Início Notícias Viagem Direitos do Consumidor: cuidados na hora de fechar pacotes de viagem de...

Direitos do Consumidor: cuidados na hora de fechar pacotes de viagem de férias

0
(0)

Viajar é, certamente, um dos maiores prazeres da vida. E no momento de escolher o destino, hotel e transporte, é muito mais simples e rápido optar por fechar pacotes de viagem de férias.

Mas antes de contratar uma agência, é necessário ter alguns cuidados. Preços muito baixos, por exemplo, nem sempre serão a melhor alternativa.

Por isso, convidamos Bruno Boris, professor de Direito do Consumidor da Universidade Presbiteriana Mackenzie de Campinas, para dar dicas de como fazer um bom negócio.

Direitos do Consumidor: cuidados na hora de fechar pacotes de viagem de férias

Problemas comuns com agências de viagens

No período de férias, contratar uma agência para organizar sua viagem pode causar prejuízos.

Datas de passagem alteradas sem consentimento, acomodações inferiores e passeios cancelados são alguns dos problemas comuns quando se decide fechar pacotes de viagem de férias.

De acordo com o professor Bruno Boris, o que costuma ocorrer com as agências é o chamado overbooking de pacotes ou mesmo diferença entre o pacote  contratado e o ofertado, por problemas de informação no ato da venda ao consumidor.

“Claro que um pacote de viagem por um preço muito em conta não pode ser comparado a um pacote de primeira linha, mas a oferta não pode ser muito diferente da realidade, sob pena de permitir ao consumidor a desistência do negócio.”

Caso o serviço ofertado não seja o mesmo que o consumidor teve acesso durante a viagem, o mesmo poderá requerer a devolução do dinheiro e até danos morais, se for o caso.

“É válido lembrar que a publicidade pode ser considerada enganosa, quando omite algum dado relevante sobre o pacote a ser comercializado”, informa Boris.

Como contratar uma agência de qualidade

O professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie diz que existem diversas formas de fazer um bom negócio ao contratar pacotes de viagens de férias.

“Grandes agências notoriamente conhecidas podem dar mais garantia ao consumidor. Também existem pequenas e médias agências que podem ofertar bons preços, desde que o consumidor consulte a agência de viagens na internet, especialmente em sites especializados de reclamações e no site do Procon de sua cidade ou estado.”

Confira 7 dicas para não se desesperar e comprar o pacote de viagem ideal para você:

#1 Veja se a empresa é confiável

Esta sugestão é a mais importante antes de contratar qualquer serviço de turismo.

Pesquise se a agência possui reclamações no Procon e verifique se a empresa está cadastrada no site do Ministério de Turismo.

#2 Escolha da localização

Antes de fechar pacotes de viagem de férias, verifique a localização do hotel disponível, pousadas e casas.

Isso evitará o risco de chegar ao destino e se deparar com acomodação que não existe ou, até mesmo, aquelas em locais muito distantes do centro.

Direitos do Consumidor: cuidados na hora de fechar pacotes de viagem de férias

#3 Cuidado com os pacotes comprados com milhas

O programa de milhas é muito útil na compra de passagem e, até mesmo, de pacotes.

Cada empresa possui suas regras e é necessário estar atento para que não acabe adquirindo serviço inferior ao que deseja.

#4 Contrate um seguro viagem

A contratação do seguro viagem é uma garantia para o consumidor durante suas férias.

Caso ocorra algum acidente ou problemas comuns durante a viagem, é preciso estar amparado. O seguro é indicado, principalmente, em viagens para o exterior.

#5 Verifique os serviços incluídos

O contrato deve ter todos os serviços que a agência oferecerá ao consumidor. Cheque um por um e entenda tudo que terá direito. Dessa forma, evitará problemas no decorrer da viagem.

#6 Antes da viagem, confirme com a agência

Dias antes da viagem, contate a agência para confirmar a viagem, hospedagem e demais serviços.

O ideal é ter comprovação da conversa, seja por e-mail ou fatura. Atenção: sempre guarde todos os comprovantes das reservas.

#7 Peça a programação dos passeios

Saiba pelo que está pagando. As agências normalmente oferecem passeios para os turistas para que possam aproveitar de verdade as férias.

Confira se esse tipo de programação está incluída em seu contrato para que consiga se planejar com antecedência.

Código de Defesa do Consumidor garante a segurança

Para o professor Bruno, ter os documentos em mãos da contratação, os e-mails trocados com a agência e até conversas de WhatsApp podem ser úteis para uma eventual ação judicial ou reclamação no Procon sobre algum problema no decorrer da viagem.

“Contudo, sempre recomendo que antes de qualquer reclamação em redes sociais, reclamações no Procon ou propor ação judicial, seja feita uma tentativa de contato diretamente com a agência para tentar solucionar o problema. Esse contato direto poderá ser muito mais rápido do que outro tipo de reclamação,” encerra Boris.

Conte para nós, você já teve algum problema na contratação de pacotes de viagem de férias?

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Priscila Gomes
Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Auxílio emergencial: confira calendário para os reavaliados

O Ministério da Cidadania publicou nesta sexta-feira, 27, um novo calendário de pagamento para as parcelas do auxílio emergencial. Este calendário é...

4 carreiras promissoras no setor de beleza para 2021

O segmento da beleza não para de crescer no Brasil. Nosso país, por exemplo, é considerado o terceiro maior mercado consumidor do...

Nubank x Inter: compare os cartões sem anuidade

Os cartões sem anuidade estão ganhando cada vez mais espaço no mercado e no coração dos brasileiros. Com tantas opções pode ser...

Black Friday 2020: confira os melhores sites e ofertas

Você já se preparou para as ofertas da Black Friday 2020? Está com a lista de compras feita e separada para aproveitar...

5 dicas para saber se uma loja virtual é confiável

A pandemia da Covid-19 impulsionou o e-commerce e a Black Friday deve alavancar ainda mais as vendas online. Cerca de 80% dos...

Salário mínimo na Suíça chega a R$25 mil

Você já se perguntou quanto é o salário mínimo na Suíça, mesmo que seja só por curiosidade? Se a resposta é sim,...