InícioNotíciasInvestimentosTMA: entenda o que é a Taxa Mínima de Atratividade e como...

TMA: entenda o que é a Taxa Mínima de Atratividade e como usar nos investimentos

0
(0)

Você já escutou falar na Taxa Mínima de Atratividade ou TMA? Para quem ainda não conhece ela é utilizada como um parâmetro para os investidores e gestores. E, por isso, é muito importante entender sobre essa taxa.

Para os investidores, a TMA mostra qual será o rendimento mínimo que você poderá esperar em uma determinada aplicação. A taxa é usada para verificar se o investimento em um novo projeto vale ou não a pena. 

É levado em consideração o retorno que a aplicação poderá proporcionar para os gestores. 

Nos dois casos, a Taxa Mínima de Atratividade é importante para que as aplicações rentáveis sejam realizadas e você possa evitar as com baixo rendimento. Até porque, você não quer aplicar o seu dinheiro em um investimento que não trará grandes retornos, certo?

Sendo assim, podemos resumir que a TMA é a taxa de juros que mostra o mínimo que o investidor poderá ganhar ao aplicar o dinheiro e o máximo que uma instituição está disposta a pagar em um financiamento.

Afinal, o que é a Taxa Mínima de Atratividade?

Ainda não conseguiu entender muito bem o que é essa Taxa Mínima de Atratividade? Pode ficar tranquilo que a gente te explica tudo!

A TMA é um valor percentual que apontará o retorno mínimo exigível para que uma aplicação financeira seja realizada. E é por esse motivo que ela é considerada tão importante por quem atua no mercado.

Isso porque ela ajuda na análise dos investimentos, principalmente porque representa a taxa mínima que você vai se propor a receber quando realiza um investimento. 

-> Um exemplo prático: se você tem uma empresa e decide abrir mais duas unidades.

Será necessário realizar um investimento. Até porque o principal objetivo dessas novas unidades é justamente aumentar o lucro e fluxo de caixa gerado pela empresa, certo?

Então para isso, você precisará calcular qual será o retorno do investimento para abrir as novas unidades. Somente assim será possível saber se vale a pena ou não realizar esse investimento agora. 

+ Como ficam os investimentos com a Selic a 6,25%?

Até porque você só vai expandir o seu negócio se tiver a certeza que ele crescerá e que o investimento compensa. Que é conhecido como Data 0 a relação entre o investimento realizado no presente.

E a taxa de retorno é o crescimento do fluxo de caixa em datas futuras. 

Com isso, a TMA serve como um indicativo dos ganhos com o investimento. Então, quanto maior for o aumento do fluxo de caixa em relação ao investimento realizado, maior é a taxa de retorno.

homem segura celular com gráfico que mostra oscilação da Bolsa de Valores
Saber sobre a TMA é fundamental para os investidores

Como a TMA funciona?

Resumidamente, a TMA funciona basicamente como um indicador do valor mínimo de rendimento que um investimento deve proporcionar para que seja uma boa escolha. Isso em comparação com outras aplicações.

Um outro exemplo bem comum de como funciona a TMA é quando alguém escolhe investir em ativos de renda variável em vez de título de renda fixa.

Esse investidor vai esperar que a TMA seja maior, uma vez que se colocou em ativos de risco. Entretanto, essa aplicação não se torna atrativa se mesmo com o risco maior a renda variável não for superior à renda fixa.

Como a TMA é calculada?

Agora que você já sabe o que é e como funciona, é preciso saber como essa taxa é calculada. Primeiro, saiba que o cálculo da TMA precisa que sejam levados em consideração alguns pontos. Por exemplo, o custo de oportunidade.

Custo de oportunidade nada mais é do que o custo que você tem ao optar por um investimento em detrimento de outro. 

Muita gente confunde com o custo de capital. Esse, é aplicado nas empresas e costuma representar o custo de captação de recursos para financiamento tanto de investimentos quanto de novos projetos.

+ Saiba qual é o investimento ideal para viver de renda

Na TMA, existe uma relação em que investimentos mais arriscados significam chances maiores de ganhos. E vice-versa. Mas, não é só isso. Outra variável na TMA é o tempo necessário para que um investimento comece a dar retorno.

Esse tempo é variável. Mas, saiba que não é muito vantajoso optar por um investimento em que o tempo de retorno é muito longo, mesmo com TMA bom. Afinal, a regra é clara: se você arrisca mais, é preciso de um retorno maior.

Este conteúdo lhe ajudou? Então comente se você já conhecia o TMA e compartilhe para que mais pessoas possam sanar essa dúvida.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui