoedas além do Bitcoin que você precisa conhecer

E o que é minerar?

Mineração é o processo de geração de novas estruturas necessárias para o funcionamento da criptomoeda. Frequentemente, esses são novos blocos em um blockchain.

Geralmente é um processo de achar uma solução a um problema matemático específico para encontrar um hash que corresponda a determinados critérios. Após a solução ser encontrada, ela pode ser fácil e rapidamente verificada.

O primeiro minerador a completar todos os cálculos necessários recebe uma recompensa da rede blockchain. A recompensa pela resolução deste problema é um “block reward”, ou “recompensa do bloco”, na forma de emissão de novas moedas para o minerador e, em muitos casos, uma comissão pelas transações incluídas no bloco.

Você pode fazer isso de maneira solo, através de pool de mineração ou na nuvem.

Veja a melhor opção para você minerar Litecoin.

1 – Solo

A mineração solo de criptomoeda significa que apenas uma pessoa minera o ativo. Em algum momento, foi totalmente possível minerar criptomoedas sozinho em um computador pessoal.

Mas aqueles dias já se foram faz tempo. Tendo em conta a atual concorrência e a dificuldade de mineração, o êxito da exploração mineradora individual exige enormes investimentos. Isso deu origem aos pools de mineração.

2 – Pools

Um pool de mineração é um servidor que divide a tarefa de calcular a assinatura do bloco em tarefas menores e as distribui entre os dispositivos conectados a esse pool.

Ao fazer isso, o pool combina o poder de computação dos mineradores para reduzir o fator de aleatoriedade e proporcionar recompensas mais previsíveis.

Quando os membros do pool conseguem encontrar um bloco através de seus esforços coletivos, a recompensa é dividida entre todos eles, de acordo com as regras do pool.

3 – Nuvem

Outra alternativa para minerar Litecoin é a nuvem. Essa é uma ideia interessante para quem não deseja investir em equipamentos caros, mas quer experimentar como funciona a mineração.

A opção é interessante para mineradores iniciantes, já que não será preciso comprar um hardware. Mas, para ter acesso a essa alternativa será preciso pagar. Quanto mais você investir, maior a quantidade de moedas que poderá receber.

É preciso, contudo, ter bastante cuidado com a escolha da empresa, já que, infelizmente, existem muitos golpistas que aceitam seu dinheiro sem ter, sequer, um equipamento. Por isso, pesquise bastante.

Qual software é utilizado para mineração de litecoin?

Para entender como minerar Litecoin é preciso, primeiro, entender o protocolo por trás do funcionamento da rede da cripto, que é o mesmo do Bitcoin, o PoW.

PoW significa que todas as transações feitas na blockchain são confirmadas por meio da mineração de blocos – que é feita com o poder computacional geral da rede.

Os mineradores que conseguem resolver o problema matemático são premiados com Litecoin.

Embora seja o primeiro protocolo desenvolvido – e por isso tenha seus críticos – esse é um método mais seguro, eficiente e confiável que outras alternativas (como o PoS).

Então, ainda que Litecoin e Bitcoin tenham algumas diferenças, ambos compartilham o mesmo PoW e por isso LTC é tão confiável quanto BTC.

Para isso, existem três tipos de hardwares de minerar Litecoin. São eles: CPU, GPU e ASIC. Conheça um pouco de cada um:

1 – CPU:

A mineração de CPU utiliza a sua CPU para minerar a moeda desejada (neste caso, Litecoin). É um método barato para minerar criptomoedas, mas a desvantagem é que é um processo extremamente lento – quase sempre insuportável.

A mineração de CPU pode ser feita a qualquer momento em seu próprio computador pessoal. O processo funciona nos principais sistemas operacionais (Windows, Mac OS e Linux).

2 – GPU:

Este tipo de mineração é o tipo principal que você encontrará. Os equipamentos de GPU usam placas gráficas para minerar os criptos desejados. É rápido e eficaz (é por isso que é tão popular), mas pode ficar muito caro.

3 – ASIC:

Os Circuitos Integrados de Aplicação Específica (ASICs) são considerados os melhores mineradores para Litecoin.

Existem muitos tipos diferentes de ASICs, mas esses ASICs são especificamente projetados e criados com um objetivo em mente – minerar uma grande quantidade de Litecoins.

Melhores hardwares para minerar Litecoin

A Pod FutureBit Apollo é uma boa opção para minerar Litecoin. Embora não tão potente quanto as grandes máquinas, ele faz um bom trabalho graças ao seu menor consumo de energia.

O minerador vem em um pequeno pod autônomao que pode dar até 135 MH/s, consumindo 1 watt por Mh no modo econômico e 1,4 watts em seu modo turbo.

O dispositivo vem com um drive USB de 64 GB que é pré-carregado com o blockchain LTC, o que poupa tempo na primeira sincronização e pula para a mineração.

A AntMiner L3+ outra boa opção. Ela consome 1,6 W/Mh de energia, mas executando até 504 MH/s de computação. Ou seja, consome no total 800 watts e vem com um sistema duplo de ventilação para dissipar o calor extra que gera.

Onde guardar a Litecoin?

O Litcoin, assim como o Bitcoin, é suportado por diversas carteiras. A mais conhecida e recomendada para desktop é a Electrum LTC.

Seu processo de instalação é bem fácil. Basta acessar o site, clicar em “downloads”. Depois escolha o sistema operacional do seu computador. Pronto, vai começar a baixar o software da carteira.

Contudo, para que o processo seja facilitado, coloque no modelo de configuração no automático. Depois, você irá nomear sua carteira no campo “Wallet” e escolher a carteira padrão (Standard Wallet).

Depois você será questionado sobre qual tecnologia você quer escolher. O ideal é que seja a “Segwit“, pois as taxas são menores.

Aí você estará perto do final do processo de criação da sua carteira. Afinal, será mostrado a sua chave privada. Anote e crie a sua senha.

Entretanto, vale destacar que existem outras carteiras para IOS e Android, todas muito simples e intuitivas.

O processo de mineração vale a pena?

Decidiu por minerar Litecoin de maneira solo? Calma, antes, você deve fazer algumas contas simples.

Ou seja, pegue uma calculadora e calcule o custo inicial para obter o dispositivo e os complementos de manutenção necessários.

Agora que você tem uma ideia de preço, tente descobrir possíveis os custos de eletricidade e resfriamento.

Tendo como base a velocidade e a força com os quais sua mineradora trabalha, calcule os ganhos potenciais que sua mineradora Litecoin poderia produzir em um mês. Você precisará do valor médio.

Depois de terminar, subtraia esse número do primeiro. Veja então o resultado. Se o número que você está vendo for negativo, isso significa que não faz sentido você começar a minerar a Litecoin. 

A principal vantagem de minerar Litecoin é que é simples perto de outras criptmoedas. Além disso, a moeda digital é uma das mais valorizadas no mercado.

Aliado a isso, o total de moedas a ser minerado é quatro vezes maior que o Bitcoin. E, claro, por possuir uma capacidade de processamento menor, o Litecoin também tende a ter taxas de transação mais acessíveis.

A mineração de Litecoin pode ser uma ótima maneira de colocar mais dinheiro no bolso, contanto que você saiba o que está fazendo

Melhores pools de mineração

Atualmente existem muitos pools de mineração. Alguns deles são projetados para minerar uma criptomoeda em particular.

Outros são mais flexíveis e oferecem uma opção entre várias criptomoedas. Ao escolher um pool para minerar Litecoin, deve-se levar em conta:

  • tamanho do pool,
  • hashrate,
  • termos específicos de trabalho com esse pool em particular (taxa de comissão e pagamento mínimo),
  • reputação do pool.

Após escolher um pool, você precisará configurar seu hardware e software de mineração, conectar-se ao pool e começar a minerar. Os mais conhecidos são:

1 – Litecoin Mining Pool:  Em operação desde 2011 e não cobra taxas. Usa sistema de pay-per-share (PPS) que recompensa os mineradores de acordo com a quantidade de energia e eletricidade que você contribui.

2 – Antpool: um dos maiores pools de LTC em operação. Tem pools disponíveis para outras criptos, como Bitcoin e Ethereum.

Nela, não há cobrança de taxa de participação, mas mantém para si todas as taxas de transação. Todas as recompensas do bloco são compartilhadas e a quantia é baseada em quanto poder computacional você contribui.

Outras alternativas para se investir

Certamente, minerar Litecoin pode ser uma tarefa bem complicada para a maioria dos usuários, e pode não compensar para iniciantes, especialmente no momento atual onde a atividade se tornou altamente competitiva e movimenta bilhões de dólares anualmente. 

Mas não se preocupe, você pode perfeitamente se expor a esse mercado que está mudando a forma como enxergamos o dinheiro, a moeda e as finanças.

O procedimento para os interessados é bem simples. A Litecoin pode ser adquirida de três formas diferentes e, assim, segue o padrão das outras criptomoedas. 

A negociação pode ser feita por:

1 – Modo P2P 

É uma forma prática e simples de aquisição da moeda, pois ela é feita sem a necessidade de uma intermediação e é processada em uma transação direta entre comprador e vendedor. Assim, se por um lado o P2P é prático, por outro carece de segurança e credibilidade.

2 – Mercado de balcão 

Ele é operado por uma corretora e tem similaridade com as operações de balcão das bolsas de valores antes da adaptação para o pregão on-line. Esse método é procurado por operadores de criptomoedas que desejam fazer operações com quantias bem altas.

3 – Corretora

Dessa forma, o método mais seguro, tradicional e indicado, com que nos dedicaremos nesta explicação, é comprar por meio de uma corretora (ou exchange).

Uma vantagem do Litecoin é que, em vista de sua popularidade, ela pode ser adquirida em algumas corretoras brasileiras por um valor atribuído em reais.

Para isso, confira o artigo feito especialmente iniciantes no mercado cripto e descubra como funcionam as moedas digitais

O que achou disso?

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 4

Seja o primeiro a avaliar este post.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui