Bancos adotam medidas para minimizar impacto do coronavírus | FinanceOne

Bancos adotam medidas para minimizar impacto do coronavírus

Escrito por: Mateus Carvalho em 3 de abril de 2020

O impacto do coronavírus já é sentido nas finanças das famílias brasileiras. Por conta da quarentena muitos autônomos não estão podendo trabalhar. Pensando nisso, os bancos começaram a adotar medidas que beneficiam os clientes para minimizar o impacto do coronavírus.

Cada instituição financeira está oferecendo uma vantagem diferente para o correntista. Por isso, se você quer aproveitar um desses benefícios pode procurar o seu banco e conversar para saber qual é a melhor opção para você.

Melhorar o orçamento familiar
Bancos oferecem medidas para reduzir crise econômica pelo coronavírus

Os maiores bancos estão na lista dos que adotaram medidas para minimizar os impactos do coronavírus. As vantagens vão desde um prazo maior para pagar dívidas, como empréstimos, até mesmo ao aumento do limite do cartão de crédito.

Quer saber o que o seu banco está oferecendo e como ter direito a essas vantagens? Veja abaixo!

Santander oferece aos clientes aumento de 10% no cartão de crédito

Um dos bancos que já anunciou as medidas para minimizar o impacto do coronavírus é o Santander. Uma das ações é o aumento de 10% dos limites dos cartões de crédito.

Se você estiver com as faturas dos cartões em dia poderá ter limites maiores. E para saber se a alteração já foi feita ou não, pode usar o aplicativo de gestão dos cartões Santander Way, tanto para celular quanto tablet.

“Neste cenário de incertezas e preocupações, é fundamental zelar pela segurança de todos e dar mais tranquilidade ao cliente na gestão de suas finanças”, afirmou Sérgio Rial, presidente do Santander.

“O aumento do limite do cartão de crédito, por exemplo, é uma medida que permite jogar para a frente o pagamento de algumas despesas, o que pode fazer a diferença para quem já teve o orçamento afetado pelas mudanças na conjuntura econômica.”

Outra iniciativa do banco foi prorrogar por até 60 dias o vencimento de parcelas de crédito. Esta medida foi anunciada com base em uma resolução do Conselho Nacional Monetário (CNM).

Vale ressaltar que a iniciativa, por enquanto, irá abranger algumas linhas de crédito pessoal, preventivo, direto ao consumidor e imobiliário.

Banco do Brasil também tenta minimizar o impacto do coronavírus

O Banco do Brasil é mais uma instituição financeira que está dando algumas possibilidades para ajudar a minimizar o impacto do coronavírus. Sendo uma delas flexibilizar as condições do empréstimo pessoal.

O banco disponibilizou linhas de Crédito Direto ao Consumidor (CDC) com carências diferenciadas para que o cliente realize o pagamento. Sendo elas: 

-> BB Crédito Salário: a carência mínima de será de 60 dias e a máxima de até 180 dias para que os clientes possam pagar a primeira parcela. Além ainda da possibilidade de pular parcela para até dois meses.

-> BB Crédito Automático: neste caso, a carência será de 60 dias para pagar a primeira parcela. Também com possibilidade de pular parcela para até dois meses. 

-> BB Crédito Consignado: a carência é de até 180 dias para pagar a primeira parcela, de acordo com as condições de cada convênio.

É importante deixar claro que as renovações das operações que já estão contratadas poderão ter os mesmos prazos de carência e também terão o direito de pular as parcelas.

Caixa diminuirá tarifas e aumenta prazo para pagamentos

Na última semana do mês de março, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, falou sobre as medidas adotadas pelo banco para esse período de pandemia.

Entre elas, a redução da taxa de juros do cartão de crédito e cheque especial. A declaração do presidente da Caixa foi dada em entrevista do jornal Correio Braziliense.

Pedro Guimarães comentou ainda sobre a ampliação de linhas e postergação de prazos para pagamentos como outras ações do banco para amenizar o impacto do vírus.

“Todos os clientes que vêm tendo dificuldade em pagá-los, agora sentirão uma redução muito significativa”, citou o presidente da Caixa sobre o juros do cheque especial.

O presidente do banco ainda ressaltou que os clientes que já haviam parcelado qualquer movimentação antes da pandemia também poderão ser beneficiados com essas medidas. Haverá aumento de prazo de 60 para 90 dias para pagamento. 

Mas, ele comenta ainda que se for preciso aumentará ainda mais esse período de pagamento. “Se for preciso, passaremos de 90 para 120 dias ou até mesmo 150, faremos os ajustes sempre que necessário”, comentou.

As medidas adotadas pela Caixa Econômica Federal contemplam clientes pessoa física, para empresas, financiamento imobiliário e para hospitais. Para o caso das famílias, ainda poderão contar com a ampliação das linhas de crédito consignado, incluindo aposentados e pensionistas.

Além disso, quem tem conta corrente ou poupança no banco poderá ter acesso ao cartão virtual de débito, de forma gratuita. Ele permitirá fazer compras online, podendo ser habilitado diretamente no Internet Banking.

Nubank também aciona medidas para ajudar clientes no Coronavírus

O Nubank foi mais um banco a adotar medidas e privilegiar seus clientes neste momento emergencial de crise que o país enfrenta. A instituição digital criou um fundo de 20 milhões de reais para atuar na pandemia, oriundos de marketing e fintech.

A intenção do Nubank é ajudar os usuários com atendimento médico, psicológico, compras em supermercado, em farmácias e outras necessidades mais básicas e essenciais.

O banco digital conta com parceiros para essas medidas, como as empresas de delivery iFood e Rappi. Além do aplicativo de pet shop Zee Dog e do Hospital Sírio-Libanês.

Para obter as vantagens, o cliente do Nubank precisa entrar em contato com o banco e explicar a necessidade do momento. Em seguida, ele será direcionado a um dos parceiros, de acordo com a demanda e receberá a solução na medida.

O Nubank treinou sua equipe para atendimentos durante essa pandemia.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

cartão de crédito
falar de dinheiro em casa
Homem mexendo no celular para consultar as plataformas de afiliados
FGTS rende mais que a Selic