Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

10 passos para turbinar o perfil profissional no LinkedIn

Escrito por: Rafael Massadar em 16 de outubro de 2018

perfil profissional no LinkedIn

Um perfil bem feito no LinkedIn atrai mais visitas e, como consequência, mais oportunidades de emprego, parcerias e negócios. Ou seja, deixar o perfil atualizado e em ordem é muito importante para passar uma boa impressão para empresas ou corporações.

Uma boa foto é o primeiro passo para transmitir uma boa impressão. Isso porque perfis com essa identificação costumam ser bem mais visitados. É imprescindível, no entanto, ter atenção quanto à qualidade da foto e a mensagem que ela passa.

Outro fator importante é manter o seu LinkedIn atualizado. Seu cargo atual é uma das primeiras coisas que um recrutador verá quando visitar seu perfil.

Portanto, de forma sucinta e clara, escreva sua ocupação. Tente definir bem sua área de atuação para facilitar as buscas dos recrutadores. Caso esteja graduando, a dica é colocar “estudante” mesmo.

Porém, muita gente não usa bem a ferramenta. Sim, o LinkedIn não é uma plataforma de interação como a maioria das outras, por exemplo o Facebook.

Apesar de algumas semelhanças com outras redes sociais, ela continua sendo um ambiente de relacionamento profissional. Consequentemente, é preciso ter muito cuidado com as postagens.

1 – Foto

Especialistas do setor de recrutamento afirmam que um perfil do LinkedIn com foto tem 11 vezes mais chances de ser visto. No entanto, ela precisa estar nos moldes e padrões adequados para a rede.

A primeira dica é evitar tirar fotos com um fundo muito confuso ou cheio de elementos. Outro fator importante é que esteja sozinho. Além disso, evite ângulos estranhos, como de baixo para cima.

As roupas que você veste também são capazes de transmitir mensagens e por isso você deve pensar bastante no que vai usar para tirar suas fotos para o LinkedIn. Por fim, cuidado com a qualidade.

2 – Atualização

Mantenha seu perfil sempre atualizado. Muitas empresas de RH, recrutadores de empresas de todos os tipos e headhunters utilizam o LinkedIn como forma de pesquisar, encontrar e captar talentos profissionais.

A plataforma tem funcionalidades gratuitas e pagas, e é preciso explorar aquilo que o seu perfil tem de melhor. Tente acessar os perfis de recrutadores e empresas para verificar novas vagas, e coloque-se à disposição.

Mesmo que você esteja empregado, é sempre importante verificar as novas oportunidades e manter o contato. Aproveite e compartilhe notícias, postagens e informações interessantes, tanto em seu feed quanto nos grupos. Isso mostra quais são as suas preferências e interesses.

Seu cargo atual é uma das primeiras coisas que um recrutador verá quando visitar seu perfil. De forma sucinta e clara, escreva sua ocupação. Tente definir bem sua área de atuação para facilitar as buscas dos recrutadores; caso esteja graduando, a dica é colocar “estudante” mesmo.

Adicione ainda algumas informações à sua experiência. Inclua mais do que apenas um cargo e datas. Faça ainda um parágrafo ou dois para cada uma de suas posições, com as responsabilidades e realizações.

3 – Personalize sua URL

Um recurso interessante dessa rede é a possibilidade de editar o link do seu perfil. Além de transformar sua URL mais simples, você facilita a vida de recrutadores.

O próprio usuário pode providenciar essa alteração. Basta fazer com que no endereço passe a constar apenas seu nome, por exemplo.

Essa correção é importante, já que um endereço resumido é mais indicado para cartões de visita ou assinaturas de e-mail. Consequentemente, coloca o profissional em evidência no caso de pesquisas específicas.

4 – Palavra-chave

Recrutadores e empregadores, por meio do LinkedIn e outros sites de carreira, usam palavras-chave para atingir potenciais contratados. É por isso que as palavras-chave são importantes em todo o seu perfil, mas especialmente em “Especializações”.

Portanto, procure termos que podem ser importantes para os potenciais empregadores. Para aumentar suas chances de ser encontrado por empresas potenciais, alinhe suas palavras-chave com o cargo que você está tentando conquistar.

5 – Recomende conexões

Quanto mais recomendações você tiver, mais relevante é o seu perfil. Por isso, é preciso praticar essa atividade, esperando a reciprocidade.

Colegas de trabalho, ex-alunos da graduação ou pós, chefes e parceiros de negócio devem fazer parte da sua rede. Além dos sócios, clientes e outros stakeholders. Eles certamente trarão benefícios para a sua visibilidade na rede.

6 – Faça um perfil em outro idioma

O ideal é ter um perfil em outro idioma também. Isso porque pode acontecer de algum recrutador procurar o candidato com palavras-chave em inglês, por exemplo. Além de ajudar na pesquisa de empresas ou RHs estrangeiros.

Para isso, é só mudar o idioma de navegação que o LinkedIn espelha o perfil do candidato. Depois, é só traduzir o que contém texto.

7 – Artigos e publicações

Publicar artigos de assuntos que domina e compartilhar conteúdos que foram postados na rede profissional aumentam os contatos. Além de dar a possibilidade de empresas interessadas o conhecerem melhor.

Esse tipo de ação aumenta muito a exposição do profissional, gerando comentários e engajamentos. Mas atenção: cuide da qualidade e da relevância dos textos.

8 – Recomende conexões

Quanto mais recomendações você tiver, mais relevante é o seu perfil. Por isso, é preciso praticar essa atividade, esperando a reciprocidade.

Colegas de trabalho, ex-alunos da graduação ou pós, chefes, parceiros de negócio, sócios, clientes e outros stakeholders certamente trarão benefícios para a sua visibilidade na rede.

9 – Faça parte de grupos

Participe de grupos para conhecer alguns profissionais da sua área. Além disso, a interação regular com os seus contatos certamente aumentará a sua relevância para o algoritmo.

Isso também estabelecerá um relacionamento com usuários importantes no seu ramo.

10 – Use o LinkedIn Premium

A versão premium oferece recursos excelentes para quem está em busca de um emprego. Além de poder entrar em contato diretamente com recrutadores e empresas, o posicionamento no ranking aumenta.

Além disso, os requisitos das vagas ficam ainda mais claros. Assim é possível ver quais são as competências procuradas. Caso as possua, inclua em seu perfil e peça para que alguém as referende.

Por que ter perfil profissional no LinkedIn?

LinkedInO LinkedIn surgiu com o propósito de conectar profissionais do mundo todo. Atualmente, conta com mais de 500 milhões de usuários em 200 países. Do total, 45 milhões são brasileiros.

Destes usuários, 40% checam a rede social todos os dias. Esses números, é claro, são substanciais, mas o que realmente importa é que um em cada três profissionais possuem uma conta no LinkedIn.

Além disso, 49% dos tomadores de decisão de empresas usam a rede para propósitos profissionais. Com esse nível de engajamento profissional, o LinkedIn é uma ferramenta que você e sua empresa não podem ignorar.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

menos-juros-no-financiamento-imobiliário
portabilidade-em-planos-de-saúde-empresariais
Consórcio-Yamaha
planos-de-saúde
Cobrar dinheiro emprestado