Tempo de leitura: 2 minutos

Aplicação de juros sobre um valor

Aplica uma taxa de juros sobre um valor financerio, entre duas datas.

VALOR E DATAS:
Valor a ser atualizado:
Data a partir da qual o valor será atualizado:
Data para a qual o valor será atualizado:
JUROS:
Juros sobre os aluguéis em atraso, em percentual:

*Valor da taxa de juros aplicável sobre as parcelas de aluguel em atraso, previsto no contrato. Se o contrato não faz menção a juros, deixe o valor 0.

Valor da taxa de juros:
Periodicidade da taxa de juros:
     
TIPO DE JUROS:

*Se o contrato não faz menção ao tipo de juros, deixe a opção juros compostos, que são mais utilizados.

  
CÁLCULO DOS JUROS NOS PERÍODOS FRACIONADOS:

*Se o contrato não faz menção a esta questão, deixe a opção pro-rata die, que é mais utilizada.

  

Você sabe como é realizada a aplicação de juros sobre o valor de uma compra? Sabe como é calculada? Ao realizar uma compra parcelada ou solicitar um financiamento, na maioria das vezes, são incididos juros sobre o valor.

Esses juros podem ser tanto simples quanto compostos. E, por mais que algumas pessoas pensem que esses dois tipos são parecidos, eles têm diferenças.

Para isso, você pode utilizar uma calculadora que o FinanceOne acaba de lançar!

Nela, é possível saber o valor de uma taxa de juros sobre um valor financeiro, entre possíveis datas.

De maneira gratuita e com poucos segundos de simulação, a calculadora do FinanceOne te dará o valor que você precisa saber dessa aplicação de juros.

Como são calculados os juros simples?

Os juros simples são calculados sobre o valor total e costumam ser mais comuns em operações como os empréstimos. Enquanto os juros compostos são calculados sobre o valor total mais os juros simples cobrados sobre eles.

Este é o chamado “juros sobre juros”. Nesse caso, eles são mais comuns em investimentos a longo prazo.

Vale ressaltar que os juros são o que o cliente paga a mais em uma determinada operação financeira, como empréstimo ou financiamento.

No caso de cartões de crédito, a cobrança de juros acontece caso exista atraso no pagamento.

Já os investimentos são um tipo de empréstimo com juros, no qual você empresta o seu dinheiro e recebe os rendimentos, que são os juros desse empréstimo.

Cada operação de crédito, seja um empréstimo ou investimento, oferece uma taxa de juros diferentes. O do empréstimo pessoal é bem diferente de um financiamento imobiliário, por exemplo.

Qual a diferença entre juros simples e composto?

Você já deve ter ouvido falar, por exemplo, que os juros simples e compostos estão presentes em praticamente todas as transações financeiras. Mas, você sabe a diferença entre eles?

É possível explicá-la de forma rápida. Os simples são aqueles calculados sobre o valor total e são bem mais comuns, como explica o próprio banco Nubank.

Os compostos, por sua vez, podem ser calculados sobre o valor total acrescido dos juros cobrados sobre ele.

Neste segundo caso, temos o que chamam por aí de ‘juros sobre juros’. A fintech Nubank explica que são bem mais comuns em investimentos a longo prazo.

Gostou de saber mais sobre juros simples e compostos e de poder utilizar essa calculadora? Então não deixe de compartilhar para que mais pessoas saibam dessa novidade!

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?