Início Notícias Finanças Pessoais Saiba como se planejar financeiramente para ter um filho

Saiba como se planejar financeiramente para ter um filho

0
imagem de uma família de mãos dadas
Organizar sua viagem em família ficou fácil.
5
(1)

Está pensando em ter um bebê? Se a sua resposta foi sim, então saiba que é bom se planejar financeiramente para ter um filho.

Isso porque a chegada de uma criança modifica todo o orçamento da família, principalmente porque as despesas aumentam bastante nesse momento da vida, e lidar com esses gastos extras causa preocupação.

Antes mesmo de a criança nascer, por exemplo, os pais já começam a ter algumas despesas com o quarto do bebê, além do enxoval, o parto, brinquedos, entre outros.

+ Como fazer investimentos para o futuro dos filhos: veja algumas opções
+ Quanto custa ter um filho no Brasil?

É importante lembrar, porém, que os custos iniciais podem variar bastante, até porque cada família pode decorar o quarto e comprar as roupas de uma determinada forma.

Contudo, é essencial que a família comece a se planejar financeiramente para ter um filho o quanto antes. Isso permitirá que os pais tenham uma determinada quantia até o momento em que o bebê nascer. 

Para isso, pense com quantos anos você deseja ter um filho e comece a juntar o dinheiro até a data determinada. Assim, você terá a quantia necessária para suprir as primeiras, e principais, necessidades do filho, como por exemplo educação, saúde e cuidados básicos.

A seguir, listamos algumas dicas de como conseguir se planejar para ter um bebê.

Como se planejar financeiramente para ter um filho

Planejar-se financeiramente para ter um filho é importante para evitar que no futuro, em caso de imprevistos, os pais sejam surpreendidos e fiquem sem saber o que fazer ou a quem recorrer. Confira algumas dicas abaixo!

Comece planejando a gravidez

Ao começar a pensar em engravidar, planeje com quantos anos você quer ter um filho. O ideal é que os pais comecem a pensar no futuro filho com até dois anos de antecedência.

Dessa forma, será possível pensar na adequação das finanças, além de poderem verificar quais gastos podem ser diminuídos ou até mesmo cortados.

Trabalho da mãe precisa ser pensado

Atualmente as mulheres estão cada vez mais presentes no mercado de trabalho, por isso, essa etapa também precisa ser pensada.

Quanto tempo a mãe poderá ficar sem trabalhar? Será necessário mais tempo do que a licença maternidade permite? O casal precisa planejar por qual período a mãe precisará ficar afastada do trabalho.

Vale ressaltar que a legislação garante a estabilidade do emprego da mulher a partir do momento que é confirmada a gravidez. E isso vale até a licença maternidade. Sendo assim, as empresas não podem demitir quem estiver grávida.

O ideal é que os pais se planejem financeiramente antes de ter um filho

Como deixar os filhos para ir trabalhar?

Essa é uma questão que muitos pais têm dificuldades e dúvidas. Ao acabar a licença dos pais, com quem deixar o filho para que ambos voltem a trabalhar? Colocar em creche é uma opção? Contratar uma babá? Pedir para algum parente, como por exemplo as avós, cuidarem?

As opções são inúmeras, mas os pais precisam conversar e chegar na melhor alternativa. Por isso, é importante pensar nessa etapa antes da criança nascer.

Será necessário trocar de casa?

A casa na qual você mora tem espaço para uma criança? Tem quarto extra para o seu filho? Caso as respostas sejam “não”, será preciso adaptar a casa ou apartamento no qual você reside.

É importante que algumas mudanças sejam realizadas no ambiente familiar de forma que tanto os pais quanto o filho fiquem confortáveis.

Além disso, é preciso que os ambientes da casa atendam todas as necessidades do bebê. Ou seja, tenha espaço para o berço, local para dar banho, espaço para os brinquedos, entre outros.

Como será feito o pré-natal

Considerada uma das fases mais importantes de uma gravidez, o pré-natal precisa ser planejado com todos os cuidados. Se o seu plano de saúde é novo, verifique se você não está na carência. Para casos de gravidez, a carência é de 300 dias, somente para cobrir o parto.

Além disso, vale ressaltar que os planos não cobrem anestesista em caso de cesarianas. Dessa forma, os pais têm de arcar com esse valor a mais no orçamento ao se planejar financeiramente para ter um filho.

Home office: confira dicas para trabalhar com filhos pequenos

Se ambos os responsáveis decidirem ou puderem trabalhar de casa, é necessário saber como conseguir se manter produtivos com uma criança pequena em casa, certo?

O diretor geral da Robert Half, consultoria de recursos humanos, Fernando Mantovani, diz que é preciso se concentrar no seu trabalho. Por isso, encontre maneiras de ajudar seus filhos a se divertirem.

“Quebra-cabeças, jogos e livros são ótimos e ajudam a evitar o tédio e, consequentemente, as interrupções”, disse.

Além disso, também há outras dicas para trabalhar em casa com filhos pequenos. Algumas delas são:

  • crie uma rotina;
  • defina o seu espaço de trabalho;
  • sempre que possível, tente realizar os horários certos no trabalho. Ou seja, não ultrapasse tanto as suas horas.

Agora que você já viu sobre como se planejar financeiramente para ter um filho e também conferiu dicas para trabalhar em home office, que tal continuar visitando o nosso site para aprender mais?

Leia agora mesmo: “como abrir conta para filhos e investir no futuro deles? ” para ficar ainda mais por dentro do assunto! 

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar este post.

O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui