Dólar hoje - Valor e Cotação: R$ 5,26

Faça sua busca de cotação por período:


Tempo de leitura: 4 minutos

Variação Dólar x Real

Dólar REAL
US$ 1,00 R$ 5,26
US$ 100,00 R$ 526,00
US$ 500,00 R$ 2.630,00
US$ 1.000,00 R$ 5.260,00
US$ 3.000,00 R$ 15.780,00
US$ 5.000,00 R$ 26.300,00

Variação de Real x Dólar

REAL Dólar
R$ 1,00 US$ 0,19
R$ 100,00 US$ 19,01
R$ 500,00 US$ 95,06
R$ 1.000,00 US$ 190,11
R$ 3.000,00 US$ 570,34
R$ 5.000,00 US$ 950,57

O dólar é a moeda mais influente e importante no mundo. Não é à toa que influencia diversos aspectos mercadológicos, investimentos e até o seu dia a dia, como veremos a seguir. No momento em que uma pessoa decide comprar ação de uma grande empresa até quando vai viajar, ou mesmo nos preços do supermercado do seu bairro. Em todas essas situações a cotação da moeda pode impactar.

Por isso é tão importante estar atento às oscilações da moeda e por isso ela está presente diariamente no noticiário nacional. Saiba mais sobre o dólar e sua cotação!

Como funciona a cotação do dólar

A cotação da moeda nada mais é que o valor da moeda norte americana em relação a uma outra. Por exemplo, se a cotação estiver a R$4 (moeda brasileira), significa que US$1,00 (1 dólar) está valendo quatro reais.

Por outro lado, R$1 (real) valerá US$0,25 (dólar). Mas, afinal, como esse valor é determinado?

Todas essas questões envolvendo câmbio, cotações e mercado internacional podem parecer complicadas. Mas, para entender o básico da cotação do dólar basta conhecer a lei da oferta e da procura.

Quando a demanda é maior do que a oferta, os preços tendem a subir. Porém, quando a oferta é maior que a procura, os preços tendem a baixar!

dólar
Entenda como é feita a cotação do dólar

O valor da moeda, ou seja, a cotação do dólar, também varia de acordo com essa lógica.

Fatores econômicos e políticos de um país vão atrair ou afastar o capital estrangeiro, fazendo com que ele entre em maior ou menor quantidade. É nesse ponto que entra a lei da oferta e da procura definindo o valor da moeda para compra e venda.

Mas não para por aí. O Banco Central pode intervir com práticas para equilibrar o valor de moeda caso julgue necessário.

Por exemplo, se o Banco Central achar que o valor do dólar pode prejudicar a economia brasileira, ele está autorizado a realizar leilões e compras para interferir na demanda e oferta da moeda. Desta forma, o preço é impactado.

Você conhece os tipos de cotação do dólar?

Na hora de consultar a cotação da moeda você vai reparar que existem alguns tipos diferentes, como o dólar comercial e turismo. Se já viajou, talvez tenha reparado também que pagou mais caro pela moeda na casa de câmbio.

Isso acontece porque a cotação do dólar comercial é referente ao valor utilizado nas transações de importação e exportação, movimentações financeiras.

Já o dólar turismo, utilizado nas casas de câmbio e bancos, é mais caro devido aos custos que possibilitam que o dinheiro esteja em mãos: transporte, armazenagem, segurança etc.

Ainda há o dólar paralelo, cujo valor é resultante de compras e vendas em locais não autorizados pelo Banco Central. E os contratos futuros de dólar, que consistem em acordos de compra ou venda da moeda para um período futuro a uma cotação fixada.

Como o dólar impacta na sua vida

Fique sabendo que a cotação não é importante somente para quem vai viajar ou investe em capital estrangeiro. A relevância da moeda mundialmente é tamanha, que seu valor impacta em vários aspectos da nossa vida.

A maior parte das transações internacionais, como acordos de importação e exportação, são feitas em dólar. Várias relações podem ser traçadas entre o câmbio e os preços internos.

Com isso, boa parte dos produtos que consumimos no Brasil é impactada direta ou indiretamente pela cotação da moeda norte americana.

Podemos pensar em importados, como celulares, cosméticos, alimentos etc. Até o pão da padaria na sua esquina, cuja matéria prima para fabricação também é influenciada.

Também são impactos o preço do combustível, a geração de empregos, a inflação e, é claro, os seus investimentos. Saiba como investir em dólar!

5 motivos para não emprestar o cartão de crédito

Você já passou pela situação de um conhecido pedir para você emprestar o cartão de crédito? Pode ser amigo ou até mesmo família. Esse...

Qual será o rendimento da poupança em 2021?

Tem dinheiro na caderneta ou está pensando em investir? Antes de tomar qualquer decisão, é importante acompanhar o rendimento da poupança ao longo do...

Nota fiscal eletrônica: como emitir e consultar pelo CPF?

A Nota Fiscal Eletrônica, conhecida também como NF-e, pode ser emitida e consultada por todos aqueles que possuem empresa. Além disso, em alguns casos...

KaBuM! e Banco do Brasil lançam cartão sem anuidade para gamers

A loja de comércio eletrônico KaBuM!, em parceria com o Banco do Brasil, lançaram um cartão de crédito sem anuidade para gamers. A grande...

Fundo de Crédito Privado: o que é e como funciona?

Primeiramente, você provavelmente já escutou falar em fundo de crédito privado, mas sabe o que é e como funciona? Para começar, o fundo de...

Auxílio emergencial 2021: veja datas de pagamento da 2ª parcela

A Caixa Econômica Federal (CEF) começa a pagar a segunda parcela do auxílio emergencial 2021 no último domingo, 16. O novo calendário dos depósitos é para os nascidos...

Afastamento de gestante na pandemia: como funciona?

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, no último dia 12, a Lei 14.151, que garante às trabalhadoras que são gestantes na pandemia o afastamento do...

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?