Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisConfira 5 perguntas e respostas sobre os aplicativos de carona

    Confira 5 perguntas e respostas sobre os aplicativos de carona

    5
    (1)

    A quantidade de aplicativos de carona aumenta cada vez mais. E isso se deve a competitividade de preços baixos que essas plataformas oferecem e vem conquistando cada vez mais os brasileiros.

    Isso porque os usuários querem se deslocar de forma rápida, segura e com conforto sem querer pagar muito por isso. O que os transportes públicos não conseguem oferecer, já que muitos reclamam das lotações.

    Vale lembrar ainda que os aplicativos de carona conseguem gerar uma economia para os usuários. Principalmente no momento em que o combustível está cada vez mais caro e sem previsão de ficar mais em conta nas bombas dos postos de gasolina.

    Além disso, essas plataformas permitem que você conheça novas pessoas e faça amizades. Transformando o percurso cheio de trânsito em um momento mais descontraído.

    Quais os benefícios de usar os aplicativos de carona?

    1 – Economizar dinheiro

    Se você dirige sozinho, seu carro tem quatro lugares vazios que poderiam estar sendo ocupados por pessoas que moram, trabalham ou estudam perto de você.

    Consequentemente, seus custos seriam divididos por cinco, o que pode significar uma economia considerável por mês.

    2 – Networking

    E se você conseguisse aproveitar o tempo que passa no trânsito para conhecer pessoas? Ao usar os aplicativos de carona acabam criando um vínculo.

    3 – Tempo é mais do que dinheiro

    Além da questão econômica, compartilhar o trajeto de ida e volta com outras pessoas também pode ajudar a melhorar a qualidade de vida de todos os envolvidos.

    Algumas pessoas chegam a reduzir pela metade o tempo de deslocamento até o trabalho.

    4 – O meio ambiente agradece

    A redução de veículos nas vias pode trazer benefícios para o meio ambiente. Um carro popular movido a gasolina emite, aproximadamente, 150 gramas de CO2 a cada quilômetro percorrido.

    Portanto, o potencial de redução de emissões impacta diretamente o meio ambiente à medida que o uso de automóveis é otimizado.

    Com a diminuição dos níveis de CO2 no ar, a população também ganha. Contudo, a poluição originada por automóveis pode ser responsável por uma série de males à saúde.

    Logo, diminuir a quantidade de carros nas vias também ajuda a diminuir os riscos de doenças respiratórias.

    5 – Segurança acima de tudo

    Os aplicativos de carona oferecem aos usuários diversas funcionalidades relacionadas à construção de confiança.

    Pelo app, motoristas e passageiros podem verificar o perfil de quem está oferecendo ou procurando carona. Bem como conferir informações como nome, gênero, redes sociais e placa do carro.

    No histórico de cada pessoa também são disponibilizadas informações sobre quantas caronas já foram feitas com o app. Além da classificação a partir de avaliações de caronas anteriores.

    Os usuários também podem optar por usar o filtro por empresa ou gênero. O que dá mais controle para selecionar o perfil do usuário com o qual você quer compartilhar o percurso.

    homem dirigindo um carro elétrico
    Os apps de carona surgiram para facilitar a vida de quem transita pelas cidades

    Quais as opções do setor?

    1 – Caron

    Oferece uma plataforma online para que os viajantes compartilhem caronas por todo o Brasil. É uma opção segura, já que as identidades dos membros são autenticadas, deixando em destaque aqueles mais confiáveis.

    2 – BeepMe

    Possui mais de 200 mil motoristas e passageiros cadastrados e oferece rotas para quem quer pegar uma carona, tanto para viajar como dentro da cidade. Para fazer parte do grupo, você só precisa indicar cinco amigos do Facebook.

    3 – Karonas

    O aplicativo ajuda viajantes a economizarem mais pegando carona ou oferecendo lugar no carro. Está disponível para iOS e Android e nele é possível verificar o perfil do motorista e dos caroneiros antes da reserva.

    4 – Caronetas

    Criação brasileira. Ele é o único que possui a vantagem do usuário ganhar milhas ao dar carona, podendo trocá-las por serviço e produtos.

    Além disso, permite o usuário saber se o veículo está chegando, pois mostra a localização em tempo real do veículo.

    5 – Bla Bla Car

    Foi criado em 2006 na França e está disponível para diversos países, incluindo o Brasil.

    Ele oferece uma comunidade com pessoas que estão interessadas em caronas para todo o mundo. Sua busca é focada em viagens para dias próximos, sem muita antecedência.

    6 – Bynd

    O app está disponível para smartphones com Android e iOS. Sua proposta é que empresas e usuários se cadastrem na plataforma com concentração em grandes cidades e regiões.

    Isso permite que usuários que façam um mesmo trajeto dividam a corrida, revezando-se. Para usar é necessário informar o trajeto, os horários, o local de trabalho e o endereço de casa.

    7 – Uber

    Primeira marca de transporte privado do mundo, a Uber tem como principal vantagem a quantidade de categorias oferecidas ao usuário.

    8 – 99

    Antiga 99Táxis, a 99 é uma empresa brasileira. Além da modalidade 99Pop, que tem foco em economia, a marca oferece o serviço 99Top.

    + Carpool: o novo aplicativo do Waze de caronas compartilhadas

    Eles são carros pretos com alto padrão de conforto. E, consequentemente, preços mais altos.

    9 – Cabify

    Um de seus grandes diferenciais é a personalização do trajeto diretamente no aplicativo. É possível escolher a estação da rádio e a intensidade do ar-condicionado antes de entrar no carro.

    Além disso, a Cabify tem garrafas de água personalizadas entregues aos passageiros por todos os motoristas.

    Como é a regulamentação do setor?

    Cidades como Belo Horizonte, São Paulo e Recife estão a frente no setor. Elas foram as primeiras a pensar em como esses aplicativos de carona recolheriam impostos e prestariam contas ao município.

    Porém, a maneira como cada uma abordou o problema foi diferente.

    + Saiba se é possível tirar a CNH grátis e qual o procedimento

    Em Minas, por exemplo, o prefeito da capital decretou regras para que os aplicativos circulassem. No entanto, os projetos de lei ficaram estagnados na Câmara de Vereadores.

    Já em Recife, foram os vereadores os responsáveis pela regulamentação, mas ela ainda tramita na Casa. A Prefeitura de São Paulo é outra que emitiu um decreto que obriga o registro de cada veículo e dos condutores.

    Que leis regulamentam os aplicativos no Brasil?

    A Lei Federal 13.640/18 foi publicada para regulamentar o transporte individual de pessoas.

    Em seu projeto, foram cogitadas alternativas como o uso da placa vermelha e da identificação de “táxi” para os carros particulares que transportam pessoas pelas cidades.

    Entretanto, tudo isso foi descartado por se tratar de uma prestação de serviços eventual.

    Ao ser sancionada pelo Presidente da República, a legislação foi comemorada por milhões de brasileiros. Contudo, ela não é tão clara quanto você pode imaginar.

    A regulamentação dá a cada cidade do Brasil o direito de estabelecer como esses apps funcionam. E, até então, apenas 28 municípios contam com regulamentações próprias.

    Isso representa um desafio para as empresas que atuam na área. Afinal, elas não precisam atender apenas a uma regulamentação, mas a milhares delas.

    No Brasil, temos 5561 municípios, e regimentos diferentes causam confusão tanto para os motoristas quanto para os usuários.

    Saiba se é Verdade ou Mito

    Passageiros atrasados podem ser cobrados?

    Verdade! Geralmente os aplicativos têm um tempo de tolerância, que costuma ser de dois minutos. Quem se atrasar mais do que isso pode ser punido com adicional.

    Uma forma de evitar essa cobrança é mandar uma mensagem ao motorista avisando qualquer imprevisto.

    Corrida cancelada tem cobrança?

    Verdade! Verifique bem antes de solicitar uma corrida e tenha todos os dados corretamente para não precisar cancelar para não ser cobrado. Em alguns apps, se o cancelamento for imediato, pode não haver cobrança.

    Além disso, os motivos do cancelamento podem ser diversos. E, por exemplo, se a culpa de você ter cancelado for do app ou do motorista, é possível solicitar o reembolso.

    Posso escolher o motorista?

    Mito! Nenhum aplicativo de corrida te dá as informações do motorista e do carro antes de você confirmar o pedido. Apenas após a confirmação é que você ficará ciente de nome, placa e modelo do veículo.

    Motorista é obrigado a pagar pedágio?

    Mito! Quando uma corrida passa por algum local que tenha cobrança de pedágio o valor é automaticamente cobrado no valor final a ser pago pelo passageiro.

    Gostou deste conteúdo? Quer saber mais? Então comente quais são as suas dúvidas sobre os aplicativos de corrida.

    Leia também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisConfira 5 perguntas e respostas sobre os aplicativos de carona

    Confira 5 perguntas e respostas sobre os aplicativos de carona

    5
    (1)

    A quantidade de aplicativos de carona aumenta cada vez mais. E isso se deve a competitividade de preços baixos que essas plataformas oferecem e vem conquistando cada vez mais os brasileiros.

    Isso porque os usuários querem se deslocar de forma rápida, segura e com conforto sem querer pagar muito por isso. O que os transportes públicos não conseguem oferecer, já que muitos reclamam das lotações.

    Vale lembrar ainda que os aplicativos de carona conseguem gerar uma economia para os usuários. Principalmente no momento em que o combustível está cada vez mais caro e sem previsão de ficar mais em conta nas bombas dos postos de gasolina.

    Além disso, essas plataformas permitem que você conheça novas pessoas e faça amizades. Transformando o percurso cheio de trânsito em um momento mais descontraído.

    Quais os benefícios de usar os aplicativos de carona?

    1 – Economizar dinheiro

    Se você dirige sozinho, seu carro tem quatro lugares vazios que poderiam estar sendo ocupados por pessoas que moram, trabalham ou estudam perto de você.

    Consequentemente, seus custos seriam divididos por cinco, o que pode significar uma economia considerável por mês.

    2 – Networking

    E se você conseguisse aproveitar o tempo que passa no trânsito para conhecer pessoas? Ao usar os aplicativos de carona acabam criando um vínculo.

    3 – Tempo é mais do que dinheiro

    Além da questão econômica, compartilhar o trajeto de ida e volta com outras pessoas também pode ajudar a melhorar a qualidade de vida de todos os envolvidos.

    Algumas pessoas chegam a reduzir pela metade o tempo de deslocamento até o trabalho.

    4 – O meio ambiente agradece

    A redução de veículos nas vias pode trazer benefícios para o meio ambiente. Um carro popular movido a gasolina emite, aproximadamente, 150 gramas de CO2 a cada quilômetro percorrido.

    Portanto, o potencial de redução de emissões impacta diretamente o meio ambiente à medida que o uso de automóveis é otimizado.

    Com a diminuição dos níveis de CO2 no ar, a população também ganha. Contudo, a poluição originada por automóveis pode ser responsável por uma série de males à saúde.

    Logo, diminuir a quantidade de carros nas vias também ajuda a diminuir os riscos de doenças respiratórias.

    5 – Segurança acima de tudo

    Os aplicativos de carona oferecem aos usuários diversas funcionalidades relacionadas à construção de confiança.

    Pelo app, motoristas e passageiros podem verificar o perfil de quem está oferecendo ou procurando carona. Bem como conferir informações como nome, gênero, redes sociais e placa do carro.

    No histórico de cada pessoa também são disponibilizadas informações sobre quantas caronas já foram feitas com o app. Além da classificação a partir de avaliações de caronas anteriores.

    Os usuários também podem optar por usar o filtro por empresa ou gênero. O que dá mais controle para selecionar o perfil do usuário com o qual você quer compartilhar o percurso.

    homem dirigindo um carro elétrico
    Os apps de carona surgiram para facilitar a vida de quem transita pelas cidades

    Quais as opções do setor?

    1 – Caron

    Oferece uma plataforma online para que os viajantes compartilhem caronas por todo o Brasil. É uma opção segura, já que as identidades dos membros são autenticadas, deixando em destaque aqueles mais confiáveis.

    2 – BeepMe

    Possui mais de 200 mil motoristas e passageiros cadastrados e oferece rotas para quem quer pegar uma carona, tanto para viajar como dentro da cidade. Para fazer parte do grupo, você só precisa indicar cinco amigos do Facebook.

    3 – Karonas

    O aplicativo ajuda viajantes a economizarem mais pegando carona ou oferecendo lugar no carro. Está disponível para iOS e Android e nele é possível verificar o perfil do motorista e dos caroneiros antes da reserva.

    4 – Caronetas

    Criação brasileira. Ele é o único que possui a vantagem do usuário ganhar milhas ao dar carona, podendo trocá-las por serviço e produtos.

    Além disso, permite o usuário saber se o veículo está chegando, pois mostra a localização em tempo real do veículo.

    5 – Bla Bla Car

    Foi criado em 2006 na França e está disponível para diversos países, incluindo o Brasil.

    Ele oferece uma comunidade com pessoas que estão interessadas em caronas para todo o mundo. Sua busca é focada em viagens para dias próximos, sem muita antecedência.

    6 – Bynd

    O app está disponível para smartphones com Android e iOS. Sua proposta é que empresas e usuários se cadastrem na plataforma com concentração em grandes cidades e regiões.

    Isso permite que usuários que façam um mesmo trajeto dividam a corrida, revezando-se. Para usar é necessário informar o trajeto, os horários, o local de trabalho e o endereço de casa.

    7 – Uber

    Primeira marca de transporte privado do mundo, a Uber tem como principal vantagem a quantidade de categorias oferecidas ao usuário.

    8 – 99

    Antiga 99Táxis, a 99 é uma empresa brasileira. Além da modalidade 99Pop, que tem foco em economia, a marca oferece o serviço 99Top.

    + Carpool: o novo aplicativo do Waze de caronas compartilhadas

    Eles são carros pretos com alto padrão de conforto. E, consequentemente, preços mais altos.

    9 – Cabify

    Um de seus grandes diferenciais é a personalização do trajeto diretamente no aplicativo. É possível escolher a estação da rádio e a intensidade do ar-condicionado antes de entrar no carro.

    Além disso, a Cabify tem garrafas de água personalizadas entregues aos passageiros por todos os motoristas.

    Como é a regulamentação do setor?

    Cidades como Belo Horizonte, São Paulo e Recife estão a frente no setor. Elas foram as primeiras a pensar em como esses aplicativos de carona recolheriam impostos e prestariam contas ao município.

    Porém, a maneira como cada uma abordou o problema foi diferente.

    + Saiba se é possível tirar a CNH grátis e qual o procedimento

    Em Minas, por exemplo, o prefeito da capital decretou regras para que os aplicativos circulassem. No entanto, os projetos de lei ficaram estagnados na Câmara de Vereadores.

    Já em Recife, foram os vereadores os responsáveis pela regulamentação, mas ela ainda tramita na Casa. A Prefeitura de São Paulo é outra que emitiu um decreto que obriga o registro de cada veículo e dos condutores.

    Que leis regulamentam os aplicativos no Brasil?

    A Lei Federal 13.640/18 foi publicada para regulamentar o transporte individual de pessoas.

    Em seu projeto, foram cogitadas alternativas como o uso da placa vermelha e da identificação de “táxi” para os carros particulares que transportam pessoas pelas cidades.

    Entretanto, tudo isso foi descartado por se tratar de uma prestação de serviços eventual.

    Ao ser sancionada pelo Presidente da República, a legislação foi comemorada por milhões de brasileiros. Contudo, ela não é tão clara quanto você pode imaginar.

    A regulamentação dá a cada cidade do Brasil o direito de estabelecer como esses apps funcionam. E, até então, apenas 28 municípios contam com regulamentações próprias.

    Isso representa um desafio para as empresas que atuam na área. Afinal, elas não precisam atender apenas a uma regulamentação, mas a milhares delas.

    No Brasil, temos 5561 municípios, e regimentos diferentes causam confusão tanto para os motoristas quanto para os usuários.

    Saiba se é Verdade ou Mito

    Passageiros atrasados podem ser cobrados?

    Verdade! Geralmente os aplicativos têm um tempo de tolerância, que costuma ser de dois minutos. Quem se atrasar mais do que isso pode ser punido com adicional.

    Uma forma de evitar essa cobrança é mandar uma mensagem ao motorista avisando qualquer imprevisto.

    Corrida cancelada tem cobrança?

    Verdade! Verifique bem antes de solicitar uma corrida e tenha todos os dados corretamente para não precisar cancelar para não ser cobrado. Em alguns apps, se o cancelamento for imediato, pode não haver cobrança.

    Além disso, os motivos do cancelamento podem ser diversos. E, por exemplo, se a culpa de você ter cancelado for do app ou do motorista, é possível solicitar o reembolso.

    Posso escolher o motorista?

    Mito! Nenhum aplicativo de corrida te dá as informações do motorista e do carro antes de você confirmar o pedido. Apenas após a confirmação é que você ficará ciente de nome, placa e modelo do veículo.

    Motorista é obrigado a pagar pedágio?

    Mito! Quando uma corrida passa por algum local que tenha cobrança de pedágio o valor é automaticamente cobrado no valor final a ser pago pelo passageiro.

    Gostou deste conteúdo? Quer saber mais? Então comente quais são as suas dúvidas sobre os aplicativos de corrida.

    Leia também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?