Dólar hoje - Valor e Cotação: R$ 5,21

Faça sua busca de cotação por período:


Tempo de leitura: 9 minutos

Variação Dólar x Real

Dólar REAL
US$ 1,00 R$ 5,21
US$ 100,00 R$ 521,00
US$ 500,00 R$ 2.605,00
US$ 1.000,00 R$ 5.210,00
US$ 3.000,00 R$ 15.630,00
US$ 5.000,00 R$ 26.050,00

Variação de Real x Dólar

REAL Dólar
R$ 1,00 US$ 0,19
R$ 100,00 US$ 19,19
R$ 500,00 US$ 95,97
R$ 1.000,00 US$ 191,94
R$ 3.000,00 US$ 575,82
R$ 5.000,00 US$ 959,69

Sobre o dólar

O dólar é a moeda mais importante no mundo. Não é à toa que influencia diversos aspectos mercadológicos, investimentos e até o seu dia a dia, como veremos adiante.

No momento em que uma pessoa decide comprar ação de uma grande empresa até quando vai viajar, ou mesmo nos preços do supermercado do seu bairro. Em todas essas situações a cotação do dólar pode impactar.

Por isso é tão importante estar atento às oscilações da moeda e por isso ela está presente diariamente no noticiário nacional. A seguir, saiba mais sobre o dólar e sua cotação!

Como funciona a cotação do dólar

Nada mais é que o valor da moeda norte americana em relação a uma outra. Por exemplo, se a cotação estiver a R$4 (moeda brasileira), significa que US$1 (1 dólar) está valendo quatro reais.

Por outro lado, R$1 (real) valerá US$0,25 (dólar).

Mas, afinal, como o valor do dólar é determinado?

Todas essas questões envolvendo câmbio, cotações e mercado internacional podem parecer complicadas. Mas, para entender o básico da cotação do dólar basta conhecer a lei da oferta e da procura.

Quando a demanda é maior do que a oferta, os preços tendem a subir. Porém, quando a oferta é maior que a procura, os preços tendem a baixar!

Cédulas de dólar
Entenda como é feita a cotação do dólar

O valor da moeda também varia de acordo com essa lógica.

Fatores econômicos e políticos de um país vão atrair ou afastar o capital estrangeiro, fazendo com que ele entre em maior ou menor quantidade. É nesse ponto que entra a lei da oferta e da procura definindo o valor da moeda para compra e venda.

Mas não para por aí. O Banco Central pode intervir com práticas para equilibrar o valor da moeda caso julgue necessário.

Por exemplo, se o Banco Central achar que o preço da moeda pode prejudicar a economia brasileira, ele está autorizado a realizar leilões e compras para interferir na demanda e oferta da moeda. Desta forma, o preço é impactado.

Quais são os tipos de cotação de dólar?

Na hora de consultar a cotação você vai reparar que existem alguns tipos diferentes, como o dólar comercial e turismo. Se já viajou, talvez tenha reparado também que pagou mais caro pela moeda na casa de câmbio.

Isso acontece porque a cotação do dólar comercial é referente ao valor utilizado nas transações de importação e exportação, movimentações financeiras.

Já o dólar turismo, utilizado nas casas de câmbio e bancos, é mais caro devido aos custos que possibilitam que o dinheiro esteja em mãos: transporte, armazenagem, segurança etc.

Ainda há o dólar paralelo, cujo valor é resultante de compras e vendas em locais não autorizados pelo Banco Central. E os contratos futuros da moeda, que consistem em acordos de compra ou venda da moeda para um período futuro a uma cotação fixada.

Qual a diferença entre Dólar comercial e Dólar turismo? 

Essa é uma diferença que nem todo mundo que trabalha com o mercado financeiro compreende. Não basta apenas saber o dia em que a compra da moeda foi realizada, você precisa saber também se é o dólar comercial ou o dólar turismo.

A diferença entre essas duas faces da mesma moeda já fica implícita no nome, mas elas possuem outras finalidades.

  • Dólar comercial: é a moeda negociada por empresas e instituições financeiras. Por ter essa função, ele acaba sendo um pouco mais em conta que o dólar turismo, justamente pela quantidade de transações realizadas. Afinal, empresas movimentam uma quantidade de dinheiro maior e isso barateia o valor da moeda.
  • Dólar turismo: é a moeda comprada por pessoas físicas, na hora de viajar, por exemplo. Possui o valor mais alto por conta da quantidade de dinheiro movimentada por uma pessoa física e as instituições que vendem o dólar turismo costumam pagar mais encargos tributários.

O que influencia o preço do dólar hoje?

Um dos princípios que regem o preço do dólar hoje é a Lei de Oferta e Procura, uma regra econômica que envolve o preço de produtos e serviços oferecidos ao público de destino. 

Essa lei diz que quanto mais um produto e serviço é procurado, maior o preço dele fica. E quanto menos um produto é procurado, menor é o preço. Ou seja, para um produto voltar a ficar em alta, é preciso baixar o seu preço para que ele seja procurado e seu preço volte a subir. 

Essa é uma regra também adotada para o reajuste da inflação no Brasil e em vários locais do mundo. Por isso, é muito importante de se entender para compreender o preço e a oscilação de moedas e valores.

Levando em consideração a Lei de Oferta e Procura, o preço do dólar sobe quando há uma busca muito grande pela moeda no mercado internacional. E baixa, quando a procura pela moeda diminui significativamente no mercado financeiro.

O que faz o dólar subir ou cair em relação ao real?

Em relação ao Real, existem vários motivos que implicam na variação do dólar para o território brasileiro. 

No entanto, existem três principais motivos. Veja quais são eles abaixo:

  • Gastos no exterior: quando há um número elevado de turistas brasileiros em território estadunidense ou outro que utilize o dólar como moeda comercial, cria-se uma demanda maior de dólares para gastar no exterior. 
  • Juros dos Estados Unidos: quando os juros dos Estados Unidos sobem, há uma tendência natural de que investidores no Brasil levem suas aplicações para o exterior, já que lá, certamente os rendimentos terão uma rentabilidade melhor.
  • Déficit na balança comercial: quando o Brasil importa mais do que exporta, a oferta de moedas diminui, o que puxa para cima a variação da moeda.

Fora isso, a economia é forjada através do cenário do país. Um exemplo é que quando há turbulências políticas, os investidores tendem a retirar seus investimentos para levar para outro local. Então há todo um entendimento do momento do país com o valor da moeda.

Quais países usam o dólar hoje? 

Atualmente, cerca de 19 países utilizam o dólar americano como moeda oficial do país. Fora os Estados Unidos, estão:

  • Porto Rico;
  • Panamá;
  • Equador;
  • Somália;
  • El Salvador;
  • Turks e Caicos;
  • Zimbábue;
  • Guam;
  • Ilhas Virgens Americanas;
  • Palau;
  • Timor-Leste;
  • Ilhas Virgens Britânicas;
  • Ilhas Marshall;
  • Samoa Americana;
  • Estados Federados da Micronésia;
  • Ilhas Marianas do Norte;
  • Países Baixos Caribenhos;
  • Bonaire.

Outros países também utilizam o valor do dólar para realizar transações, já que é uma moeda considerada universal no mercado econômico.

Qual a hora certa de comprar?

O momento certo para comprar dólar é, definitivamente, quando seu valor está em baixa. Contudo, a moeda está em constante ascensão se comparado ao real. 

Então, é preciso observar os noticiários, a cotação do dólar e se possível, comprar seus dólares aos poucos. 

Quais impostos incidem sobre o Dólar atualmente?

O principal imposto incidido no dólar no momento da compra é o Imposto sobre Operações Financeiras, o IOF. Para isso, a tarifa é de 1,10% sobre o preço do dólar.

Como o dólar impacta na sua vida

Fique sabendo que a cotação não é importante somente para quem vai viajar ou investe em capital estrangeiro. A relevância da moeda mundialmente é tamanha, que seu valor impacta em vários aspectos da nossa vida.

A maior parte das transações internacionais, como acordos de importação e exportação, são feitas em dólar. Várias relações podem ser traçadas entre o câmbio e os preços internos.

Com isso, boa parte dos produtos que consumimos no Brasil é impactada direta ou indiretamente pela cotação da moeda norte americana.

Podemos pensar em importados, como celulares, cosméticos, alimentos etc. Até o pão da padaria na sua esquina, cuja matéria prima para fabricação também é influenciada.

E também outras consequências, como o preço do combustível, a geração de empregos, a inflação e, é claro, os seus investimentos. Falando em investimentos, criamos um conteúdo especial para você entender sobre como fazer investimentos em dólar. É só clicar nesse link ao lado e ficar por dentro de como funciona.

Por que se tornou uma moeda mundial? 

Nem sempre o dólar foi uma referência de moeda mundial. Até o século passado, por exemplo, a libra esterlina, moeda utilizada pela Inglaterra, era a referência para isso.

Com as Guerras Mundiais, os Estados Unidos foram ganhando espaço no comércio exterior. Principalmente com a Segunda Guerra Mundial, já que os EUA se tornaram uma potência mundial e ajudou a reconstruir a Europa e o Japão pós-guerra.

Especialistas explicam que mesmo que surjam crises econômicas nos Estados Unidos, como houve em 2008, dificilmente o país perderá esse espaço e o valor do dólar o posto de moeda mundial.

Últimos Artigos

Programa de Afiliados do Instagram: o que é e como funciona?

No início de julho foi anunciado o novo programa de Afiliados do Instagram. Essa será mais uma forma de ganhar dinheiro por meio da...

Como parcelar boleto com cartão Nubank? Saiba como funciona

O Nubank divulgou uma nova função em seu aplicativo. Agora, é possível pagar boletos utilizando o cartão Nubank. O recurso, no entanto, está disponível somente para...

O que é ESG e qual a relação com o mercado financeiro?

Sustentabilidade e questões sociais são temas cada vez mais relevantes na sociedade. E isso se reflete em vários aspectos da vida, inclusive na indústria...

4 aplicativos para ganhar dinheiro respondendo pesquisa

Você já imaginou ganhar dinheiro respondendo pesquisas na internet? Apesar de parecer algo muito fácil e até mesmo ser confundido com golpe, é possível...

Aluguel de temporada: vantagens e como escolher

Alugar um imóvel para passar as férias pode sair mais em conta do que ficar em um hotel. Basta fazer uma pesquisa em sites...

Por que vender a R$0,99 é melhor do que a R$1? Entenda!

Se você é empreendedor sabe da dificuldade que é definir o valor final de um produto e/ou serviço. Isso porque para vender e ainda...

O que fazer se o credor não quiser renegociar a dívida

Seu credor não quer renegociar a dívida? Saiba que você tem direitos ao negociar dívidas e precisa ficar atento! Com mais de milhões de brasileiros...

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?