Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    Dolar R$ 5,17 +0,00% Bitcoin R$ 120.738,35 +0,16% Euro R$ 5,22 -0,76% Peso R$ 0,04 +0,00% Libra R$ 6,17 -0,80% Dolar R$ 5,17 +0,00% Bitcoin R$ 120.738,35 +0,16% Euro R$ 5,22 -0,76% Peso R$ 0,04 +0,00% Libra R$ 6,17 -0,80% Dolar R$ 5,17 +0,00% Bitcoin R$ 120.738,35 +0,16% Euro R$ 5,22 -0,76% Peso R$ 0,04 +0,00% Libra R$ 6,17 -0,80%

    Calculadora de Imposto de Renda. IRRF

    {{ $validationErrors[0] }}

    Resultado

    EventosRef.Valor
    IRRF{{ result.aliquot | currency | killSymbol }}%{{ result.deduction | currency }}



    Quem declara o Imposto de Renda todos os anos já deve ter se deparado com a seguinte sigla: IRRF, mas nem todos sabem o que ela significa ou para quê serve. Além disso, há também aqueles que não sabem fazer o cálculo de IRRF.

    Por isso, vamos começar falando sobre o significado do IRRF, que é o Imposto de Renda Retido na Fonte. Para quem não sabe, é um imposto que incide sobre os rendimentos de uma pessoa física. 

    Procurar se informar e saber calcular o IRRF é fundamental para que você não tenha problemas com a Receita Federal no futuro.

    O que é o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF)?

    Para quem já escutou falar no termo Imposto de Renda Retido na Fonte mas ainda tem dúvidas sobre o que de fato ele é, calma que nós vamos te explicar. 

    O IRRF é o valor que uma empresa retém de um funcionário que precisa realizar o pagamento deste imposto. É importante que você saiba que a empresa tem a responsabilidade de recolher o IRRF.

    Além disso, o valor da retenção em aberto costuma ser debitado no mês ou parte dele. Isso porque é comum existir alguns rendimentos que podem ser retidos, mas que não fazem parte da folha de pagamento.

    Vale ressaltar ainda que esse imposto pode incidir tanto nos empregados quanto nos trabalhadores autônomos.

    Outra informação importante é que o Imposto de Renda Retido na Fonte é recolhido quando existe a necessidade de fazer o pagamento, mas caso você já tenha feito não pagará novamente ao realizar a declaração do IR.

    Para quem paga antes de enviar o documento da declaração, ele funciona como um adiantamento do Imposto de Renda.

    Situações em que pode acontecer a cobrança do IRRF

    Existem algumas situações que a cobrança do IRRF pode ser feita, veja a lista abaixo!

    -> Caso o trabalhador recebe acima do limite estabelecido pela Receita Federal;

    -> No pagamento de férias e 13º salário;

    -> No pagamento de benefícios, como seguro-desemprego, licença-maternidade, prêmios, auxílio-doença, gratificações, participação nos lucros, aposentadoria, indenizações por acidente, entre outros.

    Para que serve o IRRF?

    Você já sabe o que é o IRRF e que ele precisa ser debitado na sua folha de pagamento, mas o que o Governo Federal faz com o dinheiro que recebe dos contribuintes brasileiros?

    Os valores dos tributos são usados para investimentos que favoreçam a própria população, como por exemplo:

    -> Educação;

    -> Saúde;

    -> Saneamento básico;

    -> Infraestrutura;

    -> Programas assistenciais.

    Um ponto importante é que a Receita Federal é o órgão responsável por recolher esse dinheiro dos contribuintes. Porém, toda a gestação desses valores é realizada pelo Tesouro Nacional.

    Como retirar o Imposto de Renda Retido na Fonte?

    Se você deseja retirar o Imposto de Renda Retido na Fonte saiba que isso não é possível, já que este é um tributo obrigatório. Mas a boa notícia é que, tanto pessoas físicas quanto jurídicas, podem ter o valor pago restituído na cobrança mensal. 

    Porém, isso só acontece quando a Receita Federal percebe que você pagou mais do que o valor estipulado. Vale ressaltar ainda que também pode acontecer o contrário, se você pagar menos, será cobrado mais. 

    Por isso, na hora de realizar o cálculo do IRRF é importante estar atento para não cometer erros e ter algum problema com a Receita Federal. E é claro que é fundamental você declarar o valor dos ganhos e despesas de forma correta. 

    Isso vai facilitar que a Receita estipule o valor que você poderá receber de restituição. Para quem não sabe, é possível ver todas essas informações no extrato com o termo “em fila para restituição”. 

    Celular com a tela do aplicativo da Receita Federal para restituição do Imposto de Renda

    Como funciona o cálculo de IRRF?

    Para realizar o cálculo do IRRF, você precisa primeiramente conhecer a tabela da Receita Federal. Para 2022, os dados que estão em vigor são:

    Faixa salarial (R$)Alíquota (%)Parcela a deduzir do IRPF
    até R$1.903,98isentoR$0
    de R$1.903,99 até R$2.826,667,5%R$142,80
    de R$2.826,67 a R$3.751,0515%R$354,80
    de R$3.751,06 a R$4.664,6822,5%R$636,13
    acima de R$4.664,6927,5%R$869,36


    Além disso, ainda é possível deduzir R$189,59 por dependente, além de pensão alimentícia, sendo considerado o valor integral dela.

    Calculando IRRF na folha de pagamento

    Se você deseja realizar o cálculo do IRRF de um funcionário, por exemplo, o primeiro passo é saber qual é o seu salário bruto. Para isso, some todos os vencimentos. É importante considerar também adicionais, horas extras e salário benefício.

    Em seguida, é realizado o desconto do valor do INSS. As alíquotas vão de 8% a 11%.

    A principal fórmula para o cálculo seria:

    Valor IRRF = (salário base * alíquota) – taxa

    É possível, ainda, realizar o cálculo do IRRF sobre 13° salário e férias.

    Quem deve declarar o Imposto de Renda?

    Você ainda tem dúvidas se precisa ou não declarar o Imposto de Renda? É importante ter essa informação para não deixar de enviar a sua e acabar ficando em débitos com a Receita Federal.

    Em 2022, saiba quem precisou declarar o Imposto de Renda:

    A data de envio da declaração de Imposto de Renda é anunciada anualmente pela Receita Federal e costuma ir até o final do mês de maio. Se for prorrogado, o órgão comunica de forma ampla, mas é importante não deixar para última hora.

    Enviar nos primeiros dias te dá a chance de revisar e poder ir atrás de documentos que possam estar faltando, sem precisar retificar futuramente.

    Como é a restituição do Imposto de Renda?

    A restituição do Imposto de Renda nada mais é do que a devolução do valor pago a mais. Para entender melhor, é bem simples:

    Se você pagou imposto a menos: tem saldo a pagar.

    Se você pagou imposto a mais: tem saldo a ser restituído.

    Isso é comum acontecer muito por conta das deduções do Imposto de Renda, que podem ser feitas de várias formas. Entre elas, seus gastos com saúde, educação, dependentes, entre outros.

    O pagamento das restituições é feito em cinco lotes e começa logo em seguida ao término do envio da declaração. A ordem de recebimento pelos lotes é variável e costuma privilegiar quem envia primeiro, além de:

    Mudanças no Imposto de Renda para 2022

    Quem declara o Imposto de Renda há anos já está acostumado com as recentes mudanças feitas pela Receita Federal na declaração, que costuma sempre receber atualizações. Para 2022, não foi diferente.

    A principal novidade foi a possibilidade de o contribuinte pagar as cotas do IR através do PIX, além de receber a restituição também dessa forma. O PIX é o método de pagamento instantâneo e que tem facilitado a vida de muitos brasileiros.

    Além disso, a Receita Federal facilitou a vida dos contribuintes permitindo o envio do documento tanto pelo computador quanto pelo celular. E agora é possível começar pelo seu celular e terminar depois pelo celular com o que estiver faltando.

    A tendência da Receita Federal é estar sempre melhorando para agilizar os processos e facilitar o método de envio, cobrança e pagamentos dos lotes e cotas.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?