Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasInvestimentosSaiba o que é ICO e como investir da melhor forma

    Saiba o que é ICO e como investir da melhor forma

    4
    (1)

    Para quem não sabe o que é ICO, existe uma explicação simples. A sigla ICO vem do termo inglês initial coin offering. De forma resumida, um ICO é o procedimento de lançamento de um token de criptomoeda, como se fosse um crowdfunding.

    Publicidade

    Um ICO lembra também o momento de oferta pública inicial (IPO), que muitas empresas realizam para abrir o seu capital em bolsas de valores. A diferença é que a capitalização de recursos para uma criptomoeda acontece de maneira menos complexa.

    No entanto, enquanto as IPOs acontecem em empresas já consolidadas no mercado, os ICOs são normalmente projetos muito iniciais e que podem levar um tempo até que cheguem a um patamar de valorização.

    Por outro lado, se essa valorização vier, você será um dos sortudos que investiram lá no início e com certeza possuem uma boa reserva financeira desse ativo digital.

    Normalmente, um ICO é feito por pequenas empresas ou startups que possuem um projeto de criptomoeda, mas que precisam de recursos financeiros para colocarem esse mesmo projeto em prática.

    Ficou curioso para aprender um pouco mais sobre o que é ICO e como investir em um? Então continue a leitura com a gente. Vamos compartilhar um pouco mais sobre o funcionamento desse processo. Confira!

    Publicidade
    Carrinho de compras carregando várias criptomoedas
    Um ICO nada mais é do que um processo de arrecadação financeira para viabilizar uma criptomoeda

    Quais são os processos de uma ICO?

    Por fazer uso de um modelo de economia descentralizada, um ICO é menos burocrático. Por isso, esse tipo de financiamento de token digital funciona com apenas três processos.

    São eles:

    • Abertura: em que a empresa interessada em criar lança no mercado esses tokens. A compra pode acontecer por meio de dinheiro ou por meio de outras criptomoedas, como o Bitcoin, por exemplo.
    • Encerramento: quando feita a abertura, aquele token entra com uma data limite para a arrecadação desejada. Por isso, quando ocorre o encerramento, é verificado internamente se essa criptomoeda ou token atingiu a meta desejada ou não. Caso não, esse valor investido volta para os investidores.
    • Distribuição: a etapa de distribuição só acontece quando a criptomoeda ou token atinge a meta desejada no ICO. Ou seja, quando pessoas o suficiente se unem para financiar aquele projeto, ele retorna para você, na quantia que você investiu.

    Viu como o financiamento de uma criptomoeda é muito parecida com um crowdfunding?

    Estima-se que o primeiro ICO aconteceu no ano de 2013, para uma criptomoeda de nome MasterCoin. Essa criptomoeda utiliza a blockchain do Bitcoin e conseguiu arrecadar cerca de US$5 milhões para financiar seu projeto.

    Outro exemplo de ICO que deu muito certo foi a da Ethereum (ETH). O financiamento deu tão certo que hoje o ETH é a segunda criptomoeda mais valiosa do mercado segundo o CoinMarketCap e seu blockchain abriga vários outros projetos disponíveis no mercado, por conta de seus contratos inteligentes.

    Publicidade

    Como investir da melhor forma numa ICO?

    Pois é. Investir numa ICO pode ser uma grande sacada daqueles que preferem pegar um investimento desde o início e ter o prazer de vê-lo se valorizar no mercado. No entanto, esse mercado exige muita atenção e muito estudo.

    Você pode até pensar que nada pode dar errado nesse tipo de investimento, afinal, caso o projeto não atinja a meta desejada, você recebe o que foi investido de volta. Só que não é bem assim que funciona.

    Um projeto pode muito bem atingir a meta desejada, financiar a sua criptomoeda e falir, infelizmente. É por isso que esse tipo de investimento exige leitura e conhecimento.

    Por isso, aqui vão três informações que você precisa ter acesso antes de investir nessa área. Veja a seguir:

    1. Whitepaper: esse é um documento com informações sobre a ICO, e nele deve ter informações detalhadas sobre como será o processo de desenvolvimento e para onde estará indo o dinheiro do investidor.
    2. Equipe: sim, você também precisa saber quem está por trás daquele investimento. É importante verificar se a empresa/pessoa existe e se as informações batem com tudo aquilo que está descrito.
    3. Liquidez: outra parte que precisa ser especificada é justamente o retorno do seu investimento.

    Por isso, antes de investir em um ICO, fique de olho, tudo bem?

    Publicidade

    Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que é ICO, que tal conferir a cotação do Bitcoin hoje!

    O que achou disso?

    Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Loyane Lapa
    Loyane Lapa
    Carioquíssima de Campo Grande, com um pézinho em São Paulo. Jornalista, Produtora de Conteúdo e [insira aqui outras funcionalidades de um jornalista]. Apaixonada por livros, filmes e pelo universo cultural. Curiosa e antenada nas novidades do mercado financeiro.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasInvestimentosSaiba o que é ICO e como investir da melhor forma

    Saiba o que é ICO e como investir da melhor forma

    4
    (1)

    Para quem não sabe o que é ICO, existe uma explicação simples. A sigla ICO vem do termo inglês initial coin offering. De forma resumida, um ICO é o procedimento de lançamento de um token de criptomoeda, como se fosse um crowdfunding.

    Publicidade

    Um ICO lembra também o momento de oferta pública inicial (IPO), que muitas empresas realizam para abrir o seu capital em bolsas de valores. A diferença é que a capitalização de recursos para uma criptomoeda acontece de maneira menos complexa.

    No entanto, enquanto as IPOs acontecem em empresas já consolidadas no mercado, os ICOs são normalmente projetos muito iniciais e que podem levar um tempo até que cheguem a um patamar de valorização.

    Por outro lado, se essa valorização vier, você será um dos sortudos que investiram lá no início e com certeza possuem uma boa reserva financeira desse ativo digital.

    Normalmente, um ICO é feito por pequenas empresas ou startups que possuem um projeto de criptomoeda, mas que precisam de recursos financeiros para colocarem esse mesmo projeto em prática.

    Ficou curioso para aprender um pouco mais sobre o que é ICO e como investir em um? Então continue a leitura com a gente. Vamos compartilhar um pouco mais sobre o funcionamento desse processo. Confira!

    Publicidade
    Carrinho de compras carregando várias criptomoedas
    Um ICO nada mais é do que um processo de arrecadação financeira para viabilizar uma criptomoeda

    Quais são os processos de uma ICO?

    Por fazer uso de um modelo de economia descentralizada, um ICO é menos burocrático. Por isso, esse tipo de financiamento de token digital funciona com apenas três processos.

    São eles:

    • Abertura: em que a empresa interessada em criar lança no mercado esses tokens. A compra pode acontecer por meio de dinheiro ou por meio de outras criptomoedas, como o Bitcoin, por exemplo.
    • Encerramento: quando feita a abertura, aquele token entra com uma data limite para a arrecadação desejada. Por isso, quando ocorre o encerramento, é verificado internamente se essa criptomoeda ou token atingiu a meta desejada ou não. Caso não, esse valor investido volta para os investidores.
    • Distribuição: a etapa de distribuição só acontece quando a criptomoeda ou token atinge a meta desejada no ICO. Ou seja, quando pessoas o suficiente se unem para financiar aquele projeto, ele retorna para você, na quantia que você investiu.

    Viu como o financiamento de uma criptomoeda é muito parecida com um crowdfunding?

    Estima-se que o primeiro ICO aconteceu no ano de 2013, para uma criptomoeda de nome MasterCoin. Essa criptomoeda utiliza a blockchain do Bitcoin e conseguiu arrecadar cerca de US$5 milhões para financiar seu projeto.

    Outro exemplo de ICO que deu muito certo foi a da Ethereum (ETH). O financiamento deu tão certo que hoje o ETH é a segunda criptomoeda mais valiosa do mercado segundo o CoinMarketCap e seu blockchain abriga vários outros projetos disponíveis no mercado, por conta de seus contratos inteligentes.

    Publicidade

    Como investir da melhor forma numa ICO?

    Pois é. Investir numa ICO pode ser uma grande sacada daqueles que preferem pegar um investimento desde o início e ter o prazer de vê-lo se valorizar no mercado. No entanto, esse mercado exige muita atenção e muito estudo.

    Você pode até pensar que nada pode dar errado nesse tipo de investimento, afinal, caso o projeto não atinja a meta desejada, você recebe o que foi investido de volta. Só que não é bem assim que funciona.

    Um projeto pode muito bem atingir a meta desejada, financiar a sua criptomoeda e falir, infelizmente. É por isso que esse tipo de investimento exige leitura e conhecimento.

    Por isso, aqui vão três informações que você precisa ter acesso antes de investir nessa área. Veja a seguir:

    1. Whitepaper: esse é um documento com informações sobre a ICO, e nele deve ter informações detalhadas sobre como será o processo de desenvolvimento e para onde estará indo o dinheiro do investidor.
    2. Equipe: sim, você também precisa saber quem está por trás daquele investimento. É importante verificar se a empresa/pessoa existe e se as informações batem com tudo aquilo que está descrito.
    3. Liquidez: outra parte que precisa ser especificada é justamente o retorno do seu investimento.

    Por isso, antes de investir em um ICO, fique de olho, tudo bem?

    Publicidade

    Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que é ICO, que tal conferir a cotação do Bitcoin hoje!

    O que achou disso?

    Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?