Início Notícias Mercado Cambial Ainda vale a pena minerar Bitcoin com mercado em queda? Entenda!

Ainda vale a pena minerar Bitcoin com mercado em queda? Entenda!

0
Símbolo do Bitcoin em metal sobre um fundo azul
0
(0)

Será que vale a pena minerar Bitcoin? Essa é uma pergunta que muitos investidores se fazem! Isso porque, antes realizada por computadores pessoais, boa parte da mineração hoje é realizada por grandes empresas especializadas.

Elas utilizam softwares desenvolvidos especificamente para o processo de mineração. Esse fator é um assunto que levanta questões sobre como minerar Bitcoin, qual a viabilidade de gerar criptomoedas.

Antes de decidir iniciar essa empreitada, é fundamental entender como funciona a mineração de Bitcoin: qual a estrutura mínima necessária, o investimento que deve ser realizado e, é claro, como isso pode se tornar uma atividade lucrativa.

Por isso, reunimos neste post as principais informações sobre minerar bitcoin. Será que vale a pena? Acompanhe o artigo!

Como minerar bitcoin?

O primeiro passo para minerar bitcoin é adquirir um software próprio para essa prática. Depois, é preciso que você tenha uma carteira (wallet) de bitcoins para a armazenagem das suas moedas.

Ao minerar bitcoins, você encontrará duas opções: sozinho ou em conjunto.

Se optar pela mineração individual, o trabalho será maior e mais perigoso, pois precisará adquirir novas moedas virtuais, o que é um processo competitivo.

Em contrapartida, os rendimentos do processo são inteiramente seus.

+ Como minerar Bitcoin? Confira o guia completo

Entretanto, se optar pela mineração coletiva, denominada “pool”, é necessário criar um “trabalhador”, que consiste em uma conta dentro da sua conta. Com isso, basta digitar a credencial do trabalhador no seu software e começar a mineração.

Quanto ganha um minerador de bitcoin?

Uma das maiores curiosidades de quem quer começar a investir em Bitcoin, é saber quanto na realidade ganha um minerador de Bitcoin.

Segundo dados atuais, um minerador de Bitcoin ganha em média R$1,5 milhão, quando consegue encontrar sozinho um bloco da criptomoeda.

De acordo com especialistas, os mineradores recebem cerca de 6,25 bitcoins para cada bloco minerado, esta recompensa cairá para 3,125 bitcoins por bloco após o próximo halving que irá ocorrer no ano de 2024.

Ainda vale minerar bitcoin?

Há alguns anos, quem minerava Bitcoin sabia que teria bons lucros com a atividade.

Contudo com a pandemia do coronavírus e a guerra da Ucrânia, uma escassez das placas de vídeo de alto desempenho fez com que o processo de mineração tivesse sua competitividade reduzida, e, portanto, se tornasse mais rentável para os usuários.

A mineração da criptomoeda mais famosa do mundo é um processo que exige alto poder computacional e gasto de energia elétrica

Ou seja, o processo realizado de um computador individual tem se tornado inviável e muito custoso.

Aliado a isso, a mineração em casa é um grande risco de investimento por causa do custo com as máquinas e energia, com a instalação necessária para garantir a climatização correta e gasto para montar um cômodo com isolamento acústico.

Afinal, é necessário um ambiente frio para o bom funcionamento de um minerador de Bitcoin.

+ Conheça as 7 melhores criptomoedas para minerar em casa

Visto que, como todo equipamento eletrônico e computacional, um miner gera calor e o calor acaba diminuindo o tempo de vida da máquina, já que o equipamento pode estragar mais rápido.

Aliado a isso, o ambiente deve possuir um isolamento acústico bem feito. Assim você evita problemas com vizinhos em áreas urbanas densas. Portanto é possível, mas é praticamente impossível obter lucro.

Você gostou deste texto e ele foi relevante para você? Então siga o FinanceOne nas redes sociais e esteja sempre atualizado sobre o mercado financeiro. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui