Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Quanto custa ter uma arma no Brasil e quem pode

Escrito por: Rafael Massadar em 28 de janeiro de 2019

Quanto custa ter uma arma no Brasil? Após o presidente Jair Bolsonaro assinar o decreto que facilita a posse de arma no Brasil, a busca no Google sobre o assunto aumentou 650%.

Termos como “compra de armas de fogo”, “como comprar armas de fogo pela internet” e “glock g25” (um modelo de revólver) foram os mais buscados. O comércio também já percebe aumento na procura.

duvidas FGTS

Dados da Polícia Federal (PF) apontam que o registro de novas armas cresceu 6,35% no ano passado.

Segundo o Sinarm (Sistema Nacional de Armas), da PF, os pedidos em todo o país aumentaram de 45.443, em 2017, para 48.330, em 2018. A procura por cursos de tiro também subiu na onda do decreto.

No entanto, pesquisa recente do Datafolha indica que 61% dos brasileiros são contrários à liberação da posse de arma no país. Mas a avaliação do tema não é uniforme entre os entrevistados.

As mulheres, por exemplo, tendem a ver as armas de forma mais negativa: 71% delas são contrárias à posse, enquanto apenas 51% dos homens têm a mesma opinião.

Por outro lado, o apoio à liberação cresce entre os mais escolarizados e os mais ricos.

Em contrapartida, um levantamento do Instituto Ideia Big Data revela que 8% dos brasileiros pretendem comprar uma arma neste ano.

O que pode e o que não pode após decreto

O decreto presidencial número 9.684 estipula que todo cidadão brasileiro poderá ter armas em sua casa. Basta ter 25 anos de idade e não ter sido condenado ou responder a inquérito ou processo criminal.

A nova legislação permite que cada indivíduo tenha até quatro armas de fogo em sua propriedade.

Porém, se o cidadão quiser mais artefatos e conseguir comprovar a necessidade deles dadas outras circunstâncias, poderá ser autorizado.

No entanto, é necessário passar por uma prova atestando a capacidade de manusear uma arma e ser aprovado em avaliação psicológica.

Um cofre ou local seguro com tranca para armazenamento é exigido para alguns casos. Isso vale na hipótese de a residência do usuário ser habitada também por criança, adolescente ou pessoa com deficiência mental.

Outra mudança foi em relação ao certificado de posse. Agora, ficam automaticamente renovados por 10 anos.

Contudo, não adianta sair correndo para saber quanto custa ter uma arma no Brasil. Os pedidos de posse ou os registros existentes poderão ser indeferidos ou cancelados.

Isso vale para pessoas que não preencham todos os requisitos estipulados, que mintam ou possuam vínculo com grupos criminosos.

Quais armas podem ser compradas?

Antes de saber quanto custa ter uma arma no Brasil, você deve saber quais armas podem ser compradas.

São elas:

1 – Revólveres

– calibre 22;
– calibre 36;
– calibre 38.

2 – Espingardas

– calibre 20;
– calibre 28;
– calibre 36;
– calibre 32;
– calibre 12.

3 – Rifles

– calibre 22.

4 – Carabinas

– calibre 38.

5 – Pistolas

– calibre 32;
– calibre 22;
– calibre – 380.

Quanto custa ter uma arma no Brasil? 

Saber quanto custa ter uma arma no Brasil é importante. E caro! O valor médio varia entre R$ 1.800 a R$ 6 mil.

Contudo, vale destacar que somente um profissional credenciado pela PF poderá emitir um laudo atestando a capacidade psicológica do cidadão.

Além disso, caso possua capacidade de manusear armas, o cidadão deve realizar um teste, feito por um instrutor credenciado. Caso não possua, deverá realizar um curso básico de tiro.

Ao adquirir o item, o comprador deve levar a nota fiscal à PF para registrar a arma. O processo todo leva entre três e quatro meses.

Alguns gastos obrigatórios devem ser levados em consideração.

São eles:

1 – Curso básico para aprender a atirar –  custa, no mínimo, R$ 600, nas principais capitais brasileiras;

2 – Taxas de registro e renovação do registro – R$ 88 cada;

3 – Teste de tiro para registro – O valor varia de acordo com o tipo da arma;

4 – Teste psicológico – de R$ 280,87 a R$ 468,12, segundo tabela do Conselho Federal de Psicologia.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Dicas para economizar no supermercado
Economia brasileira
Aumentos salariais em 2019
13° salário
Inadimplência