Tabela IRPF

IRPF: o que é?

O IRPF é a sigla para Imposto de Renda de Pessoa Física, um imposto federal brasileiro que incide sobre os rendimentos de uma pessoa física. Ao realizar seu IRPF, é necessário realizar o envio para a Receita Federal. 

Lá, o órgão realizará uma apuração para identificar se seus gastos estão dentro do limite de faturamento estabelecido pela Receita Federal.  Ou seja, resumidamente, o Imposto de Renda é um valor descontado sobre o rendimento da população que recebe acima de R$28.559,70 anualmente. 

Para entender o valor a ser pago para a Receita Federal, é preciso analisar seus rendimentos tributáveis, como salários, aluguéis, investimentos e outras fontes de renda que se encaixem nessa categoria.

Quando informado este valor, se a Receita Federal entender que você pagou menos impostos do que devia, você precisa realizar o pagamento desses valores. Todavia, se a Receita entender que você teve mais gastos com impostos do que devia, é realizada a chamada restituição, valor devolvido em lotes ao longo do ano.

IRPF: o que são alíquotas e deduções?

Quem declara o Imposto de Renda pela primeira vez deve tomar um susto ao se deparar com um vocabulário muito próprio de quem realiza essa operação. As principais responsáveis por esse receio são as alíquotas e as deduções.

  • Alíquotas: representam o percentual utilizado para calcular o valor do Imposto de Renda correspondente a cada faixa de rendimentos. 
  • Deduções: é a quantia que deve ser descontada do IRPF levando em consideração a alíquota pertencente ao contribuinte.

Qual a alíquota do Imposto de Renda?

O Imposto de Renda possui uma Tabela Progressiva, ou seja, quanto maior o salário, maior a alíquota paga. Por exemplo, trabalhadores que possuem uma renda mensal de até R$1.903,98 ou que recebem até R$22.847,86 por ano, são isentos de tributação.

A partir de R$1.903,99 a R$2.826,65, os contribuintes possuem uma alíquota de 7,5%. A dedução prevista para essa alíquota é de R$142,80. Contribuintes com renda acima de R$2.826,66 a R$3.751,05, possuem uma alíquota de 15%.

A dedução prevista é de R$354,80. Para quem possui renda de R$3.751,06 até R$4.664,68, a alíquota é de 22,5%. Por isso, a parcela de dedução é de R$636,13. Por fim, com uma renda acima de R$4.664,69, a alíquota é de 27,5%, com uma dedução de R$869,36.

Tabela de IRPF – Imposto de renda – 2021

De Até Alíquota Dedução
R$0,00 R$1.903,98 0,00% R$0,00
R$1.903,99 R$2.826,65 7,50% R$ 142,80
R$2.826,66 R$3.751,05 15,00% R$ 354,80
R$3.751,06 R$4.664,68 22,50% R$ 636,13
R$4.664,69 27,50% R$ 869,36

Como funciona a tabela do IRPF?

A Tabela do Imposto de Renda é o principal instrumento utilizado para calcular seus impostos e enviar as informações fiscais corretas dos contribuintes. 

Ela funciona de maneira progressiva, o que significa que quanto mais se ganha, mais imposto é pago para a Receita Federal. 

Por isso, é essencial entender como ela funciona já que, sem essa tabela, é impossível saber o verdadeiro valor a ser pago ao órgão.

O que são as faixas do Imposto de Renda?

As faixas salariais são os referenciais para a aplicação da alíquota. É através dessas faixas que podemos saber quem é isento de tributação e quem não é. 

Observe as faixas salariais para tributação abaixo: 

  • Quem recebe até R$1.903,98 é isento de tributação.
  • De R$1.903,99 a R$2.826,65, possui tributação de 7,5%
  • De R$2.826,66 a R$3.751,05, a tributação é de 15%
  • De R$3.751,06 a R$4.664,68, a tributação é de 22,5%.
  • Acima de R$4.664,69 a tributação é de 27,5%.

Também existe a tabela de valores anuais, que fica um pouco mais fácil de visualizar os cálculos de maneira correta. 

  • Quem recebe até R$22.847,76 é isento de tributação.
  • De R$22.847,77 até R$33.919,80, possui tributação de 7,5%
  • De R$33.919,81 até R$45.012,60, a tributação é de 15%
  • De R$45.012,61 até R$55.976,16, a tributação é de 22,5%.
  • Acima de R$55.976,17 a tributação é de 27,5%.

Como calcular a alíquota do imposto de renda?

Para calcular a alíquota do imposto de renda, é bem simples.

1. Basta ter noção de qual grupo você se enquadra quanto aos rendimentos.

2. Para isso, some todos os valores que você recebe o que inclui: salários, aluguéis, investimentos tributados, pensões e afins.

3. Depois de descobrir esse valor, veja a alíquota correspondente ao valor recebido mensalmente por você.

4. Em seguida, calcule o valor multiplicado pelo valor da alíquota.

5. Por fim, utilize o valor gerado e desconte o valor a deduzir do IRPF correspondente.

O valor dado nessa conta final corresponde ao valor total devido ao Imposto de Renda.

Então, caso você tenha pagado mais que isso no final das contas, você receberá a restituição do Imposto. Caso não, você precisará devolver esse valor à Receita Federal.

Como fazer o cálculo do Imposto de Renda?

Para facilitar seu entendimento sobre o cálculo de Imposto de Renda, vamos exemplificar.

Veja abaixo como funciona: 

1. Vamos supor que eu seja um comerciante e meu tributo anual seja de R$35 mil.

2. Analisando a faixa salarial para esse valor, significa que a alíquota correspondente seja a de 15%, já que o meu faturamento mensal fica em torno de R$2.916,66, ou seja, a 3ª faixa salarial.

3. Calculando o valor anual (R$35mil) multiplicado pelo valor da alíquota (15%), eu tenho um valor de R$5.250.

4. Em seguida, você desconta o valor da parcela a deduzir do IR correspondente a faixa salarial. 

5. Na terceira faixa salarial, o valor é de R$4.257,57. Diminuindo de R$5.250 por R$4.257,57, dá o total de R$992,43

Se em impostos, você tiver pago mais que isso, você receberá a restituição. Se não, você terá que pagar esse valor para a Receita Federal.

Como declarar o Imposto de Renda?

Para declarar o Imposto de Renda, existem algumas opções: através do programa para computador IRPF 2021, do app para smartphones Meu imposto de renda, por meio da plataforma online e-CAC ou através de um contador.

Antes de fazer o download dessas plataformas, certifique-se do nome do desenvolvedor. A plataforma oficial sempre terá como desenvolvedor o Governo do Brasil, Receita Federal ou Ministério da Economia. Você precisa analisar também o sistema operacional de seu computador ou smartphone.

Nessa página da Receita Federal, você encontra todas as ferramentas oficiais de acordo com o sistema operacional. Uma outra opção para declarar seu Imposto de Renda é através de um contador.

O uso de um contador é recomendado para quem possui uma alíquota mais alta e que precisa declarar muitos rendimentos. Por isso, ter um profissional auxiliando nesse momento evita processos como cair na malha fina ou o pagamento de multas.

Qual valor para declarar Imposto de Renda como pessoa física?

Durante o ano de 2021, quem recebeu tributos anuais acima de R$28.559,70 precisou realizar o Imposto de Renda.

No entanto, pessoas que receberam rendimentos tributáveis acima de R$22.847,86 ao longo de 2020 e fizeram a solicitação do auxílio emergencial, precisaram realizar o IRPF para devolução do valor do auxílio.

Por fim, caso você ainda se sinta confuso, não deixe de ler sobre o assunto e assista vídeos no YouTube para visualizar um pouco melhor como funciona. Entregar o imposto parece complicado no início, mas ao se familiarizar com a ferramenta, fica mais fácil.

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?