Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

5 perguntas e respostas sobre os aplicativos de carona

Escrito por: Rafael Massadar em 14 de novembro de 2019

A quantidade de aplicativos de carona aumenta cada vez mais. Ao observar esse fenômeno, a Toluna, empresa de insights do consumidor sob demanda, fez um estudo sobre esse fenômeno.

A empresa ouviu 760 pessoas sobre os principais meios e as marcas mais lembradas desse segmento de negócio. O resultado revela que, em geral, os brasileiros se sentem satisfeitos com o serviço de aplicativos de carona.

39% – os consideram ótimos;
27% – gostam muito, mas não utilizam os apps com frequência;
19% – gostam, mas ainda não usaram o serviço;
14% – das pessoas sentem desconfiança ou não gostam de usá-los.

aplicativos de carona
Os apps de carona surgiram para facilitar a vida de quem transita pelas cidades

Já entre os motivos para a não utilização dos apps estão a falta de segurança (65%). Em seguida aparece o preço alto (50%), problemas no aplicativo (26%) e desconforto ao compartilhar veículos com estranhos (20%).

A pesquisa também procurou saber por quais motivos a pessoa utilizaria ou não os aplicativos de carona. A maioria (61%) disse que a facilidade de chegar ao destino é a principal razão.

Entre os principais argumentos também aparecem os preços mais baixos que outros apps de transporte (56%). Aliado a isso, a facilidade de uso (45%) e não gostar de transporte público (20%).

+ Uber: 30 dicas para ganhar dinheiro como motorista do aplicativo

Quais os aplicativos de carona mais conhecidos?

1 – Uber 94,93%
2 – 99 – 89,08%
3 – Cabify – 64,11
4 – Waze Carpool – 49,54%
5 – Bla Bla Car – 33,29%
6 – Zumpy – 10,01%
7 – Wunder – 10,4%
8 – Yellow/Grin – 36,28%
9 – Lime – 12,09%
10 – TemBici/Bike Itaú – 37,71%
11 – Nenhuma – 1,17%

Quais os benefícios de usar os apps?

1 – Economizar dinheiro

Se você dirige sozinho, seu carro tem quatro lugares vazios que poderiam estar sendo ocupados por pessoas que moram, trabalham ou estudam perto de você.

Consequentemente, seus custos seriam divididos por cinco, o que pode significar uma economia considerável por mês.

+ Economia colaborativa: 3 soluções para economizar

2 – Networking

E se você conseguisse aproveitar o tempo que passa no trânsito para conhecer pessoas? Ao usar os aplicativos de carona acabam criando um vínculo.

3 – Tempo é mais do que dinheiro

Além da questão econômica, compartilhar o trajeto de ida e volta com outras pessoas também pode ajudar a melhorar a qualidade de vida de todos os envolvidos.

Algumas pessoas chegam a reduzir pela metade o tempo de deslocamento até o trabalho.

4 – O meio ambiente agradece

A redução de veículos nas vias pode trazer benefícios para o meio ambiente. Um carro popular movido a gasolina emite, aproximadamente, 150 gramas de CO2 a cada quilômetro percorrido.

Portanto, o potencial de redução de emissões impacta diretamente o meio ambiente à medida que o uso de automóveis é otimizado.

Com a diminuição dos níveis de CO2 no ar, a população também ganha. Contudo, a poluição originada por automóveis pode ser responsável por uma série de males à saúde.

Logo, diminuir a quantidade de carros nas vias também ajuda a diminuir os riscos de doenças respiratórias.

5 – Segurança acima de tudo

Os aplicativos de carona oferecem aos usuários diversas funcionalidades relacionadas à construção de confiança.

Pelo app, motoristas e passageiros podem verificar o perfil de quem está oferecendo ou procurando carona. Bem como conferir informações como nome, gênero, redes sociais e placa do carro.

No histórico de cada pessoa também são disponibilizadas informações sobre quantas caronas já foram feitas com o app. Além da classificação a partir de avaliações de caronas anteriores.

Os usuários também podem optar usar o filtro por empresa ou gênero. O que dá mais controle para selecionar o perfil do usuário com o qual você quer compartilhar o percurso.

Quais as opções do setor?

1 – WeGo

Criado em Israel, está no Brasil desde 2014 e facilita o encontro entre viajantes que vão para o mesmo destino e querem economizar. E para facilitar, os viajantes podem pagar com cartão de crédito.

2 – Caron

Oferece uma plataforma online para que os viajantes compartilhem caronas por todo o Brasil. É uma opção segura, já que as identidades dos membros são autenticadas, deixando em destaque aqueles mais confiáveis.

3 – BeepMe

Possui mais de 200 mil motoristas e passageiros cadastrados e oferece rotas para quem quer pegar uma carona, tanto para viajar como dentro da cidade. Para fazer parte do grupo, você só precisa indicar cinco amigos do Facebook.

4 – Karonas

O aplicativo ajuda viajantes a economizarem mais pegando carona ou oferecendo lugar no carro. Está disponível para iOS e Android e nele é possível verificar o perfil do motorista e dos caroneiros antes da reserva.

5 – Caronetas

Criação brasileira. Ele é o único que possui a vantagem do usuário ganhar milhas ao dar carona, podendo trocá-las por serviço e produtos.

Além disso, permite o usuário saber se o veículo está chegando, pois mostra a localização em tempo real do veículo.

6 – Bla Bla Car

Foi criado em 2006 na França e está disponível para diversos países, incluindo o Brasil.

Ele oferece uma comunidade com pessoas que estão interessadas em caronas para todo o mundo. Sua busca é focada em viagens para dias próximos, sem muita antecedência.

7 – Carona Direta

Está disponível tanto para motorista como passageiro e basta informar o destino desejado para que os donos dos automóveis recebam uma lista e informem para onde vão.

8 – Bynd

O app está disponível para smartphones com Android e iOS. Sua proposta é que empresas e usuários se cadastrem na plataforma com concentração em grandes cidades e regiões.

Isso permite que usuários que façam um mesmo trajeto dividam a corrida, revezando-se. Para usar é necessário informar o trajeto, os horários, o local de trabalho e o endereço de casa.

9 – Carona Segura

O site gratuito é dedicado à procura e oferta de caronas para todo o Brasil, tanto para trajetos curtos (trabalho ou faculdade) como para longas distâncias. É necessário o preenchimento de um cadastro pessoal para garantir maior tranquilidade no contato entre os usuários.

10 – Tripda

O app conecta motoristas e passageiros de maneira fácil e rápida. Entre as funções, é possível confirir o perfil e avaliações dos companheiros de viagem, participar de chats em tempo real e receber notificações de possíveis companhias pelo celular.

11 – Dwingo

Este app de caronas é um pouco diferente. Ele é uma plataforma para quem quer companhia, nem que seja para caminhar ou correr.

Entre as alternativas de navegação, está a de entrar em contato com pessoas que utilizam o programa para marcar de pegar (ou oferecer) caronas. Há ainda uma nova ferramenta de rachar as corridas de táxi.

12 – Carona Fácil

O app foi pensado para que pessoas que não gostam de viajar sozinhas possam compartilhar roteiros. Os usuários podem publicar ofertas ou pedidos de carona.

Ou seja, o programa coloca pessoas com roteiros em comum em contato. Os interessados podem entrar em contato direto usando o Facebook para combinar a carona.

13 – Carona Brasil

Com o aplicativo, é possível encontrar ou oferecer caronas para diferentes cidades de forma rápida e prática. O motorista deve fazer um cadastro com informações pessoais e sobre o automóvel.

Além disso, deve informar o dia e horário da partida e quantas vagas há disponível para a viagem.

14 – FridaKarro

O aplicativo, que é curitibano, surgiu em 2017. Ele tem uma proposta bem clara: oferecer o serviço de transporte privado por aplicativo apenas com motoristas mulheres.

Isso leva em conta, de acordo com os proprietários da empresa, o receio devido a notícias de abusos durante o trajeto. Outro diferencial da marca é um botão de pânico no aplicativo.

Com ele, é possível acionar um serviço de segurança armada que está disponível 24 horas.

15 – Uber

Primeira marca de transporte privado do mundo, a Uber tem como principal vantagem a quantidade de categorias oferecidas ao usuário.

16 – 99

Antiga 99Táxis, a 99 é uma empresa brasileira. Além da modalidade 99Pop, que tem foco em economia, a marca oferece o serviço 99Top.

Eles são carros pretos com alto padrão de conforto. E, consequentemente, preços mais altos.

17 – Cabify

Um de seus grandes diferenciais é a personalização do trajeto diretamente no aplicativo. É possível escolher a estação da rádio e a intensidade do ar-condicionado antes de entrar no carro.

Além disso, a Cabify tem garrafas de água personalizadas entregues aos passageiros por todos os motoristas.

Como é a regulamentação do setor?

Cidades como Belo Horizonte, São Paulo e Recife estão a frente no setor. Elas as primeiras a pensar em como esses aplicativos de carona recolheriam impostos e prestariam contas ao município.

Porém, a maneira como cada uma abordou o problema foi diferente.

Em Minas, por exemplo, o prefeito da capital decretou regras para que os aplicativos circulassem. No entanto, os projetos de lei ficaram estagnados na Câmara de Vereadores.

Já em Recife, foram os vereadores os responsáveis pela regulamentação, mas ela ainda tramita na Casa. A Prefeitura de São Paulo é outra que emitiu um decreto que obriga o registro de cada veículo e dos condutores.

Que leis regulamentam os aplicativos no Brasil?

A Lei Federal 13.640/18 foi publicada para regulamentar o transporte individual de pessoas.

Em seu projeto, foram cogitadas alternativas como o uso da placa vermelha e da identificação de “táxi” para os carros particulares que transportam pessoas pelas cidades.

Entretanto, tudo isso foi descartado por se tratar de uma prestação de serviços eventual.

Ao ser sancionada pelo Presidente da República, a legislação foi comemorada por milhões de brasileiros. Contudo, ela não é tão clara quanto você pode imaginar.

A regulamentação dá a cada cidade do Brasil o direito de estabelecer como esses apps funcionam. E, até então, apenas 28 municípios contam com regulamentações próprias.

Isso representa um desafio para as empresas que atuam na área. Afinal, elas não precisam atender apenas a uma regulamentação, mas a milhares delas.

No Brasil, temos 5561 municípios, e regimentos diferentes causam confusão tanto para os motoristas quanto para os usuários.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

sucesso
Como sacar FGTS e outras dúvidas
hábitos dos investidores inteligentes
aposentadoria compulsória
empresas fechadas