Início Notícias Mercado Cambial Entenda porque o dólar está em queda

Entenda porque o dólar está em queda

0
Notas de dólar com um gráfico ao fundo
0
(0)

Um dos assuntos mais comentados pelos brasileiros nas últimas semanas é o dólar em queda. O valor mais baixo da moeda norte-americana tem deixado muitos brasileiros animados e pensando em viagens estrangeiras. Mas por que será que o dólar está caindo tanto?

Se você acha que essa queda tem sido pequena, está muito enganado. O mês de março terminou com uma queda acumulada de 7,70%. Já no trimestre, a baixa é ainda maior, 14,63% em relação à moeda brasileira.

É importante ressaltar que essa é a maior queda do dólar para o período, desde 2009.

Mas, afinal, o que tem levado a moeda norte-americana a cair tanto? Existem diversos fatores que levam a variação do dólar, seja para cima ou para baixo. E hoje nós vamos te contar quais são os motivos da queda do momento.

Quais os motivos do dólar em queda?

Se você, assim como muitos brasileiros, está se perguntando o motivo do dólar estar em queda, saiba que existem duas explicações para este acontecimento.

A primeira delas é a forte alta da taxa básica de juros aqui no Brasil – a famosa Selic -, que há meses tem sido elevada pelo Copom. É esse o fator que tem feito com que diversos investidores apliquem dinheiro no país.

Todo esse investimento está acontecendo porque os investidores estrangeiros acreditam que o mercado brasileiro se tornou mais atrativo para eles. 

O segundo motivo que tem deixado o dólar em queda é a alta das commodities no Brasil. Para quem não sabe, o nosso país é um grande produtor e exportador dessas mercadorias.

Com a guerra entre Rússia e Ucrânia o valor das commodities foi elevado, o que acabou beneficiando o Brasil. Além disso, grandes empresas brasileiras oferecem produtos de commodities, como é o caso da Petrobras.

Nesses casos, acontece uma junção das commodities com o interesse dos investidores em aplicar dinheiro nestas empresas. Fazendo com que mais dinheiro circule no país.

Dólar em queda: a tendência é continuar?

O fato do dólar estar em queda anima muitos investidores e compradores, que aproveitam o momento para investir e planejar possíveis compras. Mas será que essa queda da moeda é algo que deve continuar?

A expectativa é que, sim. A desvalorização do dólar não é vista como um “surto coletivo” e deve permanecer durante o ano de 2022.

A queda do dólar tem deixado muitos brasileiros animados

Um fator que reforça esta tese é o fato do próprio Banco Central, por meio do Copom, já ter confirmado que a taxa Selic vai continuar a sua crescente nas próximas reuniões.

No último encontro realizado pelo grupo do Banco Central, ela foi elevada para 11,75% ao ano e a expectativa é de que no próximo encontro ela possa atingir de 13% a 13,25%, já que essa tem sido a média do aumento nos últimos tempos.

Veja o histórico de altas da Selic nos últimos tempos:

  • 16 de março de 2022 elevada em 11,75% ao ano
  • 2 de fevereiro de 2022 elevada em 10,75% ao ano 
  • 8 de dezembro de 2021 elevada em  9,25% ao ano 
  • 27 de outubro de 2021 elevada em  7,75% ao ano 
  • 22 de setembro de 2021 elevada em 6,25% ao ano 
  • 4 de agosto de 2021 elevada em  5,25% ao ano 
  • 16 de junho de 2021 elevada em  4,25% ao ano 
  • 5 de maio de 2021 elevada em  3,5% ao ano 
  • 17 de março de 2021 elevada em  2,75% ao ano 
  • 20 de janeiro de 2021 elevada em  2% ao ano 
  • 9 de dezembro de 2020 elevada em  2% ao ano

O confronto entre Rússia e Ucrânia também pode interferir na valorização ou desvalorização da moeda, mas já tem um cenário bem mais incerto do que o índice da taxa básica de juros. 

Como o mercado financeiro possui diversas variáveis e muitas vezes vive de incertezas, não é bom contar com o futuro quando o assunto é o dólar e suas oscilações.

O que comprar com o dólar em queda?

Com o dólar em queda, é muito comum que os consumidores aproveitem para comprar, principalmente quando o assunto é produtos importados. Mas o que é melhor adquirir nesse momento?

Além de bens materiais, é possível adquirir o próprio dólar. Isso mesmo, se você precisa viajar ou algum outro fator, comprar a moeda estrangeira neste período é vantagem, haja vista que ela estará bem mais barata.

Muitos também escolhem adquirir passagens internacionais para destinos estrangeiros, que são taxados pelo dólar. Com ele em queda, os valores estarão bem mais acessíveis.

Quer saber mais detalhes do que comprar com o dólar em queda? Veja mais informações aqui no FinanceOne e compartilhe os conteúdos com seus amigos!

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui