Quanto custa morar sozinho? Confira essas dicas | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,843
Euro R$ 4,457
Bitcoin R$ 24.664,04
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 5,053
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Quanto custa morar sozinho? Confira essas dicas

Cada vez mais as pessoas saem das casas dos pais mais tarde. Muito disso está relacionado a quanto custa morar sozinho. A verdade é que os filhos estão deixando a casa dos pais cada vez mais tarde, tornando-se a “geração canguru”.

Segundo os dados da Síntese de Indicadores Sociais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), lançado em 2016, houve um prolongamento da convivência familiar entre pais e filhos adultos.

Entre aqueles na faixa dos 25 aos 34 anos houve crescimento, chegando a 25,3% em 2015.

Outro dado interessante é que o nível de ocupação de 71,7%, das pessoas que viviam com os pais foi semelhante ao das que não viviam (75,1%). Isso sugere que não é a falta de trabalho que causa a permanência na casa dos pais.

Sobre a escolaridade, aqueles que viviam com os pais tinham nível mais alto, sendo 35,1% com ensino superior incompleto ou nível mais elevado. A média de anos de estudo foi de 10,7 anos, e 13,2% no grupo ainda estudavam.

Para os que não moravam com os pais, 20,7% tinham ensino superior incompleto ou nível mais elevado, a média de anos de estudos era de 9,8 anos, e 7,2% ainda estudavam. O prolongamento dos estudos poderia ser um fator motivador a quem decidiu permanecer na casa dos pais.

Além disso, a publicação do IBGE sugere fatos de natureza psicológica, como dependência emocional e acomodação ao padrão de vida que possui com os pais.

O importante é descobrir quanto custa morar sozinho e estar preparado para essa ação antes de concretizar. Isso porque, em uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 34% das pessoas que moram sozinhas extrapolaram o orçamento alguns meses.

Saiba quanto custa morar sozinho
Para saber quanto custa morar sozinho, é preciso colocar na ponta do lápis todos os seus gastos

Quanto custa morar sozinho

Do total de pessoas entrevistadas na pesquisa do SPC e da CNDL, oito em cada dez pessoas que moram só (79%) não se planejaram financeiramente para isso. Essa falta de um plano pode gerar dívidas ou fazer com que você extrapole o orçamento mensal. Isso ocorre com 34% das pessoas que vivem sozinhas.

A justificativa de 49% para extrapolar a receita é a falta de uma pessoa para dividir as contas.

O estudo mostra que 93% das pessoas vivendo só são as únicas responsáveis por sustentar a casa e, o mais grave, 66% não tem controle do seu orçamento.

Não possuir o controle do seu orçamento é creditado à falta de importância que as pessoas atribuem a esse controle (33%) e à falta de hábito e disciplina para fazer esse controle diário (27%). Que tal começar com uma planilha de orçamento doméstico?

Para morar sozinho, você deve levar em conta todos os gastos:

– Contas: água, luz, gás, telefone / celular, internet, TV a cabo / Netflix e outros.

– Moradia: condomínio, aluguel / prestação do financiamento. Aqui você deve considerar um gasto variável, como a cota extra do condomínio, caso seja necessário em algum mês.

– Alimentação: supermercado, refeições na rua como o almoço.

– Saúde: plano de saúde, remédios que eventualmente precise.

– Transporte: como você irá e retornará do trabalho, meio de locomoção também para atender suas necessidades. Será transporte público, táxi ou combustível no seu carro?

– Outros gastos: além das contas fixas, há gastos como IPTU, taxa de incêndio, imposto de renda, seguro do carro, academia, cuidados pessoais como salão de beleza e barbeiro, além de lazer que devem ser considerado. O que reforça a necessidade de que você tenha um planejamento.

Como morar sozinho

quanto custa morar sozinhoDiante dos dados apresentados na pesquisa SPC e CNDL, você já viu o quão importante é ter um controle financeiro ao morar sozinho. O custo disso vai depender dos seus gastos fixos e variáveis. Lembrando que se o orçamento ficar apertado e você chegar ao ponto de ter de sair das dívidas, pode tentar reduzir os fixos e só depois partir para os variáveis.

Antes de mudar-se, você precisa pesquisar alguns pontos. Como é a vizinhança? O local é movimentado, barulhento ou deserto? Sai mais em conta pagar um pouco mais e ficar perto do trabalho? Com isso você economiza tempo e no transporte. Mas e se pagar menos na moradia, mas ficar mais horas no trânsito e gastar mais com combustível e transporte público? Será que vale mais?

O seu orçamento sempre precisa ter uma folguinha, pois imprevistos acontecem. E se o seu chuveiro queimar? Se a descarga estiver vazando? Se o microondas, a geladeira ou a máquina de lavar pararem de funcionar? A manutenção da moradia também inclui a limpeza. Você ficará responsável por todo o cuidado ou precisará de uma diarista? Esse é mais um gasto para ser considerado na sua lista.

Conclusão

Os gastos para morar sozinho dependem muito também das condições que você terá. Se for aluguel, precisa considerar o reajuste anual. Se você for comprar um imóvel, precisa decidir entre o consórcio ou o financiamento imobiliário e ver o que é melhor para seu orçamento. Não importa a opção, você precisa estar preparado para cumprir com as parcelas mensais e não deixar que isso se torne uma dívida com a inadimplência.

Por isso a importância de poupar e buscar fazer um investimento. Você não precisará ter um lugar com todos os eletrodomésticos e móveis da moda, nesse primeiro momento. Se o imóvel não estiver mobiliado, você pode começar pelo essencial e poupar com o objetivo de ir adquirindo o que falta.

Guardar parte da sua receita é também importante para gastos variáveis e imprevistos que acontecem com todos. Além disso, tem aquela viagem das férias que você vai desejar fazer e não vai poder se não tiver se planejado para isso. Portanto, quanto custa morar sozinho é mais do que gastos básicos. Exige um planejamento orçamentário para que você alcance e mantenha a saúde financeira.







Mais lidos

Como se planejar financeiramente para um intercâmbio?
Fazer um intercâmbio se tornou um sonho para muitos. É uma troca perfeita de experiências. Tanto ...
TransferWise: é seguro? E como funciona?
Em todo o mundo e ao longo dos tempos, os bancos têm sido a principal solução para enviar dinheir...
Passo a passo para escrever uma carta de reclamação
Escrever é uma tarefa relativamente fácil, ainda mais por ser algo que se pratica desde a infânci...
Websérie gratuita ensina tudo sobre blockchain
Investir em bitcoin e outras criptomoedas é uma opção de maior risco, mas que promete retorno mai...
Reembolso em planos de saúde: como funciona e como pedir
Quem nunca se consultou com um médico durante anos? E, depois teve que mudar porque ele passou a n...
Transações do mercado imobiliário superam R$472 bi no Brasil
O setor de imóveis volta a crescer em 2018. As transações do mercado imobiliário brasileiro movi...




Publicidade