Real tem leve alta, mas caminha para pior semana desde meados de maio | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,225
Euro R$ 3,960
Bitcoin R$ 36.000,00
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,513
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Real tem leve alta, mas caminha para pior semana desde meados de maio

SÃO PAULO  –  A sequência de alta do dólar foi pausada nesta quinta-feira. Depois de se aproximar um pouco mais de R$ 3,20 durante a manhã, a moeda americana foi alvo de ajustes em linha com boa parte dos mercados emergentes. Ainda assim, o câmbio doméstico caminha para sua pior semana desde meados de maio quando estourou a crise política no Brasil.

Desta vez, o principal catalisador do movimento é externo: a reavaliação do cenário econômico dos Estados Unidos. O mercado americano de juros futuros precifica mais de 70% de chance de novo aperto monetário por lá em dezembro, mais que o dobro da aposta há um mês.

Até por isso, os agentes financeiros seguem atentos aos sinais da atividade e inflação. Hoje, por exemplo, a revisão dos dados do PIB americano apontou para crescimento de 3,1% no segundo trimestre, ainda bem próximo da primeira leitura de 3%. E nesta sextas-feira, serão conhecidos dados de renda pessoal e gastos, que servem de referência para avaliar o cenário de inflação.

A resposta global é de alta firme do dólar nesta semana. Por aqui, a divisa acumula ganho de 1,75%, mesmo com a queda de 0,36% nesta quinta-feira, a R$ 3,1823. Se esta variação semanal for mantida até o fim da tarde de amanhã, será o pior desempenho do câmbio brasileiro desde que o dólar disparou 4,25% em maio, quando foram divulgadas as conversas entre o empresário Joesley Batista, da JBS, e o presidente Michel Temer (PMDB).

A partir daquele evento, a reforma da Previdência saiu da pauta do Congresso. O tema é bastante debatido por agentes financeiros e políticos. O discurso do governo é que a tramitação da medida pode ser retomada em outubro. No entanto, a ausência de novidades positivas tem contido a esperança dos profissionais de mercado sobre a aprovação ainda na administração Temer.

O mercado ainda acredita que as novas denúncias da PGR contra o presidente não vão prosperar na Câmara. Mas esse evento acaba travando um pouco a disposição dos investidores a assumir riscos, especialmente pelo fato de que a evolução da agenda de reformas também fica mais lenta. E isso contribui para a correção dos preços.

Nos últimos dias, o mercado de câmbio também trabalhou com a perspectiva de que o Banco Central deve retirar quase US$ 4 bilhões de liquidez do sistema. Esse valor diz respeito a parte dos contratos de swap cambial que vencem em outubro. Os outros US$ 6 bilhões desse lote foram rolados para outros prazos. O processo de rolagem foi concluído hoje, caso a autoridade monetária mantenha o costume de não fazer leilões desse tipo no último dia útil do mês.

Fonte: Valor Econômico







Mais lidos

Ainda dá tempo de investir em criptomoedas?
Depois da resolução divulgada pela CVM (veremos isso mais adiante), o mercado das criptomoedas fic...
7 dicas para arrumar emprego pelo LinkedIn
Arrumar emprego, hoje, é a meta de muitas pessoas. Crise, desemprego e portas se fechando assombram...
Quero dar baixa no MEI: o que eu faço?
Para dar baixa no MEI, o procedimento é simples e feito pela internet. Se você decidiu fechar o se...
Como abrir conta para filhos e investir no futuro deles?
Que pai ou mãe não está pensando no futuro dos filhos? Investir para o benefício deles é uma op...
Investir em imóveis para alugar vale a pena?
Uma forma de investimento que talvez muitos nem considere hoje são os imóveis. Investir em imóvei...
Melhores países para brasileiros trabalharem
[caption id="attachment_66944" align="alignright" width="273"] Confira três países que oferecem bo...




Publicidade