Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEconomiaBeneficiários do Auxílio Brasil irão receber 13º salário? Confira!

    Beneficiários do Auxílio Brasil irão receber 13º salário? Confira!

    5
    (1)

    Com o passar dos meses, começa a crescer o número de beneficiários querendo saber a respeito do 13º salário do Auxílio Brasil. Essa dúvida acontece, porque o abono foi pago na época do Bolsa Família, em 2019. 

    Publicidade

    Além disso, um projeto de lei apresentado em março prevê a criação dessa parcela extra, que seria paga em duas partes: metade em junho e metade em dezembro.

    No entanto, ela ainda não foi aprovada, portanto não existe indício de que um 13º salário será pago para os beneficiários do Auxílio Brasil este ano. 

    Quer entender melhor? Então continue lendo!

    Quando será liberado o 13º salário do Auxílio Brasil?

    Tudo começou com uma promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro em 2019. Na época, ele prometeu fazer um pagamento extra, a título de 13º, para os beneficiários

    do Bolsa Família.

    Publicidade

    E assim foi feito. No final daquele ano, graças a uma Medida Provisória, os beneficiários do antigo programa receberam a parcela extra no mês de dezembro. 

    No entanto, a medida expirou e não se manteve nos anos seguintes. 

    Para manter seus efeitos, a MP precisaria ter sido aprovada no Senado e na Câmara dos Deputados em 60 dias, o que não aconteceu. Então o abono foi pago apenas uma vez. 

    No ano passado, aconteceu a transformação do programa. O Bolsa Família foi extinto e uma nova legislação foi feita, criando o Auxílio Brasil, que não tem previsão de pagamento do décimo terceiro. 

    Por isso, em março deste ano, o senador Alexandre Silveira apresentou o Projeto de Lei nº 625/2022. Essa proposta prevê o décimo terceiro do Auxílio Brasil, que seria pago em duas parcelas: junho e dezembro.

    Publicidade

    No entanto, o texto não teve movimentação no Senado desde que foi apresentado. Para ser uma lei, ainda precisaria ser aprovado lá, na Câmara e depois sancionado pelo presidente. 

    Em resumo, existe um projeto para o estabelecimento do 13º no programa. Mas ainda não há indícios de que o Congresso e o presidente vão levar essa medida para frente. Então não há previsão para o abono.

    Qual será o valor do 13º salário do Auxílio Brasil?

    Se vier a ser aprovado um dia, o texto inicial do PL nº 625/2022 prevê que o 13º salário do Auxílio Brasil terá o mesmo valor da parcela regular. Ou seja, a partir de R$400, dependendo do perfil familiar. 

    No entanto, metade do valor seria pago no mês de junho e a outra metade em dezembro. Dessa forma, cada família beneficiária receberia um acréscimo de 50% na parcela a cada seis meses.

    “O 13º do Auxílio Brasil ajudará a combater a pobreza e a pobreza extrema, representando um ganho no seu valor anual de quase 10%. Diminui, assim, a privação das famílias. Mas, além disso, ajudará a viabilizar o pagamento das despesas das famílias brasileiras nesse momento de elevada inflação”, justifica o senador Silveira na proposta.

    Publicidade
    celular com alagumas notas de cem reais por baixo
    Beneficiários do Auxílio Brasil têm direito a parcela mínima de R$400 (Fonte: Divulgação)

    Parcela do benefício tem valor mínimo de R$400

    O Auxílio Brasil tem valor mínimo de R$400, mas dependendo do perfil familiar essa quantia pode ser maior. Existem cidades onde a média do valor das parcelas passa de R$500, por exemplo. 

    Os beneficiários do programa podem consultar o valor de sua parcela e o saldo pelo aplicativo do programa (disponível para celulares Android e iOS). Basta clicar no botão “Ver parcelas”. 

    São nove benefícios no total, sendo que três são os principais e outros são benefícios adicionais.

    Os três benefícios principais são:

    BenefícioQuem recebeValor mensal
    Primeira Infânciacrianças até 36 meses incompletos (3 anos)R$130
    Composição Familiarjovens de até 21 anos incompletos (o jovem precisa estar devidamente matriculado na escola)R$65
    Superação da Extrema Pobrezafamílias que mesmo recebendo os outros dois benefícios, ainda não superam a linha da extrema pobreza (renda de R$100 por pessoa)valor variável

    Têm direito ao benefício as famílias com renda mensal por pessoa de até R$200 mensais e que tenham, em sua composição: gestantes, mães que amamentam ou crianças/ jovens de 0 a 21 anos.

    Mas no caso de jovens com idade entre 18 e 21 anos, é preciso que eles estejam matriculados no ensino básico para ter direito. A família também precisa estar inscrita no CadÚnico.

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe e leia também: veja 27 perguntas e respostas sobre o programa!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaBeneficiários do Auxílio Brasil irão receber 13º salário? Confira!

    Beneficiários do Auxílio Brasil irão receber 13º salário? Confira!

    5
    (1)

    Com o passar dos meses, começa a crescer o número de beneficiários querendo saber a respeito do 13º salário do Auxílio Brasil. Essa dúvida acontece, porque o abono foi pago na época do Bolsa Família, em 2019. 

    Publicidade

    Além disso, um projeto de lei apresentado em março prevê a criação dessa parcela extra, que seria paga em duas partes: metade em junho e metade em dezembro.

    No entanto, ela ainda não foi aprovada, portanto não existe indício de que um 13º salário será pago para os beneficiários do Auxílio Brasil este ano. 

    Quer entender melhor? Então continue lendo!

    Quando será liberado o 13º salário do Auxílio Brasil?

    Tudo começou com uma promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro em 2019. Na época, ele prometeu fazer um pagamento extra, a título de 13º, para os beneficiários

    do Bolsa Família.

    Publicidade

    E assim foi feito. No final daquele ano, graças a uma Medida Provisória, os beneficiários do antigo programa receberam a parcela extra no mês de dezembro. 

    No entanto, a medida expirou e não se manteve nos anos seguintes. 

    Para manter seus efeitos, a MP precisaria ter sido aprovada no Senado e na Câmara dos Deputados em 60 dias, o que não aconteceu. Então o abono foi pago apenas uma vez. 

    No ano passado, aconteceu a transformação do programa. O Bolsa Família foi extinto e uma nova legislação foi feita, criando o Auxílio Brasil, que não tem previsão de pagamento do décimo terceiro. 

    Por isso, em março deste ano, o senador Alexandre Silveira apresentou o Projeto de Lei nº 625/2022. Essa proposta prevê o décimo terceiro do Auxílio Brasil, que seria pago em duas parcelas: junho e dezembro.

    Publicidade

    No entanto, o texto não teve movimentação no Senado desde que foi apresentado. Para ser uma lei, ainda precisaria ser aprovado lá, na Câmara e depois sancionado pelo presidente. 

    Em resumo, existe um projeto para o estabelecimento do 13º no programa. Mas ainda não há indícios de que o Congresso e o presidente vão levar essa medida para frente. Então não há previsão para o abono.

    Qual será o valor do 13º salário do Auxílio Brasil?

    Se vier a ser aprovado um dia, o texto inicial do PL nº 625/2022 prevê que o 13º salário do Auxílio Brasil terá o mesmo valor da parcela regular. Ou seja, a partir de R$400, dependendo do perfil familiar. 

    No entanto, metade do valor seria pago no mês de junho e a outra metade em dezembro. Dessa forma, cada família beneficiária receberia um acréscimo de 50% na parcela a cada seis meses.

    “O 13º do Auxílio Brasil ajudará a combater a pobreza e a pobreza extrema, representando um ganho no seu valor anual de quase 10%. Diminui, assim, a privação das famílias. Mas, além disso, ajudará a viabilizar o pagamento das despesas das famílias brasileiras nesse momento de elevada inflação”, justifica o senador Silveira na proposta.

    Publicidade
    celular com alagumas notas de cem reais por baixo
    Beneficiários do Auxílio Brasil têm direito a parcela mínima de R$400 (Fonte: Divulgação)

    Parcela do benefício tem valor mínimo de R$400

    O Auxílio Brasil tem valor mínimo de R$400, mas dependendo do perfil familiar essa quantia pode ser maior. Existem cidades onde a média do valor das parcelas passa de R$500, por exemplo. 

    Os beneficiários do programa podem consultar o valor de sua parcela e o saldo pelo aplicativo do programa (disponível para celulares Android e iOS). Basta clicar no botão “Ver parcelas”. 

    São nove benefícios no total, sendo que três são os principais e outros são benefícios adicionais.

    Os três benefícios principais são:

    BenefícioQuem recebeValor mensal
    Primeira Infânciacrianças até 36 meses incompletos (3 anos)R$130
    Composição Familiarjovens de até 21 anos incompletos (o jovem precisa estar devidamente matriculado na escola)R$65
    Superação da Extrema Pobrezafamílias que mesmo recebendo os outros dois benefícios, ainda não superam a linha da extrema pobreza (renda de R$100 por pessoa)valor variável

    Têm direito ao benefício as famílias com renda mensal por pessoa de até R$200 mensais e que tenham, em sua composição: gestantes, mães que amamentam ou crianças/ jovens de 0 a 21 anos.

    Mas no caso de jovens com idade entre 18 e 21 anos, é preciso que eles estejam matriculados no ensino básico para ter direito. A família também precisa estar inscrita no CadÚnico.

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe e leia também: veja 27 perguntas e respostas sobre o programa!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?