Imposto de Renda: como baixar programa da Receita Federal | FinanceOne

Imposto de Renda: como baixar programa da Receita Federal

Escrito por: Mateus Carvalho em 28 de março de 2019

Para quem não vai contratar uma pessoa para fazer a declaração do Imposto de Renda, e irá declarar sozinho, é necessário saber que existe um programa para isso.

O contribuinte pode baixar programa da Receita Federal e preencher as informações solicitadas para depois realizar o envio.

É importante lembrar que o prazo para declarar o Imposto de Renda vai até o dia 30 de abril.

Por isso, se você ainda não declarou, é necessário baixar o programa da Receita Federal o quanto antes.

Até porque deixar para enviar as informações nos últimos dias pode acarretar em dor de cabeça, devido à instabilidade do site.

baixar-programa-da-Receita-Federal

Os contribuintes que já sabiam como baixar o programa da Receita Federal e que enviaram a declaração nos primeiros dias terão prioridade na hora de receber a restituição.

Ela será paga entre os meses de junho e dezembro deste ano.

Aprenda como baixar programa da Receita Federal

O procedimento é bem simples, porém alguns contribuintes podem ter dúvidas na hora de baixar programa da Receita Federal e realizar a instalação.

Confira abaixo o passo a passo:

1º passo: acesse o site da Receita Federal do Brasil;

2º passo: na página inicial, será preciso localizar “Centrais de Conteúdo”, no final da página. Depois, clique em “Download”, e após isso irá aparecer no quadro “Para Você”. Clique em DIRPF (Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física);

3º passo: nessa etapa irá aparecer uma relação de programas, onde será necessário clicar em “IRPF 2019 (rendimentos recebidos em 2018)”;

4º passo: agora em “Downloads do Programa”, você deverá selecionar a forma desejada de preenchimento da sua declaração. Vale ressaltar que você pode começar a preencher de uma forma e depois alterar para outra. Sendo elas: computador, dispositivo móvel ou certificado digital;

5º passo: se você escolher a opção “computador”, selecione o sistema desejado (Windows, Mac, Linux e Solaris). Depois, você poderá executar o programa, que após a instalação criará um ícone da DIRPPF 2019 na área de trabalho;

6º passo: se você escolheu a opção de preenchimento por “dispositivo móvel” (tablet e smartphones), o sistema operacional é do Android ou iOS. Por isso, é necessário acessar o aplicativo “Meu Imposto de Renda”, disponível no Google Play ou App Store;  

7º passo: se você escolher “Certificado Digital”, o atendimento será virtual por meio do eCAC (Centro Virtual de Atendimento). Você deverá acessar o serviço “Meu Imposto de Renda”, no site da Receita, podendo ser feito pelo contribuinte ou representante com a procuração eletrônica ou a própria da Receita Federal;

8º passo: após realizar a instalação, é só começar a preencher a declaração com todos os dados solicitados.

Quem precisa declarar o Imposto de Renda

Agora que você já sabe como baixar programa da Receita Federal, está na hora de saber se está na lista para declarar o Imposto de Renda.

Ainda tem dúvidas se precisa ou não declarar? Confira:

– Contribuintes residentes em terras brasileiras com rendimentos tributáveis superiores ao valor de R$28.559,70 no ano de 2018 (ou R$1.903,98 mensais);

– Aqueles que tiveram ao decorrer de 2018 ganho de capital por meio de alienação de bens e direitos. Ou que também manusearam operações em bolsas de valores;

– Cidadãos que receberam rendimentos não-tributáveis e tributados exclusivamente na fonte, com soma superior a R$40 mil no ano anterior;

– Devem declarar aqueles que têm em renda bruta em valor que ultrapasse R$128.308,50 obtidos por meio de atividade rural;

– Quem escolheu pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferida na venda de imóveis residenciais;

– Pessoas que têm propriedades de bens ou direitos, incluindo terra nua, no valor total superior de R$300 mil, em 31 de dezembro de 2018;

– Aqueles que pretendem compensar, no ano anterior ou posterior, prejuízos relativos à atividade rural de anos-calendários anteriores.

Vale ressaltar, ainda, as pessoas que estão isentas de declarar o Imposto de Renda deste ano.

São elas:

– Aposentados diagnosticados com alguma doença grave disposta na Lei 7.713/88 (câncer, Aids, paralisia, entre outros). É necessário declarar o Imposto de Renda 201 e, a isenção não é automática. Sendo assim precisa ser solicitada na fonte pagadora do benefício;

– Aqueles que tenham renda mensal inferior ao limite da alíquota de isenção. Essas pessoas não precisam declarar o imposto de renda.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

carros que mais desvalorizaram
cartão de crédito
falar de dinheiro em casa
Homem mexendo no celular para consultar as plataformas de afiliados